tsetse @ 14:34

Seg, 18/02/08

Dizia-me um amigo que uma determinada ex-namorada dele era o supra-sumo nas artes sexuais e que jamais encontraria alguém com quem se desse tão bem na intimidade. A história não teria nada de especial não fosse o caso da referida ter sido também ex-namorada de outro conhecido meu, passados dois anos. Este classificava-a como enfadonha e pouco apelativa nas mesmas artes. Tendo em conta que ambos são experientes e minimamente inteligentes, a questão é no mínimo intrigante.

Já todos ouvimos dizer que sentimos mais química por umas pessoas do que por outras, mas penso que este caso ultrapassa uma simples equação. Uma pessoa pode ficar mais animada por sentir mais química pelo parceiro, mas não passa de bomba a aborrecida só por causa disso! Tem que haver mais factores diferenciais e eu diria que só podem ter a ver com o facto da tal rapariga se sentir mais desinibida e segura com o primeiro interlocutor.

O que levanta as seguintes questões:
1. Quantas pessoas haverão por aí com limitações semelhantes e com uma vida íntima menos interessante, pela simples razão de não conhecerem uma alternativa?
2. Saberão os seus parceiros que podem estar a causar essas limitações?

Para pensar, solucionar e aplicar a solução em casa.

Tsetse



gomesh @ 16:01

Seg, 18/02/08

 

Um ponto muito interessante... quase que põe em causa a monogamia...

Agora a sério... parece-me mais falta de diálogo... cada vez mais damos valor (felizmente a meu ver) à intimidade vivida entre casais e finalmente as pessoas admitem que o amor por si só não é suficiente para termos uma relação duradoura e estável (pelo menos uma monógama ...)

Nada como uma conversa tipo "gosto disto, não gosto daquilo, vamos experimentar isto..."

Se as pessoas não conhecem alternativa... deveriam procurá-la... já não vivemos em épocas onde as pessoas esperam ter apenas um parceiro sexual na vida. E a experiência adquirida só ajuda quando encontramos a nossa alma gémea. recomenda aos teus amigos que leiam este blog... de certeza que abririam os olhos e aprenderiam algumas coisas... afinal aprendemos algo de novo todos os dias...


tsetse @ 16:20

Seg, 18/02/08

 

No caso desta história, o rapaz que a acha uma bomba namorou com ela uns dois anos antes do outro. Ou seja, não foi um caso de "aquisição de experiência"...

De qualquer forma, tens razão, Gomesh. E isso também dá que pensar.

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds