Mee @ 13:27

Ter, 15/06/10

Também existe masturbação feminina, apesar de pouco falada e menos assumida! Já ouvi milhares de expressões para designar a masturbação masculina - afiar o lápis, afogar o ganso, bater uma punheta, esgalhar o pessegueiro, espancar a cobra zarolha, escamar o besugo… e ficávamos aqui o dia/noite toda… e não conheço expressões populares para a masturbação feminina (digam-me vocês se conhecerem, porque estamos sempre a aprender).

Talvez não haja expressões populares porque a masturbação feminina não é popular! Não é, mas devia ser ou no mínimo devia deixar de ser tabu.

Masturbação significa estimular os seus próprios genitais e/ou outras zonas erógenas para dar prazer a si próprio/a e nesta definição não vejo nada de masculino. Vejo muito de vivência saudável da sexualidade e de prazer que, felizmente, é um direito que nos assiste a todos/as! Apesar disso, vamos aprendendo, especialmente enquanto raparigas e mulheres, que a masturbação é uma coisa feia, suja e um comportamento de pessoas devassas, que ainda por cima faz borbulhas, pêlos nas mãos, cegueira e tal!

Por isso, a masturbação feminina envolve muita vergonha e é um daqueles assuntos que, mesmo entre amigas, pouco ou nada se fala! Como se assumir que nos masturbamos fosse igual a assumir que só “pensamos naquilo” e somos insaciáveis e isso não pode ser, dá cabo da nossa reputação! Ou então é porque (“coitada”), não tem quem a satisfaça. Mas isso é um mito: diversos estudos apontam no sentido de que tanto as mulheres envolvidas em relações estáveis e satisfatórias como as mulheres não envolvidas numa relação amorosa se masturbam, não sendo este um sinal de que algo está mal na relação, mas sim um sinal que a mulher gosta de se masturbar: duhh!

A masturbação é um comportamento normal da sexualidade humana e que contribui inequivocamente para melhorar a vivência da Sexualidade. Como?


Além de aumentar o número de orgasmos e de ajudar em tempos de “seca” ou de muito stress, pensem bem: se uma pessoa toca, acaricia, estimula partes do seu corpo para obter prazer sexual, o que é que lhe vai acontecer? Vai melhorar o seu auto-conhecimento: vai perceber que partes do corpo gosta que sejam tocadas e como, por isso vai descobrir como obter prazer! Esta descoberta pode acontecer a dois, mas também é uma descoberta individual. Se eu própria não sei que tocar numa determinada parte do corpo de uma determinada maneira me dá prazer, posso nunca experienciar esse prazer, a não ser que tenha a sorte da pessoa que está comigo lá tocar “daquela” maneira. Se eu não tiver essa sorte, bye bye…

Façam como quiserem: com os dedos, com objectos (mas cuidado com os objectos que usam, claro!), com os olhos fechados ou abertos, apenas com a imaginação ou a ver um filme, sozinhas ou acompanhadas -  enfim, é um mundo de possibilidades a explorar e não queiram perdê-lo! - para vosso bem e, se for esse o caso, da vossa relação também.

Além disso, é de graça, está sempre disponível (ao contrários dos/as parceiros/as), não tem efeitos secundários (desde que não se torne uma obsessão, claro!), não se apanha doenças, não se engravida, ajuda a relaxar (deixem lá os ansiolíticos e os copos de lado!), ajuda a curar a insónia e ainda dá prazer!
É como dizia o outro do leite: Se eu não gostar de mim, quem gostará? Women: enjoy!



