Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Será que ele vai mudar?

Avatar do autor tsetse, 12.10.06

Se há uma característica mais comum às mulheres do que aos homens é a capacidade de acreditar que são as tais que vão mudar o parceiro. O homem pode ter tido dez namoradas e ter traído as dez, que a décima primeira vai ser tentada a achar que com ela vai ser diferente.

Mesmo que a mudança pretendida seja menos radical (tipo, "eu vou fazer com que ele tenha vontade de ficar mais em casa") e o resultado seja positivo, coloca-se outra questão: será que ela vai gostar dele, depois? Porque, na realidade, ela apaixonou-se por ele quando ele tinha, por exemplo, uma atitude confiante e umas conversas divertidas. E isso pode não se manter depois da metamorfose.

Isto levanta duas questões:
1. O que nos leva a achar que podemos ser melhores (ou mais sortudas) que as outras todas?
2. Porque queremos melhorar o que já gostamos?

A resposta à primeira só pode ser fé.
(Ou, em alguns casos, demasiada confiança nas suas capacidades.)

A segunda questão é mais complicada...
Na realidade, mudar uma pessoas em certos pontos, tem implicações noutras áreas e é de facto muito arriscado. Mas o problema começa no facto de nem sempre nos apaixonarmos pela pessoa certa ("o amor tem razões que a própria razão desconhece"). E continua com o facto de alguns homens não quererem ceder por iniciativa própria. Enquanto a mulher é capaz de mudar de bom grado uma série de coisas, para se aproximar do homem, o homem é mais distraído (ou, pelo menos, finge ser). Ou seja, nós queremos mudar o homem porque ele não tem o bom senso de o fazer.

Tsetse

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.