Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Boys don't cry...?

Avatar do autor TNT, 29.07.07

Noutro dia em conversa com amigas oiço o seguinte comentário "... vê bem como ele ficou, até chorou..." como se fosse uma façanha épica. Se uma mulher chora, é normal. Se um homem chora, é porque está a sofrer anormalmente e a morrer de desgosto de amor...

Confesso que ao longo da minha vida tenho visto mais homens a chorar por alegados desgostos de amor, do que mulheres. Não lhes dou créditos nenhuns por chorarem, por choramingarem, por se lamentarem ou martirizarem. A mim não me comovem, nem demovem, lamento...

Até porque, como já referi noutro post, os desgostos de amor dos homens, têm uma duração duvidosa.

Há uns anos atrás fiz uma experiência com um rapazinho que estava com um tal desgosto, que nem comia, o desgraçado. Emagreceu não sei quantos quilos, chorava pelos cantos e estava capaz de se abandonar à desgraça, quando o desafiei para um declarado embrulhanço. Passado menos de uma hora, já não havia desgosto para ninguém e ao fim de uns dias, jurava-me amor eterno! Ainda privámos uns tempos e suponho que hoje em dia deve andar a amar eternamente outra pessoa!

Na minha opinião, os homens choram e prostram-se aos nossos pés porque dentro daquelas cabeças tortuosas julgam que todas nos derretemos e rendemos ao vermos as criaturas naquele estado deplorável.

Uns choram porque fizeram disparates e querem mostrar-se arrependidos, outros choram porque nos querem conquistar e tudo o resto já falhou, outros choram para se mostrarem dotados de sentimentos e ainda há os que têm terror de andar novamente à caça e que por isso não se podem dar ao luxo de nos perderem...

Lágrimas masculinas são lágrimas de crocodilo. E na minha opinião, todos os crocodilos deviam ser convertidos em sapatinhos e carteiras...

TNT

3 comentários

  • Imagem de perfil

    TNT 30.07.2007

    Como é óbvio aqui fala-se sempre da generalidade. Há excepções, que as há!
    Mas de uma forma geral, é dada uma importância demasiado grande à lágrima masculina... E na maioria das vezes, cheira a tanga a milhas!
  • Sem imagem de perfil

    Anikin 06.08.2007

    Finalmente vejo-te falar em excepções. Andava à uns posts assustado a pensar que as tuas verdades eram absolutas... ;)

    ...e por outro lado eu podia dizer que a lágrima feminina, não sendo necessariamente de reptilário, por vezes é demasiado fácil: a fêmea chora pelo amor perdido como podia chorar por um filme lamechas ou por um gatinho abandonado (pelo qual não faz nada). E passados um par de dias está miraculosamente curada!

    Claro que há excepções... pois...
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.