Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Desculpe... foi engano!

Avatar do autor TNT, 28.04.08

Sabem aquelas saídas em que são só casais? E que um solteiro, ou temporariamente solteiro, se sente sempre um bocado deslocado?

Noutro dia assisti a uma cena hilariante. Ele, amuado com ela. Razão do amuo: Ele tinha ido sair com mais uns amigos (casais) e ela não foi porque estava chateada com ele e não lhe apetecia estar a fazer fretes. Repentinamente ele começa a dizer que foi uma situação meio constrangedora porque eram só casais e ele era o único desamparado - "estavam lá todos com os maridos e mulheres, e eu era o único desgarrado..." Armado em Calimero, portanto! Resposta dela que fez silenciar sepulcralmente a sala: "oh pá deixa-te disso... maridos e mulheres?? Deves estar a gozar comigo! O A anda a dormir com a B há que tempos; a C anda a dormir com várias letras; a mulher do A mesmo sabendo que ele anda a abrir, não se importa porque o quer como troféu; o D está-se nas tintas para a C... continuo, ou nem por isso? Ou seja, tu foste o único tipo honesto nessa saída. Estávamos chateados, fizemos um intervalo e foste sozinho!".

A verdade é que para a maioria das pessoas não é suficiente enganarem o cônjuge. Têm de tentar enganar todo o resto da aldeia para os autóctones ficarem com boa impressão deles. Para ninguém comentar. Para parecerem ser felizes. Que está tudo bem.

Andam todos enganados e a enganarem-se. Mas o pior e mais grave engano é aquele que se tenta convencer e arranjar justificações para comportamentos injustificáveis. O que se engana a si próprio e finge ser feliz quando se vê ao espelho.

TNT

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.