Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

A prova dos 'três'

Avatar do autor TNT, 02.06.10

Sabem aquele fetiche que acompanha 99,9% dos homens heterossexuais? O das duas mulheres ao mesmo tempo? Esse mesmo!

Desde a adolescência, quando inicia o contacto com filmes pornográficos, que o cromossoma Y sonha em ter duas mulheres na cama. Pulula, deseja, anseia. E, aparentemente, é daqueles desejos que não passam com a idade. Até tendem a tomar maiores proporções. E quando a situação se proporciona, como é?

Sei de fonte segura que um dos maiores receios dos homens é que a coisa não corresponda. Que na hora H o “dito cujo” não se porte à altura dos acontecimentos. E se o receio com uma mulher existe, com duas será a dobrar?

Toda a gente sabe que os homens só têm sangue para uma cabeça de cada vez. Ou seja, se pensam demasiado há mais probabilidades de falharem. E se falhar com uma - a legítima, por exemplo - já é mau, imaginem o stress que será conseguir falhar com duas de uma vez. É o “dois em um” que, mesmo em promoção, ninguém quer comprar!

Eles já imaginaram a cena milhares de vezes: estão em casa e chegam duas amigas troloró, rebebéu, pardais ao ninho. Nos filmes é sempre assim. E funciona sempre. Na vida real... tem dias.

Em conversa com amigos fico a saber que, apesar de pensarem amiúde na situação, têm um medo que se pelam que a coisa realmente aconteça. "O que fazer? Por onde começar? Começam elas? E depois, a qual me devo dirigir primeiro? E a outra vai ficar chateada? E se a legítima está ali no meio... tenho de começar por ela, certo? E depois será que ela afinal vai ficar chateada se terminar com a outra? E se...? Será...?"

Bom, no meio de tantas dúvidas e receios, o tal sangue, que só pode estar num sítio de cada vez, já foi todinho para o cérebro e já não há nada a fazer.

Há sonhos que nem sempre se podem realizar. Uns porque não conseguimos realizar e outros porque não conseguimos... como direi...? Elevar!

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Pink_butterfly 07.06.2010


    Acho que cada um sabe da sua vida, mas parece-me que as pessoas não
    devem estar juntas por condicionalismos de vária ordem. Quando se
    gosta, deve-se apostar na relação e ser criativo ao ponto de quebrar a
    rotina que mata o amor. Não é bom dar o outro como "certo" e nunca se
    mostrar totalmente submissa ou "agarrada". 


    A
    conquista tem que ser uma tarefa continuada. É comum as pessoas
    pensarem, quando casam, que vai ser uma vida em que a paixão vai estar
    sempre presente, o que não é verdade. A paixão é gostar de forma
    exacerbada de uma imagem do outro criada por nós ou contruida por ele.
    Quando nos confrontamos com a realidade do outro, que tem muitos
    defeitos (ex.: ressonar), se o aceitarmos mesmo assim, isso
    transforma-se em amor. É quase que meter alguém "em balanço" e ponderar
    se o saldo ainda fica positivo.



    Hoje em dia não há necessidade de ficar numa relação se não se quer. As
    pessoas podem ficar solteiras ou divorciar-se e fazer uma vida de
    conquista permanente, sem trair o outro. Mas essa procura constante da
    conquista no exterior, não terá a ver com a necessidade de promover a
    sua auto-estima por haver aí fragilidades? Ou uma forma de procurar no
    exterior estímulo quando não se tem competência para cria-lo
    internamente?...



    Neo-monogamia: não será uma forma de aceitar uma falta de respeito
    continuada pelas partes? não será uma forma encapuzada de manter a
    chama na vida pessoal que não se consegue encontrar com o outro? será
    que as pessoas desistiram de ser criativas e manter a chama nos seus
    relacionamentos? as pessoas estão assim tão viradas à inércia? será que
    as tendências actuais do facilitismo (que tanto se vê nos jovens de
    hoje, que não estão preparados para o empreendorismo), em todas as
    áreas da nossa vida, está a chegar aos relacionamentos também?


    Tenho muitas dúvidas...

    Image
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.