Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Machos Latinos? Yeah, right...

Avatar do autor TNT, 28.02.08

Ultimamente tenho ouvido cada vez com mais frequência queixas de mulheres em relação à performance sexual dos seus homens. Não sei se anda para aí uma nuvem negra inibidora da testosterona, se os homens andam a trabalhar muito, se andam a gastar energias noutros lugares ou se, pura e simplesmente, deixaram de querer. O que sei é que cada vez há mais mulheres mal comidas, o que nos dias que correm é quase uma heresia.

Chega-me às mãos este artigo, onde o fenómeno procura ser explicado. Aparentemente o vírus espalhou-se pelo mundo inteiro e não é só em partes lusas que a falta se faz sentir! Provavelmente, até fomos dos últimos a sofrer deste mal, como de resto, acontece com quase tudo...

Na minha opinião, o artigo é exuberantemente machista, sublinhando efusivamente e em pormenor as falhas das mulheres como papel de fêmeas que já não conseguem que o macho sucumba aos seus encantos. Desde a toma de medicamentos, até ao excesso de peso, todos os defeitos femininos são apontados.

Não percebo isto!

Então eles é que não correspondem e nós é que temos a culpa? Era só o que faltava! Andamos pela rua e temos magotes de gajos a meterem-se connosco e apenas o idiota que temos em casa é que não nos liga nenhuma e a culpa ainda por cima é nossa?? A culpa é nossa se eles têm ejaculação precoce? A culpa é nossa, se de repente e sem acontecimento nenhum aparente, eles deixam de nos tocar e afastam-se quando lhes tocamos? A culpa é nossa se de um momento para o outro, eles passam a dormir à pontinha da cama? Esta agora!

Provavelmente, aconteceu algo exterior que nos ultrapassa por completo e somos confrontadas com a inutilidade do espécime, adquirido uns tempos antes.

Quando os jantares românticos já não resultam, quando as massagens com óleos de não sei quê orientais já não funcionam, quando a farda de colegial ou de french maid deixou de causar furor, acho que já não há nada a fazer, a não ser rifá-los!

A conversa, o diálogo e mais o raio que os parta a todos, já não é aplicável a estas situações. Solução? Como qualquer electrodoméstico que deixou de funcionar lá em casa, o mais prudente é substituí-lo... E anda aí tanta coisa em promoção!

Abram os olhinhos e deixem de ser humilhadas por aqueles que julgam amar-vos.
Porque quem ama, deseja. E quem deseja, corresponde!

TNT

3 comentários

  • Imagem de perfil

    TNT 28.02.2008

    E citando-me:
    "Quando os jantares românticos já não resultam, quando as massagens com óleos de não sei quê orientais já não funcionam, quando a farda de colegial ou de french maid deixou de causar furor, acho que já não há nada a fazer, a não ser rifá-los!

    A conversa, o diálogo e mais o raio que os parta a todos, já não é aplicável a estas situações. Solução? Como qualquer electrodoméstico que deixou de funcionar lá em casa, o mais prudente é substituí-lo... E anda aí tanta coisa em promoção!"

    I rest my case...
  • Imagem de perfil

    Tiago Barros Rolo 28.02.2008

    No meu tempo:

    No meu tempo, enquanto houvesse arranjo para o "utensilio", não se deitava fora. Hoje em dia devido ao desenfriado consumismo, mesmo sem avariar deita-mos fora ou encostamos, porque queremos sempre o ultimo grito. Se calhar são voces mulheres tao descartaveis e futeis que depois fazem aparecer e citando "... homens que não prestam para nada, que são de durabilidade e consistência a prazo, e têm a etiqueta tão escondida, minúscula até, que só passados uns tempos é que se consegue perceber a bela aquisição. São cheios de bom aspecto mas depois é tudo de plástico. Muito bem intencionados mas depois o reservatório fica vazio num instante. Não há peças de substituição porque é tudo tão rasca que como se sabe, o melhor é sempre adquirir outro. Até as pilhas são made in taiwan, ou seja, não há recarregamento de energias."
    Mas esta descrição não é mais do que a vossa imagem reflectida, e citando "Mulheres e os homens são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. por norma nunca tentamos alcançar as boas as melhores, porque temos medo de cair e magoar. Preferimos alcançar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, nao estão erradas... Elas têm é que esperar um pouco mais para o homem ou mulher certos chegarem, aqueles que são suficientemente valentes para escalar até o topo da árvore."
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.