Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

O Cantinho do Inimigo 7

Avatar do autor o_inimigo, 26.10.07

Cuidado com elas

Penso que não será surpresa para ninguém quando digo que as mulheres não são muito de se fiar…
São predadoras na sua forma de actuar, e aliando uma frieza e calculismo desmedidos, tornam-se extremamente eficazes no campo de batalha, e implacáveis quando chega a altura de espezinhar o seu alvo predilecto: O ego masculino.
Desengane-se aquele, que pensa que pela pouca dimensão do desafio que por vezes lhes damos, elas se pouparão a esforços nos seus intentos.

Bom… talvez esteja a entrar em pleonasmos desnecessários, e como tal irei colocar o “porquê” deste meu ponto de vista sob a forma de uma conclusão que tirei há algum tempo atrás, quando me demorei um pouco mais por um dos meus sofás, a assistir a uma qualquer série televisiva que, a meu ver, tentava passar uma mensagem de alerta para um perigo que correm os marialvas lusitanos (e não só…), e que creio ter passado despercebida…

A cena que vos vou dar a conhecer, retrata uma das mais comuns fontes de discussão entre casais, e que apesar da banalidade da mesma, dá a conhecer a verdadeira forma das criaturas femininas quando encurraladas e sem argumentos...

…o casal discutia sobre quem deveria levar o lixo à rua naquela noite.

Imagine-se então o seguinte cenário:

A arena estava montada, e os dois adversários debatiam-se ferozmente convictos da sua razão.
Mas a vantagem recaía sobre o gladiador azul (chamemos-lhe assim…) devido às fortes estocadas que deferia sobre o gladiador rosa (e porque não…), plenos de razão e fortemente argumentados com factos indeléveis.
Ao seu invés, o gladiador rosa, e perante tal desvantagem técnica, apenas esgrimava tímidos ataques ao seu adversário, que eram facilmente contra-atacados pelo mesmo…
A vitória sorria ao gladiador azul, que sorria de volta para o seu adversário enquanto este pateticamente se tentava levantar do chão ensanguentado (…) quando de repente, vindo do nada e completamente fora de contexto, o gladiador rosa desembainha o seguinte argumento, que passo a citar:

-…e eu não tenho culpa que a tua mãe te mimasse demais em pequeno porque tinhas a pilinha pequena… – Fim de citação.

                    …ZÁÁÁSSS, a cabeça do gladiador azul rola pelo chão…

O público feminino rebenta em êxtase na bancada rosa, na bancada azul o estarrecimento e a indignação imperam nos semblantes masculinos enquanto se observa, com uma expressão de horror, o corpo decapitado do gladiador azul avançando penosamente em direcção ao Ecoponto mais próximo…Meu Deus, que bestialidade!!!
Tudo frio, tudo calculado, tudo implacavelmente executado, resumindo: Os fins justificam os meios.

Pois é meus amigos, nós homens temos cometido um grave erro…
Ingratamente, bons rapazes têm sido degolados, e acredito que muitas vidas continuarão a ser ceifadas por tal estratégia, a menos que, nos preparemos para o embate.
Nos inícios de relação, nós homens, temos o (inocente) hábito de dar a conhecer às tímidas donzelas, receios, anseios, episódios constrangedores e afins, que sacramente guardámos para nós até àquela data, com o intuito de lhes mostrar o quanto confiamos nelas, o quanto gostamos delas, o quanto são merecedoras do nosso coração ou simplesmente para as meter na mesma alcova que nós.

NUNCA COMETAM TAL ERRO…

Ao contrário da opinião generalizada entre as camadas masculinas, elas não guardam estes artefactos no melhor mostruário que os seus corações têm…
Na verdade, este tipo de objecto é trabalhado, moldado, afiado e guardado num armeiro que se encontra no mais recolhido, obscuro e tenebroso lugar das suas alminhas, para um dia nos ser esfregado na cara, e se possível com audiência para que o achincalhamento seja completo e total.

Portanto fica o conselho deste vosso camarada, caros irmãos:

A vossa vida só começou a ser escrita a partir do dia em que conheceram essa moça que vos acompanha neste momento, seja ela a 1ª, 2ª ou a 10ª da vossa lista…antes dela, são páginas e páginas em branco, sem absolutamente nada gravado, a não ser alguma informação que vos identifique, tipo aquela expressa no B.I….e nada mais, senão arriscam-se a que vos seja cortada a cabeça…ou algo pior.

Depois não se queixem…


P.S. Se alguém duvidar dos fundamentos da minha exposição, da veracidade dos factos aqui descritos, ou de onde fui eu desencantar tal cabala, peço que prestem atenção na ilustração que está no canto superior esquerdo da página deste blog (sim, aquela pequena t-shirt) …e cada um tire as suas conclusões.

(enviado por Hailstorm a.k.a Inocêncio da Silva)

42 comentários

Comentar post

Pág. 1/2