Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Mente-me querido... Mente-me que eu gosto!

Avatar do autor TNT, 07.03.07

Como já expliquei em posts anteriores, a minha experiência com galdérios é vasta. E as tangas que já ouvi dão para encher o Muro das Lamentações. De uma ponta à outra. Pela ordem que se quiser: alfabética, numérica ou de importância. Perguntam-me com frequência: “mas o que é que ele disse?...” As respostas dão sempre para nos rebolarmos a rir durante um bom bocado.

A pedido de várias famílias aqui vão algumas descrições de tangas, de quando eles julgam que estão a enganar-nos:

Os Desastrados - Sempre que repitam uma pergunta nossa.
Nós: “Porque é que não foste logo ter com o Pedro?”
Eles: “Porque é que não fui logo ter com o Pedro?... Então...”
TANGA!! Estão a ganhar tempo. Estão a mentir. Estiveram a fazer alguma coisa que não querem que saibamos!

Os Declamadores - Sempre que derem uma explicação muito extensa.
Nós: “Então o Miguel, tava bom?”
Eles: “Sabes lá!... Cheguei lá e ele ainda não tinha chegado. Acabei por ir ao multibanco pagar a TVCabo. Depois aproveitei e tomei um café, naquela tasca lá ao pé, sabes? Tão mau, tão mau... nunca mais! Ah sim... o Miguel tá bom, sei lá, olha, tá na mesma...”
TANGA!! Tanta explicação quando a resposta era tão simples. Os homens não gostam muito de conversa de chacha. Quando se esticam é porque estão a mentir. Estiveram noutro sítio qualquer com alguém que não se chama Miguel...

Os Generosos - Sempre que nos quiserem poupar.
Nós: “Então que tal correu a noitada ontem?”
Eles: “Complicadíssima. Nem te vou chatear com esta conversa. Há coisas que nem vale a pena perder tempo...”
TANGA!! Os homens não têm este tipo de preocupações. Se nos querem poupar a chatices é porque ainda não tiveram tempo para arranjar uma tanga convincente. Ainda estão desvairados com a noite anterior e os (poucos) neurónios não voltaram ao lugar.

Os Enguias - Quando fogem ao assunto.
Exemplo (ao telefone):
Nós: “Então sempre nos vemos hoje?”
Eles: “Ai... Espera aí, espera aí... Estou aqui a sair do carro. Que raio, mais a gabardine e o portátil e o telemóvel. Olha, deixa-me só aqui tratar disto e já te ligo, ok?”
TANGA!! Já têm outras coisas combinadas ou têm-nos em stand-by. Querem ganhar tempo para verem o que decidem. Off with their heads!

Os FDP – Quando já estão com outra pessoa.
Exemplo (ao telefone):
Nós: “Então querido, já chegaste? Como está o tempo por aí?”
Eles: “Tá imenso frio, nem imaginas, já estou a ficar constipado. Aliás tenho de voltar lá para dentro porque estou a ficar gelado. Estou à espera das malas, só vim cá fora ligar-te. Depois ligo-te mais tarde...”
TANGA!! Estão com alguém que não querem que oiça o telefonema. Se estivessem sozinhos ou com colegas de trabalho, podiam ligar do interior do aeroporto. Estes são mesmo para despachar!

Espero que ao lerem isto, os homens comecem a aperfeiçoar as cantigas do bandido, porque estas acabaram de ficar conhecidas! E as mulheres não entrem todas em parafuso com as conversas deles. Porque nem todos são assim.

Os meus é que são...

TNT

P.S.: Agradecimentos a todos quantos passaram pela minha vida contribuindo para o desenvolvimento deste post, especialmente ao CN, ZP, RR, TZ... Sem vocês, nada disto teria sido possível!

24 comentários

Comentar post