Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

As Time Goes By...

Avatar do autor TNT, 21.06.07

Em conversa com amigos, interrogamo-nos quais os tempos politicamente correctos entre o conhecimento, o beijo, os amassos e finalmente o sexo. Devo dizer-vos que não chegámos a conclusão nenhuma, mas ainda nos rimos a valer com as gritantes diferenças e o generation gap.

Percebemos, no entanto, que quando somos mais novos a coisa demora mais entre o beijo e o sexo ao contrário dos mais velhos. E que os mais velhos demoram mais entre o conhecimento e o beijo, mas depois é sempre a abrir, ao contrário dos mais novos que ficam ali a engonhar.

Fazendo bem as contas, acabamos por demorar os mesmos tempos. Demoramo-nos é em etapas distintas. A avaliação do risco é diferente.

Num jantar com amigas trintonas sai a seguinte bomba: “... eh pá, lá tive de me embrulhar com ele... já não temos idade para andar aos beijinhos, não é?... é esperável que saltemos logo para o step 3... mas pronto, lá dei uma abébia... também olha, que se lixe...”

Então afinal qual é o tempo social e politicamente correcto para o salto para a espinha? Quanto tempo nos devemos demorar em cada etapa?

Os mais novos têm o pudor de serem conotados como fáceis.
Os mais velhos não têm pudor. Foi-se com a idade e há pouco tempo a perder com coisinhas...
Os mais velhos têm medo de se meterem em alhadas. Muitos anos a virar frangos...
Os novinhos pelam-se por uma boa confusão! Saltam para o beijo logo a seguir ao conhecimento que é um mimo...!

O comportamento considerado “devasso” até aos 25/29, passa a ser normal a partir dos 30!
O comportamento considerado “decente” até aos 25/29, passa a ser anormal a partir dos 30!

Ora, havendo esta confusão toda de valores, e que depois ainda sofrem as variáveis geográficas e culturais, eu diria que o melhor é ser sempre devassa!
Sempre satisfeitinha, de barriguinha cheia, boa disposição e sorriso estampado na cara!

Pelo sim pelo não, antes comida, do que com uma lariquita... que a fome nunca trouxe alegria a ninguém!

TNT

3 comentários

  • Imagem de perfil

    TNT 25.06.2007

    Mas tens de convir que há pessoas que nunca vão passar de "bons momentos". Não se pode nem se deve amar toda a gente. Há gente que é para o que é!
    Dar amor a todas é promiscuidade da alma...
  • Sem imagem de perfil

    Kore 25.06.2007

    Concordo, não disse que não Só disse que a «intransigência» e «relação» são duas coisas que normalmente não andam de mãos dadas.

    Agora um bom momento, só é realmente um bom momento, se for partilhado - else, seria o mesmo que ir à boneca insuflável - dispenso

    Go with the flow, either for a good moment, or for a good partnership - go with the flow. When the time comes to get out, if it comes, you'll know it.

    Cheers,
    Kore
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.