TNT @ 12:22

Ter, 06/01/09

Fui ver o Mulheres!, um filme onde só entram mulheres, à excepção de um bebé do sexo masculino mesmo no fim. É feito maioritariamente por mulheres, interpretado apenas por mulheres e tenho a certeza que todas as que estavam a assistir se identificaram com uma ou outra situação, se não com todas.

O tema central do filme é uma situação que aparentemente acontece na vida de toda a gente, principalmente na das mulheres: a traição.

E, pelos vistos, a traição é transversal. Não olha a idades, a níveis sociais ou culturais. Deve ser dos factores mais democráticos da vida e acontece a todos. Porém, existem diversas formas de lidar com ela, o que também é altamente anárquico. Não existem regras nem guias, não existem fórmulas correctas.

Há quem prefira enfiar a cabeça na areia, esperar que passe, e fingir que nunca aconteceu. Há quem faça uma escandaleira e ache que o mundo acabou logo ali. Há quem recuse liminarmente que isso acontece, mesmo quando exposto/a a todas as provas e evidências. Há quem, numa de vingança, se enrole com alguém, só para sentir as contas saldadas. Há de tudo. Mas o que é comum a todas as situações é o sofrimento que isso causa e a inevitável transformação para o resto da vida. Uma vez que se trai ou se é traído, a vida muda. Funciona ali um bocado como a puberdade, a entrada na faculdade, o nascimento de um rebento. Nunca mais nada é igual.

Há que aprender a lidar com este factor que, mais tarde ou mais cedo, nos bate à porta. Penso que o segredo para ultrapassar a coisa deve residir em não nos esquecermos de quem somos e não vivermos em função da outra pessoa. Amarmo-nos mais a nós do que ao outro. Porque, seja qual for a nossa postura e reacção ao choque, temos de nos pôr sempre em primeiro lugar.

Para quem começou cedo a trair ou a ser traído, dificilmente haverá remédio ou panaceia que valha. Para quem achar que ainda não se estreou nestas lides, prepare-se. Não é fácil. E não é por vermos os outros passarem pela experiência que aprendemos a lidar melhor com as coisas. Cada pessoa sofre à sua maneira e a nossa própria dor é sempre diferente e, quase sempre, maior.
 

TNT



crazymama @ 13:08

Ter, 06/01/09

 

Olá,

Também fui ver o filme mas achei que para além da traição, um dos elementos importantes do filme é a relação de amizade que existe entre aquelas mulheres.
Relativamente à traição , já traí e já fui traída. Sempre achei que "no melhor pano cai a nódoa" e ninguém está livre de lhe acontecer uma das duas situações.
Doeu ser traída, mas também doeu trair quem não merecia ser traído.
Ando para escrever sobre a TRAIÇÃO, mas ainda não tive tempo de me sentar e com calma escrever o que penso e observo.
O que tem graça, é que eu cheguei a este mundo dos blogs, porque queria perceber o comportamento da pessoa com quem me envolvi e que sempre foi infiel à mulher. Ao pesquisar a palavra - INFIEL - cheguei ao blog da Infiel e depois ao do Interno Feminino. Só muito mais tarde, passei de mera leitora a participante neste mundo.
Não acho que esteja imune a trair novamente, aliás se o meu actual companheiro não fosse tão "correcto" acho que a vivência da emoção que sinto que me falta actualmente podia passar por aí. Só me resta portar bem! Já disse às minhas amigas que ele até podia arranjar uma amante, mas não estou a ver jeitos...mas como eu disse no início, "no melhor pano cai a nódoa", desde que ele vá e aprenda alguma coisa!!
Hoje estou mesmo tola!!


TNT @ 18:03

Ter, 06/01/09

 

Ninguém está imune à traição. Tanto na óptica de a cometer ou de a sofrer. Não há vacinas para estas coisas... o que é uma pena!
Só podemos é preparar-nos da forma mais adequada para a praticar ou sofrer.
Já passei pelas duas: já traí e já fui traída. E depois ainda há uma outra experiência que é o facto de se trair alguém com quem ainda não se terminou a relação, mas que está quase, quase, quase. De qualquer forma, ser traído deve ser das piores coisas que pode acontecer a alguém. Eu, pelo menos, sinto assim.

Luca Bernardi @ 16:54

Ter, 06/01/09

 

Olá. Cheguei aqui pelo blog da Cigana e tão logo abri a porta, me dou com esse texto maravilhoso sobre traição. Alguém já passou, está passando ou um dia vai passar por isso, não é? Eu já passei e posso dizer que dói muito. Mas o melhor é que agente consegue levantar. Visite-nos quando puder. Nos dará muito prazer. Seu espaço já está nos meus favoritos e voltarei aqui, com certeza. Parabéns.


TNT @ 18:04

Ter, 06/01/09

 

A traição é muito democrática. Mais tarde ou mais cedo, passamos por ela...

anónimA @ 17:26

Ter, 06/01/09

 

Pois... acho que ninguém sai a rir da traição, quer seja o traidor quer o traído. Ao fim e ao cabo todos sofrem, menos aqueles que já usam isso (trair) como um hábito...mas até esses, mais dia menos dia, saberão o sabor da traição, e da pior das maneiras...
Nunca traí, mas já fui traída (ou senti-me traída, pois não havia uma relação assumida, segundo ele) e de facto nem filmes romanticos e montes de gelados curam o vazio que se sente :)
E, meus amigos, traições não acontecem só entre casais :(
Beijinhos


TNT @ 18:06

Ter, 06/01/09

 

Sim, traições existem em todas as relações sejam de que tipo for. E todas custam horrores. Anos de vida. Cabelos brancos. E, acima de tudo, um vazio insuportável.
Quem o faz por hábito já nem trai. Já nem está ali na relação. É chutá-los e rapidamente!

Lucy @ 18:09

Ter, 06/01/09

 

Atenção a quem não viu o filme: o meu comentário pode ter informação a mais sobre a história. Por isso, quem quer ver e ficar surpreendido, por favor não leia o resto.

Posto isto, aqui vai a minha opinião:
Eu vi o filme, mas achei a perspectiva apresentada muito superficial. Ela primeiro tenta fingir que não sabe de nada, para o bem da família e por amor. Depois, reage muito mal, como se tivesse acabo de saber (para quem já sabia há tanto tempo, não precisava de ter um ataque de raiva e mandar a roupa pela janela). No fim, desculpa o marido só porque é o melhor para a filha e porque ele até pediu desculpa (embora continue a viver com a amante até ao dia em que ela o desculpa, só para o caso de ela não desculpar, ele se pode entreter). E a pior parte nem é o que se vê no filme, mas o que não se vê: como vai ser conviver com ele com essa informação toda sobre como ele a traiu facilmente, ao fim de um simples convite?

Gostei do filme porque me distraiu, mas não gostei da abordagem do tema.


TNT @ 18:11

Ter, 06/01/09

 

Ah pois é!
Depois é que são elas.... a convivência diária com a pessoa que nos traiu. Essa é que é a grande dificuldade.


antiego @ 23:50

Ter, 06/01/09

 

LOL, até oarece que os cornos são uma constante da vida. Pareces querer dizer "Tu aí que nunca foste traído ou traiste, não te fiques a rir, que mais tarde ou mais cedo vais ter esta fatalidade na vida!". Será que a par da morte, a traição é a única coisa certa na vida?

Ai, sua fogosa TNT.


TNT @ 10:30

Qua, 07/01/09

 

Há locais onde se encontra sempre alguém conhecido: hospitais, cemitérios e nos meandros da traição...


Sofia @ 10:49

Qua, 07/01/09

 

Ui.. já traí tanto....

Não sei se o volto a fazer, por ora, tou calminha.
;-)


TNT @ 11:00

Qua, 07/01/09

 

Been there, done that...
Até hoje, só um se safou. Não me orgulho propriamente, mas é o que temos.

Miguel @ 13:16

Qua, 07/01/09

 

"Nós ossos que aqui estamos por vós ossos aqui esperamos".
É uma frase que se lê na Capela dos Ossos, em Évora.
Aqui neste post poderia ler-se com a mesma certeza fatalista: Nós traidores que aqui estamos por vós futuros traidores aqui esperamos.

Mas afinal que mundo é este? Este, o do Interno Feminino!?
Então "cascam" nos homens que, à moda antiga, não "partilham" as tarefas do lar, e acabam por admitir que, tal como alguns homens, andam a traír à grande à desgarrada?! É que antigamente, quando nada faziam em casa, só eram maus maridos os que "enganavam" as mulheres. E hoje as mulheres traem tanto ou mais do que os homens?
Ó meninas, se querem ser modernas não copiem o que era defeito no passado, exigindo aos companheiros o que antes eram virtudes.
Ou comem todos ou há moralidade. Qualquer que seja o assunto em questão.


TNT @ 21:37

Qua, 07/01/09

 

Eu já tinha admitido há muito tempo... não me orgulho, não recomendo, mas assumo.
http://internofeminino.blogs.sapo.pt/899.html
http://internofeminino.blogs.sapo.pt/50275.html

O_Alminhas @ 14:31

Qua, 07/01/09

 

Tem graça, já tinha sacado o filme do Pirata Tuga, mas por uma única razão: para ver a Eva Mendez...! Tem traição? Com a Eva lá, nem me apercebi do enredo...


TNT @ 21:37

Qua, 07/01/09

 

A Eva Mendez é a "amante"... Só podia!

O_Alminhas @ 10:47

Qui, 08/01/09

 

A Eva Mendez punha-me a pedir na rua...


