tsetse @ 00:09

Sab, 08/01/11

É muito comum ouvir histórias de mulheres que enfeitiçaram homens e os fizeram fazer coisas que eles nunca teriam feito, se a dita bruxa não tivesse aparecido.

 

As histórias são muitas. As mais comuns envolvem mulheres traídas que não atribuem culpas ao tonto do ex, que não se soube controlar, perante tanta beleza que há no mundo, ou a elas próprias, que nunca tiveram energia ou paciência para melhorar a relação.

 

Não, a razão tem que ser de algo mais transcendental. E o mais fácil é colocar as culpas numa bruxa, que por acaso nem as conhecia, que apareceu das brumas e enfeitiçou o coitado. Já quando o caso é ao contrário, é diferente. A culpa raramente é do outro, é da bruxa da ex, que enfeitiçou o outro e o fez cometer adultério. Dois pesos e duas medidas que me começam a irritar.

 

Se, por exemplo, o caso é de duas pessoas comprometidas do mesmo grupo de amigos que se apaixonaram e que acaba descoberto, quem é expulso do grupo? Dos casos que eu conheço, sempre a mulher. Porque a bruxa é a culpada, claro.

 

Se duas pessoas trocam um olhar menos correcto, de quem é a culpa? Dos dois, diria eu. Da mulher, diria a maior parte da pessoas que eu conheço. Ficaria rica se ganhasse 50 euros por cada vez que ouvi um homem a fazer-se de vítima em situações que era óbvio serem recíprocas.

 

Os homens podem escorregar, pecar e arrepender-se no fim. As mulheres, quando fazem o mesmo, são afastadas.

 

O que me faz mais confusão em todas estas histórias é como os bananas dos homens destas histórias permitem que isto aconteça, só para fugirem às responsabilidades, e não dão um passo à frente para admitir a sua parte. Na maior parte dos casos, preferem acreditar na culpa da mulher, para não terem que avaliar o seu próprio comportamento ou, pior, terem que ficar com peso na consciência.

 

Mas, lá está, é mais fácil deixar uma mulher a arder, principalmente quando todos estão habituados a fazê-lo, do que ter que admitir que não somos perfeitos.

 

Serão resquícios da inquisição?




convidado @ 23:43

Seg, 10/11/08

Não digo que todas as mulheres o façam, mas que há quem o faça, há...

1. Fresco acordar
O que a maior parte dos homens não sonha é que muitas mulheres se arranjam antes de acordar. Tentam acordar mais cedo, vão à casa de banho para lavar os dentes, pentear-se ou até fazer uma maquilhagem discreta. Depois, voltam para a cama e levantam-se frescas que nem uma alface. Acontece mais no início das relações ou nos "one-night stand", quando elas ainda têm esperança que eles não venham a descobrir que elas são humanas.

2. Optimismo pouco elegante
Outra coisa que os homens provavelmente não sabem é que metade das mulheres compra roupa no número abaixo do seu, como incentivo para emagrecer. Por isso, quando virem uma rapariga gordinha com roupas apertadas, não quer dizer que ela seja descuidada. Apenas quer dizer que é optimista e quer emagrecer rapidamente.

3. Ginástica pélvica
Outra coisa que não devem imaginar é que muitas mulheres praticam exercícios na zona pélvica enquanto estão em filas, transportes públicos ou até na rua. Fazem-no discretamente, sem ninguém ver e aproveitam assim o tempo morto para melhorar a sua futura sexualidade.

4. Compras assistidas
Mesmo que não o admitam, a maior parte das mulheres gosta de escolher a roupa da sua cara metade. Umas admitem, vão com eles às compras e escolhem o que lhes fica melhor; outras vão às compras, fingem não estar a prestar atenção, mas utilizam as "frases de emergência", caso seja necessário; e as restantes deixam-nos ir às compras sozinhos, mas depois usam vários subterfúgios para os fazer usar o que elas realmente gostam. As "frases de emergência" mais usadas são: "é um bocado gay", para as peças mais pirosas; "o teu pai não tem uma igual?", para as peças fora de moda; e "faz-te parecer mais gordo/baixo/magro" nos outros casos.

Bee




TNT @ 23:40

Ter, 20/03/07

Sou um bocadinho inconstante, como os caros leitores já devem ter percebido.
Como qualquer mulher que se preze, tenho oscilações de humor, de vontades e de disposição. Vou no entanto desvendar um segredo: estas oscilações ocorrem de acordo com estímulos exteriores.

Quando eles nos perguntam: “O que é que tens?” e nós respondemos “Nada...” queremos realmente dizer, “...Ó meu ganda palhaço, não sabes o que fizeste? Ficaste de ligar para irmos ao cinema e nem ligaste, nem justificaste, nem te lembras, nem coisa nenhuma... Palhaço!...” Isto é o que nada quer dizer.

No meu caso pessoal, quando sou bem tratada, lembrada, mimada, pela pessoa que me interessa, fico disponível, bem-disposta, pronta. Caso isso não aconteça, começo a achar que os outros meninos (vidé post Homens em Banho-Maria) ganham vida. Até porque esses, de uma forma ou outra dão sempre uma mãozinha aqui e ali.

Nós até queremos que “aquela” pessoa nos mime. Queremos... Para sermos umas meninas lindas e nos portarmos bem. Mas, grandes malandros, de vez em quando esquecem-se que nós existimos. No entanto o universo e a lei das compensações, acabam sempre por actuar. Quanto menos nos ligam de um lado, mais disponibilidade temos para nos mimarem de outro. E se repararem, isso acontece sempre!

Não podemos é andar a chorar pelos cantos armadas em desgraçadinhas e pobres abandonadas. Estamos sozinhas, é verdade, mas também estamos disponíveis! E aí, é vê-los tombar! Aparecem, telefonam, convidam e depois o único problema com que ficamos, é o da escolha!

Há coisas fantásticas, não há?

TNT


Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds