Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Os Motéis e a Virtude

Avatar do autor TNT, 29.10.07

Contava-me um amigo, uma história mirabolante que não posso deixar de partilhar. Perdoem-me os intervenientes, mas nem sequer os conheço! Azarito!

Falava-se de motéis – daqueles com espelhos, cadeiras, camas redondas e jacuzzi – quando ele me conta a história que se passou numa conversa similar entre um grupo de amigos, dentre eles, um casal sui generis. Ele, o maior engatatão da história, infiel a torto e a direito e gabarola, ela muito apagada e metida num cantinho... Cenário montado? Estão a ver o filme? Então vamos a isto!

Pelos vistos e no meio da conversa de motéis com as características referidas, a rapariga atira com uma bomba: “Ah sim, sim... Aquele ali em Albarraque...?”

O dito namorado, à beira de uma apoplexia, olha com ar de censura para a donzela praticamente virgem e interroga-a com laivos pidescos, como é que ela conhecia Albarraque, escusando-se a entrar em mais pormenores por causa da presença dos amigos que já o gozavam à farta... A rapariga lá disfarçou, sempre com um ar muito inocente e incrédulo das acusações veladas, e a converseta da cobrança ficou por ali... Os amigos, tão manhosos como o dito, ficaram a comentar o calibre da menina e acima de tudo, o ar de incredulidade do visado...

E comento eu... “Havia de ser comigo... levava logo ali com um comentário que nunca mais se atrevia a humilhar-me! Que tinha lá passado uma tarde maravilhosa e quando ele quisesse, podíamos ir experimentar porque valia mesmo a pena! Calava-se ele e os amigos... era limpinho!”

A verdade é que os homens acham muito giro falarem das suas conquistas e das loucuras que fazem (ou que imaginam que fazem) com elas. Mas se uma mulher se chega à frente e se documenta com pergaminhos e respectivas localizações, é logo uma devassa e responsável pelo aumento de fluxo das urgências cardiovasculares do Santa Maria!

Os machos lusitanos – não, não estou só a falar dos cavalos – não conseguem conceber que se pode gostar de variar, sem se ser a rameira mais conhecida da zona. Para eles, todas as mulheres são putas, à excepção das santas mãezinhas que só prevaricaram para a divina concepção das suas pessoas, as santas irmãzinhas que serão virgens até casar pela igreja e por fim, as santas mulherzinhas que nunca conheceram nem conhecerão outro homem para além deles.

É como eu costumo dizer... anda meio mundo a enganar o outro meio!

TNT

4 comentários

  • Imagem de perfil

    TNT 30.10.2007

    São aos molhos! Resmas! Paletes deles!
    E os vintinhos então, são os campeões da gabarolice e falsa moralidade...
  • Sem imagem de perfil

    Miguel 30.10.2007

    Dou razão ao MGP num aspecto. Se as mulheres estão a tornar-se nos homens modernos quanto às atitudes, estamos mal. Mas se lhes chamamos nomes, então convém não esquecer que para cada feminino há um masculino. E aí dou razão à TNT.
    Quanto à Tasha: o problema das generalizações é que cabe dentro do mesmo saco o bom, o mau e o vilão. É verdade que muitos, imensos homens têm na verborreia a sua pior característica. E muitas vezes até é mentira a história do engate fabuloso que estão a contar. Mas imginar que esse epíteto encaixa nos homens todos, então, Deus nos valha, diz-me com quem andas. Não conheces um único que seja discreto? Temos pena. Zanguei-me com uma namorada porque ela se gabou de me andar a comer. E isto é pura verdade.
  • Sem imagem de perfil

    Tasha 02.11.2007

    Talvez já seja um bocadinho tarde para a resposta, mas mesmo assim...
    Não dizia que os homens são todos iguais! Veja, eu, mais que muita gente, acho ridículo generalizar, talvez por tantas vezes ser vítima dessa generalização (sou brasileira). Só perguntava quantos dos comentários seriam sinceros. Mais ainda, mesmo sendo sinceros, e justamente por isso, quantos não teriam posto a mão na consciência e pensado: ' puxa, eu já fiz isso... não notei que era mesmo mau...'
    Não era para desprestigiar ninguém, nem apontar o dedo. Porque não posso. Não sou perfeita. Ninguém é. Mas eu tenho consciência disso...
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.