Eduardo @ 14:14

Ter, 15/06/10

 

1. Afagar a rosa
2. Tocar - "Vou-me tocar"

:)

Anónima @ 15:36

Ter, 15/06/10

 


Concordo.
Entre mulheres é muito díficil elas confessarem que se mastrubam. Há quem diga que não, e até acredito, mas há quem minta com medo do que os outros possam pensar, porque elas mesmas há-de pensar mal sobre isso. Como dizes e bem, há quem pense que quem se masturba ou é porque o parceiro nao a satisfaz, ou quando nao o tem, é porque é uma pobre coitada. Uma pena haver pensamentos assim. Mas pergunto eu, como querem que os homens saibam como satisfazer uma mulher, se ela mesma nao sabe como fazer isso?!?! Complicado nao. Para além de proporcionar prazer, traz muito conhecimento sobre o proprio corpo, e penso que aqui se aprende muito mesmo. De facto as mulheres têm mais mistérios que os homens, e mais pontos de prazer também. Só o clitóris é um ponto de refêrencia e tem mais terminaçoes nervosas que a glande do pénis. POr isso fazemos inveja aos homens lol.
Acho que a masturbação deminina nao deve ser um mito, nem muito menos tabu. mas também nao banalizar como fazem com o sexo em geral. é uma questao de bom senso apenas.
Eu masturbo-me e digo que é bom, e ajuda a aliviar sim. Embora quando se tenha um relacionamento haja menos tendencia para nos masturbarmo-nos, a meu ver. mas é sempre algo onde podemos aprender, e que também pode ser praticada a dois.

Fiquem bem
beijinhos

João santos @ 20:04

Ter, 15/06/10

 

"Tocar uma pianada"

Anónimo @ 20:27

Ter, 15/06/10

 

aki no brasil chamam de siririca !! rsrs =)

Kadimba @ 21:28

Ter, 15/06/10

 

No Brasil, existe a expressão "siririca" :)

Nortenho @ 00:23

Qua, 16/06/10

 

Coçar o grelo. ;)

joaquim @ 01:42

Qua, 16/06/10

 


digam-me vocês se conhecerem, porque estamos sempre a aprender: "Bater claras em Castelo" :)

Asisa do Brasil @ 23:00

Dom, 04/07/10

 

Saudações!
Prazer em conhecer-vos.
A verdade é que a cá, embora um pouco vivida, só conheço mesmo...
Tocar uma SIRICA .

Muita saúde e paz

Alexandre Antunes @ 05:03

Qua, 16/06/10

 

- Tocar o sininho
- Tocar piano

Leandro @ 00:23

Qui, 03/03/11

 

Kkkkkkkkkkkk... adorei esta! Tocar sininho... kkkkkkkkkkk

Laredo @ 10:19

Qua, 16/06/10

 

Bater uma grelada ;)

Tiago @ 11:59

Qua, 16/06/10

 

O texto não trás nada de novo, a masturbação feminina creio que já é algo assumido sem problemas entre muita gente. Eu pelo menos "agradeço" o facto de uma mulher saber os seus pontos mágicos e mos indicar. Fica ela mais contente e fico eu, que fico com a sensação de "trabalho" bem feito.

O facto de ainda ser pouco assumido tem a ver com a sociedade fechada que tivemos durante muitos anos, em que se junta uma pitada da religião nisto tudo. Com a abertura da mentalidade portuguesa ao mundo, bem como com a propagação da internet tornou-se mais razoável aceitar-se algo natural como a masturbação.

Hoje em dia creio que as mentalidades fechadas tem ainda a ver com a educação que receberam em casa, sendo isso transmitido aos filhos e estes muitas vezes não conseguem esquecer aquilo que ouviam em casa e sentem-se algo culpados.

Até eu que me encaro como mais conservador em muita coisa, acho que é algo natural.

Finalizando no meu grupo de amigos é usada a expressão "dedilhar" quando se fala de masturbação feminina. Não sei quem teve a ideia ou como apareceu mas num pensamento breve a palavra é usada para comentar estar a tocar numa guitarra por exemplo, estando a dedilhar as cordas. Analogicamente parece-me que se usou a palavra para simbolizar o dedilhar nos pontos erógenos femininos.

Anónimo @ 15:30

Qua, 09/03/11

 

"Fazer DJ" :b

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D