Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Os desgostos e o tempo

Avatar do autor TNT, 06.07.09

Todos nós já ouvimos os conselhos “dá tempo ao tempo” ou “o tempo tudo cura” quando nos encontramos no meio de uma crise amorosa capaz de pôr os problemas do Médio Oriente a um cantinho. Claro que no meio dos bombardeamentos de emoções e lança-granadas de choros achamos que nunca nada se há-de resolver e que o Apocalipse e seus Cavaleiros amestrados se aproximam a galope e sem hesitações.

Creio que já toda a gente já passou por isto. E se não passou é porque tem 4 ou 5 anos ou viveu sempre no meio dos lobos nas estepes e nunca contactou com mais nenhum ser humano.

 

A verdade é que o tempo tudo cura no que respeita a estas coisas dos amores e desamores. O pior e mais difícil é ter de esperar pelo tempo.

O tempo é o nosso maior aliado nestas hecatombes. Mas como fazê-lo nosso aliado, quando ele nos parece o nosso pior inimigo? Quando os segundos parecem horas, os minutos anos e as horas uma eternidade?

Para alcançarmos o tempo que precisamos temos de ocupar o tempo que nos atormenta. Temos de distraí-lo e comprá-lo até ele ficar do nosso lado. Amigos, cigarros, prozac. Televisão, cinema – esse meu grande aliado – livros e computador. Bem sei que não apetece fazer nada em momento algum, apenas sofrer. E nem sequer temos força para contrariar essa astenia. Mas com o tempo acabamos por conseguir. E conseguimos de tal maneira que, ao fim de uns tempos, olhamos para trás e nem sequer nos lembramos bem das trombas do objecto do nosso sofrimento, nem da sua data de aniversário, nem de porra nenhuma que lhe diga respeito. Nadinha. Delete forever? Delete!

A quem está a passar por isto neste momento só lhes posso dizer que passa. Passa mesmo! Custa horrores, dói como o caraças, mas passa. E quando passa... nem damos por isso. Só mais tarde percebemos que realmente passou. O que é estranhíssimo e fantástico.

Este é um triunfo que só os sofredores experimentam. A sensação de vitória é algo de extenuante e haverá poucas sensações que lhe possam igualar.
 

TNT

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.