tsetse @ 13:54

Ter, 20/10/09

Ontem estava a ouvir algumas histórias sobre homens que planeiam ao mais pequeno pormenor vinganças, quando são trocados ou abandonados ou até quando são simplesmente criticados em público. Todas tinham quatro coisas em comum: requintes de malvadez, planeamento cuidado, dispêndio de muita energia nas acções e um protagonista masculino.

 

Não estou a dizer que não haja mulheres que se vinguem ou que embirrem com alguém até à exaustão. Não retiram é o mesmo prazer com o sofrimentos dos outros, são mais impulsivas e sinceras (vai, quase sempre, tudo à frente logo ali, quando as irritam) e não colocam tanta dedicação e requinte no cálculo da vingança. E eu até valorizo a dedicação e o requinte. Só não os aceito quando aplicados à maldade, em lugar de outras coisas mais produtivas, e muito menos quando estamos a falar de vinganças desnecessárias.

 

Alguém não querer passar o resto da vida convosco, não implica que vos queira prejudicar. Simplesmente, para o seu gosto, não são o que mais lhe convém. Se não vão lutar por mudar isso, então aceitem e sigam em frente. Por uma mulher vos trair, não têm que a humilhar. Decidam se querem melhorar a relação e diminuir a probabilidade de o mesmo voltar a acontecer ou se consideram o acto imperdoável e, portanto, querem terminar a relação. Se ela vos contrariou de outra forma qualquer ou vos humilhou em frente a alguém e acham isso condenável, expliquem-lhe o facto. Não precisam de despender tanta energia numa vingança maquiavélica, quando uma explicaçãozinha de cinco minutos tem um melhor efeito.

 

O que mais me faz confusão é o prazer que dá a estes homens fazer sofrer o outro. Como se isso fosse, de alguma forma, compensar o seu próprio sofrimento. No caminho, não aprendem nada com os erros que cometeram e que provocaram a tal situação e, por isso, vão continuar a cometê-los, e não usam a energia em algo muito mais importante: melhorar a sua vida para que os problemas diminuam ou, pelo menos, diminuam de importância.

 

Esse prazer que sentem na preparação da vingança é agridoce e só atrasa a vossa evolução. Para além de que não abona nada a vosso favor nem a favor do vosso futuro, que pode depender da pessoa em questão ou de alguém que lhe é próximo. E, como diz a nossa amiga TNT: "Portugal é uma varandinha".



Alexandre @ 09:48

Qui, 22/10/09

 

Pois... desculpa tsetse mas tenho mais tendencia a concordar com a Cigana. No entanto acho que estar a ser sexista como voces o estão é incorrecto. 
"Olho por olho torna todo o mundo cego" já dizia um dos maiores homens de sempre...
Este é o meu primeiro comentário neste blog. Só li ainda algumas coisas... preparem-se para ir levando com a minha critica, pois acho que ser radicalmente feminista é um erro só leva ao separatismo. Todos somos necessários uns aos outros e não existem tantos estereotipos como dizem.
As aparencias enganam e existe de tudo no mundo. Olhem para o próprio umbigo.

"Decidam se querem melhorar a relação e diminuir a probabilidade de o mesmo voltar a acontecer ou se consideram o acto imperdoável e, portanto, querem terminar a relação." O mesmo posso dizer sobre a traição masculina... troquem os papeis e vejam como as mulheres também caiem no erro da vingança.


tsetse @ 12:11

Qui, 22/10/09

 

Claro, a vingança é quase sempre perda de tempo, seja ela feminina ou masculina. Mas, quanto mais energia, tempo e dinheiro se investir nessa vingança, maior o desperdício.

Miúda-Mulher @ 21:34

Qui, 22/10/09

 

http://espacosperdidos.blogspot.com/2009/05/os-desgostos-de-amor.html (http://espacosperdidos.blogspot.com/2009/05/os-desgostos-de-amor.html) 
Alerta de plágio...


tsetse @ 22:58

Qui, 22/10/09

 

Obrigada Miúda-Mulher pelo alerta. Já deixei lá um comentário a pedir para colocarem um link para o original.

Anónimo @ 22:38

Sab, 24/10/09

 

Este é mais um daqueles post que prova como as autoras deste blog cada vez mais generalizam o mundo que conhecem e acham que aquele canto onde vivem é uma miniatura do mundo. Infelizmente este post parte logo de inicio de uma tese falsa e tudo o que é dito apenas demonstra mais a minha primeira afirmação. Como não quero que pensem que eu estou a apontar um erro que também cometo deixo aqui um link para a noticia de um estudo que demonstra que a tese defendida neste post é completamente falsa. É pena que este blog que tem posts tão bons depois tenha tantos destes pelo meio.


Fica o link (http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20090604120331AAIV1BK)



tsetse @ 12:52

Dom, 25/10/09

 

1º) O artigo fala sobre vingança em geral e dá exemplos como "rasgar roupa", que não parece que seja uma actividade que requeira "dedicação e requinte no cálculo da vingança".

