Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Quem tem medo de bom sexo?

Avatar do autor convidado, 09.02.07

Ao ler um artigo técnico de psicologia, deparei com a seguinte teoria:

Muitas pessoas, na realidade, não querem bom sexo.

Boas experiências sexuais podem ser emocionalmente exigentes e há quem prefira uma vivência mais confortável. A luxúria sexual exige também o confronto com uma série de preocupações: aproximação emocional ao parceiro (que pode implicar abrir portas para novas exigências); medo de rejeição num momento vulnerável; etc. Ou seja, o bom sexo requer tolerância à ansiedade.

Mas eu tenho mais uma teoria (empírica, mas é o que temos...):

Muitas pessoas não querem ter trabalho para obter bom sexo.

Seja porque nunca tiveram uma experiência realmente boa, seja porque acham que a parceira não é exigente ("Ah e tal, esta tipa está caídinha. Come gato por lebre") ou por puro egoísmo, a verdade é que anda por aí muita gente que não se esforça. Contentam-se com sexo mediano, que "já dá para o gasto".

Se ambas as partes se contentarem com o mediano, teremos um casalito amorfo. Se a outra parte perceber que há mais do que aquilo, aí a coisa pode ficar mais complicada. Se ela tiver uma baixa auto-estima ou estiver desesperada, até pode decidir viver uma mentira. Se não... ala que se faz tarde, que, de onde isto veio, há mais!

Bee

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    v 13.02.2007

    Custa-me ter que ser eu a dizer isto, porque custa, mas... se achas que a "luxúria corre solta" e que "nasce connosco", provavelmente és um dos que se contenta com sexo normal. Provavelmente, achas que isso é "bom sexo", pois não conheces melhor...
  • Imagem de perfil

    TNT 13.02.2007

    Pois eu também acho que está connosco. Às vezes encontra-se é adormecida. Há pessoas que têm a capacidade de a despertar, há outras que nos inibem e que nunca vão ter oportunidade de a experimentar.
    Porém, acho que todos (ou quase) temos a luxúria latente, que se manifesta de acordo com as circunstâncias. E que às vezes até a nós próprios, nos surpreende!
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.