Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Interno Feminino

Divagações e reflexões do mundo no feminino. Não recomendado a menores de idade ou a pessoas susceptíveis.

Tattoo? Qual Tattoo?

Avatar do autor TNT, 08.09.06

Ao ler as gordas das revistas cor-de-rosa vejo que Elsa Raposo, uma rapariga mamalhuda que faz não sei muito bem o quê, e anda não sei muito bem com quem, foi submetida a uma intervenção cirúrgica para remover o nome tatuado de um amado qualquer, que neste momento parece já não fazer parte da vida da dita criatura.

Na sequência desta notícia de óbvio interesse nacional, as redacções fizeram os seus trabalhos de pesquisa e fazem-nos saber que já houve outras criaturas a passar pelo mesmo.

O que eu acho é que esta gente devia ir toda para a CERCI. Têm dificuldades de aprendizagem? Precisam de ensino especial? Não percebem que uma tattoo é para sempre?

Quando se faz uma tatuagem temos de ter a noção da intemporalidade. Se querem picar-se e sentir dor, pelo menos que seja por alguém que valha a pena e que dure mais de três dias nas nossas vidas. Tipo pais ou filhos. Agora gajos e gajas?? Por favor!!!

O melhor é fazerem daquelas tattoos temporárias que duram o que duram, tal como as relações. Se a relação durar mais, faz-se o reforço da tattoo e dos votos da união. Se não, partimos para outra relação e outra temp tattoo.

Simples, certo?

TNT

2 comentários

Comentar post