2º) Não há informação sobre a amostra nem sobre os métodos utilizados. O teste foi feito no México e, se foi feito só com mexicanos, pode não se aplicar à sociedade portuguesa.

Rafeira @ 00:08

Qua, 28/10/09

 

Há tempos fui com o meu marido ao super , antes dele meter o carro no parque subterrâneo, pedi para me deixar à porta, para evitar andar até ao elevador para não perder tempo, pronto.
Já tinha um carrinho e dou de caras com um monitor de vigilância interna a focar o parque. Ninguém lá, só ele, com um ar feliz e consolado de mão no bolso numa de  arrumações.
Chegou ao pé de mim e eu disse-lhe, conseguiste pôr o super todo animado a ver-te nos monitores, para a próxima certifica-te que não estás a ser filmado, não precisas sorrir...nunca o tinha visto tão encavacado.
(Claro que ampliei ao máximo a ocorrência). 

Rafeira @ 00:51

Qui, 29/10/09

 


Palpitava-me que tinha trocado as patas, era para o de cima, sorry.
Não podem tirar daqui e pôr ali? Image


tsetse @ 14:39

Qui, 29/10/09

 

Não dá para mudar. Mas os leitores habituais vão perceber do que se trata.
Image

Carla @ 22:36

Qui, 29/10/09

 

Olá,


pela 1ª vez que aqui venho, não podia estar mais em desacordo. Até acredito que alguns homens sejam assim, mas caras amigas, vingança com requintes de malvadez, as que vejo mais, são no feminino e de que maneira! Os homens, regra geral, sofrem muuuuiiiitttttto mas passam para outra em 3 tempos! Sofrer dá muito trabalho! Muita chatice! E é um impedimento na vidinha deles! Quanto mais não seja o egoísmo que lhes é inato (e neste caso até acho que é benéfico) fá-los seguir em frente. Já nós, mulheres, separamo-nos e o que eu conheço de mulheres que pararam a vida delas no divórcio é uma coisa impressionante. Divorciaram-se mas continuam a viver os dramas com o ex-marido, as chatices, os problemas mais ou menos inventados, as tricas das namoradas deles, as conversetas com as ex-sogras e levam os dias a falar sempre no mesmo assunto! É sobretudo um espectáculo triste e duma pobreza mental impressionante.
Passar à frente é uma coisa muito positiva, por aquilo que vejo.


tsetse @ 14:57

Sex, 30/10/09

 

Olá Carla! Bem-vinda ao nosso blog, espero que volte sempre.

Image

Em relação ao seu texto, a minha opinião é que a Carla está a confundir "requintes de malvadez, planeamento cuidado, dispêndio de muita energia" com "embirrar com alguém até à exaustão" (expressão usada no meu post no contexto do comportamento de algumas mulheres).

Por exemplo, conhece casos de mulheres que esperem pelo dia do seu casamento para contar a todos os amigos e familiares que o noivo a traiu? Eu conheço dois casos de homens que o fizeram. (E sim conheço pessoas que estiveram nas duas cerimónias e foi em Portugal). E estas nem são as piores histórias, dentro do género macabro a que queria referir.

Francisco @ 18:23

Ter, 03/11/09

 

OK.

Resumindo:

As mulheres quando traiem (ver artigo anterior) planeiam friamente ao passo que os homens o fazem por "dá cá aquela palha".

Mas nas vinganças existem "requintes de malvadez masculina".

mensagem recebida.

Cara TseTse... com apenas 4 décadas já ví malvadez (ruindade) am ambos os géneros.
Não creio que se trate de algo que se possa "alocar" mais a mulheres e / ou a homens.

Diria antes... Existem pessoas bem formadas... e as outras.

Pedro Bom @ 08:17

Seg, 01/02/10

 

Isto das vinganças não é M nem F, falo por experiência própria, quando ainda por cima fiz tanto bem à dita senhora...
Conheço mais uns quantos casos assim, por isso, não tem a ver com ser de homem ou mulher, é de maus carácter em geral.

sooty @ 14:42

Sex, 04/11/11

 

sim e verdade. os homens planeiam tudo ao promenor. mas e kuantas mulheres é k nao se vingam dizendo coisas do genero: ah este gajo e um aporcaria na cama ou a coisa dele e minuscula e n a sabe usar, ou é um menino da mae, etc. ou kuantas mulheres e k n fazem akelas cenas (k se eu apanho uma a fazer me isso vais vale ela se esconder...) estupidas so p embaracar um homem a frentye d uma mulher ou dos amigos?? tsetse os teus textos sao muito bons e comopletos mas eskeces te de uma coisa primordial: nao fales so para o teu umbigo e nao generalizes so para o lado dos homens porke uma mulher enraivecida é pior k um touro em pamplona!!! os homens sao mais minuciosos, enkuanto k as mulheres fazem "mais espetaculo", só para chamarem a atencao

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D