Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Os fins e o acordo pré-nupcial

Avatar do autor tsetse, 09.01.07

O final de uma relação é normalmente uma maçada. Mas há finais piores que outros. Há uns que provocam muito choro e saudade, há outros que é só chatices e coisas para esquecer, outros ainda, que passam quase despercebidos.

Os tipos de fins mais comuns são:

1. Não o posso nem ver!
São os casos sobre os quais nem gostamos de falar... Normalmente, ocorrem quando descobrimos no outro alguma característica que não suportamos ou quando este faz algo imperdoável. Muitas vezes, implica sentimentos de perda de várias coisas, principalmente de tempo.

2. Ala que se faz tarde!
Ocorre, por exemplo, quando já não o queremos por perto. Estamos cansadas. As razões mais comuns são: companhia do parceiro pouco interessante ou paixão por outra pessoa.

3. Amigos para sempre!
Gostamos muito da pessoa, mas não dá. Temos tanto respeito pelo outro que a amizade fica. Esta é a minha modalidade preferida.

4. Até qualquer dia!
Acabamos por uma razão ou outra. Mas é bom demais para não voltar a ter. Normalmente, ocorre em relações curtas.

5. As desgraças previstas!
Estas são as piores. Sabemos que vai correr mal e acabar pior, mas não conseguimos resistir. Desde o início que sofremos com a antecipação do fim. Normalmente, são resultado de paixões avassaladoras.

6. Os filmes de terror!
Casos em que o parceiro não aceita bem o fim e decide perseguir, chantagear ou infernizar a nossa vida.

Eu acho que devia haver uma forma de controlar isto. Logo no início, assinava-se um acordo tipo pré-nupcial onde ficava acordado como seria o fim. "Ah e tal, no fim quero distância, liberdade e respeito sempre que me vires. Assina aí na linha tracejada..."

Tsetse

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.