Nuite @ 21:28

Qua, 07/01/09

 

Ola Boa Noite ...

ainda nao vi o flime , logo nao o poderei comentar ...
mas lembre-me de em filme ja com alguns anos " as horas" ...

existem sentimentos universais ...
assim como experiencias universais !!!

quem disse que o amor era para sempre ?
ou para tds os momentos ?

beijinhos


TNT @ 21:39

Qua, 07/01/09

 

Eu, que devo ser uma tonta, ainda acredito no amor eterno.
Se calhar, comigo não vai acontecer. Mas acredito piamente que há pessoas que o conseguem.


Nuite @ 22:06

Qua, 07/01/09

 

sabes !!!
eu estou farta do amor ...

ja nao sei em o que areditar , ou se chego realmente a acreditar em alguma coisa !!!

quero paz !!! somente isso

beijinhos Ana


TNT @ 23:33

Qua, 07/01/09

 

Paz te desejo então...

Satifa @ 12:16

Qui, 08/01/09

 

olá TNT já leio o seu blog há imenso tempo! apesar de nunca ter comentado!
Realmente ler este post de traições na semana em que descobrimos que fomos traidas é dose!
mas como diz a NUITE -tou farta do amor- é isso mesmo!
vou me juntar ao clube da NUITE
deixem-me em paz (é este o sentimento)


TNT @ 12:25

Qui, 08/01/09

 

É preciso fazer o luto...
Paz, chocolate, muita série de tv, amigos à volta.
E lamento ter escrito isto agora. Mas sabes? Qualquer altura iria ser má para alguém. Porque infelizmente passamos a vida nisto.

Satifa @ 09:46

Ter, 13/01/09

 

bastante chocolate!!!
qualquer altura realmente é má! é a vida

A outra @ 22:54

Qua, 07/01/09

 

Mas kem diria cara TNT, ver-te a escrever sobre este tema...pensei que realmente tinhas alguma vergonha na cara! Tu fizes-te com q acabasse um relacionamento de anos...achas isso bonito???So dou graças a deus de nao me ter guardado p esse monstro e ainda bem q ja o tinha traido varias vezes...no fundo ate tenho que te agradecer pois desde q ele me deixou ja vivi cenas absolutamente fantasticas q ele de certeza q jamais vivera com uma quarentona mais batida do q sei la o quê!fikem mt bem os dois....e vivam o amor eterno... so nao te esqueças de uma coisa... nao te admires se ele um dia tb te trair...pois kem faz uma,faz duas, cinquenta!


TNT @ 23:30

Qua, 07/01/09

 

Oh diabo! Com esta agora é que me lixaram!
Mas de quem falas tu afinal que eu não percebi nada? Quem é esse traste?
É que isso assim é muito vago... tens de ser mais específica!
Agora a sério... deves estar a confundir-me com alguém. Que dê por isso, estou solteiríssima e boa rapariga. E que me lembre não "roubei" ninguém, pelo menos, nos últimos 12 anos.

PS - Não sou quarentona, sou apenas quarentinha. Feitos há três meses. O que não invalida que não seja batida. Sou, sim senhora, e pretendo continuar!

O_Alminhas @ 14:24

Qui, 08/01/09

 

Bem, esta é uma novela que gostaria de seguir!!! Quando é que passa o próximo episódio?


TNT @ 14:37

Qui, 08/01/09

 

Pois... eu também fiquei curiosa.
Mas acho que "a outra" se enganou no canal...

O_Alminhas @ 14:45

Qui, 08/01/09

 

Hmmm, negação... o enredo adensa-se...


TNT @ 21:51

Qui, 08/01/09

 

Oh Alminhas, já és nosso freguês há tempo suficiente para saber que se houvesse mesmo caldeirada, eu não me punha com estas conversas de denial!
É que não estou mesmo a ver o que possa ser! Até mostrei isto a amigas para ver se elas identificavam alguém, mas realmente ninguém conseguiu lá chegar.
Já me foram atribuídas tantas identidades que eu suponho que só possa ser mais um desses casos...
Como não tenho nenhuma foto na net em lado nenhum, as pessoas podem fantasiar o que lhes apetecer! Esta decidiu achar que o namorado/marido/whatever a traiu comigo, que agora estamos juntos e que ele me irá trair. Até percebo que ela esteja chateada, mas não é comigo com certeza!

O_Alminhas @ 10:43

Sex, 09/01/09

 

Então, e que significado tem o emoticon que utilizaste, duas mensagens tuas acima? Estavas nervosa? É sarcasmo? Ou é mais um par de bandarilhas na desgraçada? Mistério...


TNT @ 12:01

Sex, 09/01/09

 

Bandarilhas mesmo!
E só não gozei mais, porque a minha sócia (Tsetse), que é uma menina sensata, me desaconselhou!

O_Alminhas @ 12:12

Sex, 09/01/09

 

Falta-lhe o teu killer instinct!

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D