TNT @ 17:29

Qua, 08/07/09

Na sequência do post O Príncipe Básico, muitas vozes masculinas se levantaram em protesto afirmando que eu só devia conhecer animais, bestas, trogloditas e outros mimos do género.

A questão é que quando os conheço eles são uns autênticos amores-perfeitos – refiro-me à flor – e nada leva a crer que, mais tarde ou mais cedo, venham a transformar-se em ogres…

Para ficarem mais elucidados, aqui vai uma lista de coisas que irrita a maioria das mulheres e depois não venham para aqui dizer que nunca fizeram nada disto. Se assim é, deviam ser alvo de estudo pela ciência genética, expostos em museus ou no Panteão depois de mortos e elevados a santos pelo Vaticano!

  1. Não passar a banheira por água após o banho – fica o rasto dos pêlos e outros elementos impossíveis de identificar para termos mesmo a certeza que esteve lá um animalito
  2. Deixar o tampo da sanita levantado – por tampo entenda-me aquele donut onde a malta feminina se senta sempre, seja para a função 1 ou 2
  3. Não puxar o autoclismo depois da função 1 – já nem falo na 2 que aí a coisa já seria mesmo animalesca!
  4. Deixarem os sapatos na sala – nunca percebi porque se descalçam na sala…
  5. Deixar a toalha molhada em cima da cama – não sei se fazem apostas sobre o cheirinho a mofo ou se só pretendem deixar apodrecer o edredão
  6. Cortar as unhas dos pés perto de nós – eh pá, poupem-me ao clack, salta garra, clack, nova garra…
  7. Não cortarem as unhas dos pés – de forma a arranharem-nos as pernas de tal maneira que nos estão sempre a perguntar se o nosso gato anda com algum problema de raiva
  8. Não passarem os pratinhos por água depois de comer - esperando que aquilo fique tipo super cola 3
  9. Não substituírem o rolo de papel higiénico quando está no fim (ou quase) - deixando apenas uma folhinha para ver se enganam o próximo
  10. Deixarem umas duas ou três gotinhas de leite no pacote sem o substituírem – também nunca percebi esta…
  11. Não meterem o leite no frigorífico depois de se servirem – sabiam que aquilo se estraga?
  12. Deixar roupa suja espalhada pela casa – à laia de decoração pós-apocalíptica
  13. Acharem que as compras aparecem feitas por milagre – tipo pai natal semanal
  14. Deixarem as cascas de qualquer fruto seco por ali – especialmente amendoins – e depois vem o ventinho e pimba, espalha tudo!
  15. Deixarem pegadas molhadas pela casa quando saem do banho – porquê, senhores, porquê?

 

Teste para as meninas. Não deixem de fazer!


Fim da primeira parte. Já estou com uma carga de irritação em cima que não se aguenta.
Aguarda-se sequel

TNT



Cláudio @ 19:59

Qua, 08/07/09

 

Pois, se calhar devia mesmo ser alvo de investigação por parte da ciência genética, porque de facto não sou gajo para fazer o que descreveste:
  1. Detesto ver pelos/cabelos na banheira e tenho sempre o cuidado de retirar os cabelos após o "acto", pois também não gosto de chegar à banheira e ver os cabelos enormes do sexo oposto a entupir o ralo (aquilo entope, sabiam?)
  2. Não deixo o tampo da sanita levantado porque também preciso do mesmo para a actividade número 2; por outro lado habituei-me a adoptar a mesma posição que as senhoras para a actividade número 1 (pelo menos em casa), pois sendo alto é muito mais fácil acertar no buraquinho sentado do que de pé; e assim mantêm-se a casa de banho mais limpa.
  3. Puxar o autocolismo é essencial após a utilização; apesar de ter preocupações com o ambiente não suporto utilizar uma sanita com a água suja, não só porque não é bonito, mas porque geralmente liberta um cheiro não muito agradável...
  4. Descalçar-me na sala admito, embora seja raro, às vezes acontece; após um dia de trabalho sabe bem aterrar no sofá; no entanto geralmente são arrumados quando as forças voltam ao corpo…
  5. A toalha geralmente fica no secador de toalhas ou no balde da roupa suja; como tenho o olfacto apurado, assim que começo a sentir um aroma menos agradável na toalha, esta geralmente é considerada roupa suja.
  6. As unhas, sejam dos pés ou das mãos são cortadas em privado, geralmente na casa de banho antes do banho. E não, não ficam no chão, geralmente são cortadas com um corta unhas com protecção (para evitar a projecção das aparas) e para um lenço de papel para serem descartadas mais facilmente…
  7. Após as refeições os pratos são pré-lavados e colocados na máquina de lavar loiça. Não gosto de ver a cozinha desarrumada.
  8. Lol... geralmente calha sempre a mim substituir o rolo. Tenho o cuidado de colocar um rolo de reserva quando o outro está quase a terminar; e geralmente tenho o cuidado de verificar se tenho o que preciso antes de iniciar a actividade 1 ou 2 (sim, eu sou daqueles que não gosta que a última gotinha fique nos boxers).
  9. Geralmente sou sempre eu que acabo os pacotes do leite, pelo que se acabou, lixo com ele…
  10. Sim estraga-se e não é algo bonito nem saboroso; seja água, leite ou outro produto qualquer, depois de aberto e de utilizado é colocado no sítio correcto;
  11. Roupa em cima da cadeira ou do puff no quarto, inclui-se na roupa espalhada pela casa? Se sim, disso sou culpado pelo menos até ao dia a seguir quando tenho de arrumar tudo; geralmente posso também deixar roupa no chão do quarto ou da casa de banho antes de a colocar para lavar
  12. Como a minha namorada tem um problema de coluna, participo activamente na compra r transporte das compras da casa; sim, até faço listas de compras se for preciso ;)
  13. As cascas de frutos secos são colocadas dentro de uma taça e, quando são consumidos no sofá, geralmente utilizo o pano para evitar que se espalhem pela casa no trajecto saco-processamento-transporte-boca; sim, quando se espalha tudo não é o espectáculo bonito!
  14. Isso das pegadas molhadas é porque nunca escorregaram de modo a fazer a espargata ou a cair com o rabinho no chão por causa da água... se sim, então são mesmo corajosos
Não, não sou o homem perfeito (aliás, bem longe disso); no entanto a minha mãe sempre me educou de forma a que eu compreende-se que nós homens não somos nada a mais do que as mulheres; penso que é um questão de educação e de bom censo. Eu não quero fazer da minha namorada a minha escrava; é a pessoa que eu amo, e que escolhi para partilhar a minha vida. Além disso ao dividir as tarefas pelos dois, multiplica-se o tempo livre que temos para ficar juntos...


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


subscrever feeds