Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Mais um piquinho a azedo...

Avatar do autor TNT, 26.01.09

Vou eu muito bem num centro comercial, quando avisto um casalinho de vinte e muitos anos. Ele, bastante mais alto que ela, abraçava-a quase que a espreguiçar-se. Quando passo por eles oiço o macho do casal comentar o seguinte: “… aquilo ficava mesmo bem era com a minha camisa azul-bebé…”. Saí dali rapidamente antes que começasse a distribuir tabefe pelos dois.

Meus amigos… um homem não fala de roupa. E um homem, muito menos fala de conjugações de cores de roupa. Aliás, um homem à séria até devia ser daltónico. E o que é mais deprimente é ter de ouvir um homem dizer “azul-bebé”. Um homem não diz azul-bebé, não pode. Diz azul-claro, azul-escuro e até consigo admitir que diga azul forte. Mais do que isto e temos claramente um piquinho a azedo. E uma mulher que aceite mais do que isto, também deixa muito a desejar!

Que um tipo ligado às artes chame às cores de magenta e cyen, até aceito. Agora se me falam em rosa choque e azul-turquesa, tenham lá paciência! Já foram ultrapassados os limites da boa convivência heterossexual!

Eu já acho mal que homens heterossexuais falem de roupa, sapatos e coisinhas a condizer e mais não sei o quê. Quando a coisa chega às cores só consigo ter pensamentos violentos do estilo de lhes mandar com a cabeça à parede várias vezes ao dia, até aprenderem. Ou, pelo menos, um par de bofetadas todos os dias ao acordar. Pelo sim, pelo não. Só para garantir…
 

TNT

6 comentários

  • Imagem de perfil

    TNT 26.01.2009

    Deves estar enganado, caro Xico.
    Eu não luto pela igualdade entre os sexos. Isso é com a Tsetse. Acho que as pessoas são diferentes, os géneros são completamente opostos e não podemos nunca ser iguais. Na minha opinião. E conferenciar com um homem com quem partilho a minha vida sobre cremes e roupinhas... tenham paciência!
  • Sem imagem de perfil

    Diogo 26.01.2009

    Mas afinal o que é que tem de mal, que ainda não percebi. lol

    Não gostas pura e simplesmente? Para ti ele deixa de ser homem por isso?

    Que mesquinhice.
  • Imagem de perfil

    TNT 26.01.2009

    Não deixará de ser homem. Deixa é de ser homem para mim. Gosto mais de outros temas. E gosto que um homem me prefira ao guarda-roupa. Mas isso sou eu que devo ser mimada!
  • Sem imagem de perfil

    Diogo 26.01.2009

    Olha que eu prefiro futebol a política. E não é por isso que política é assunto proibido para mim.

    Queres ver que agora se eu falar de roupa com a minha namorada já gosto mais do guarda-roupa que dela?

    Uma coisa é dizeres que para ti um homem que fale de roupa deixa de ser homem. Por mais que te chame nomes feios, são os teus gostos e convicções e isso pouco muda numa pessoa. Agora esse argumento do "se falar de roupa comigo quer dizer que gosta mais da roupa que de mim" é ridículo.
  • Imagem de perfil

    TNT 27.01.2009

    Diogo,
    Com certeza que deves apanhar algumas mulheres ao longo da vida que gostem de te ouvir falar de roupa. Eu acho nauseante. Por isso, não percas as esperanças. Se calhar, sou eu que estou sozinha nesta ilha shallow free. E tenho 40 anos e nunca tive ninguém que me viesse com conversas de roupa vindas do nada. Nem que me dissesse que não há nada melhor do que escolher a farpela do dia e respectivos acessório, após a higiene pessoal. E ainda bem! Acho que lhe batia. Porque eu era capaz de arranjar num instantinho10 coisas mais interessantes para fazer e que dessem mais prazer. Mas isso sou eu que nem para as compras tenho paciência. Que nem experimento roupa nas lojas. Chego, olho, gosto e compro. Como, aliás, faço com tudo o resto na minha vida. Gosto e levo. Sem perder tempo.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.