TNT @ 00:03

Qui, 11/09/08

À mesa, depois de um repasto com amigos e perante uma bela vinhaça, vem à baila o assunto sexo. Subitamente, os homens presentes começam a ficar todos incomodados a tentar mudar de assunto, um bocado naquela base do “então e o nosso Benfica...?”, com risinhos meio parvos, característicos de miúdos de trinta anos que fizeram uma asneira e acabaram de ser descobertos.

“Eh pá... eh pá... olha aí...! Isso é que não!”
E nem sequer estávamos a ser demasiado gráficas! Apenas se tocou no assunto ao de leve.... Se eles assistissem a algumas conversas entre mulheres ficavam sem dormir três dias!

Porque é que os homens têm tanta dificuldade em falar de sexo?
Deve haver algo que os assusta profundamente, que os envergonha e, quem sabe até, que os repugna...

As mulheres, entre si, falam de sexo com o maior desembaraço e prontidão. Quando o “inimigo” está presente, são mais contidas, mas, ainda assim, não se coíbem de dizer o que lhes vai na alma. Os homens? Para lhes arrancar qualquer informação valiosa, é um martírio!

Do que é que os homens têm medo?
Será que receiam ouvir que as mulheres até gostam? Ou que gostam mais disto ou daquilo, coisas que nunca se atreveram fazer com as suas santas e imaculadas namoradas? Ou será que pensam que está sempre tudo bem e não percebem que o sexo é coisa para ser explorada a fundo? Será que têm pavor de ser confrontados com as suas próprias incapacidades e limitações?

Nunca se ouve um homem dizer que não está completamente satisfeito com a sua sexualidade. Têm sempre grandes vidas sexuais, vivem no auge e plenitude da coisa...

Quando uma mulher aborda o seu “hóme” com a conversa de que a coisa não está exactamente como desejaria, etc., fazem sempre aquele ar de boi a olhar para palácio, absolutamente espantados com a revelação.

A única coisa que oiço os homens falarem sobre sexo é que elas estão sempre com dores de cabeça...
Hum... e agora me pergunto: porque será??

 

TNT



sus @ 00:57

Qui, 11/09/08

 

Tens queixa?


TNT @ 02:07

Qui, 11/09/08

 

Sus,
Tu és dos poucos que fala do assunto sem grandes pudores...

sus @ 22:00

Qui, 11/09/08

 

WOW... Thanks :-)

É bom que comeces a dizer isso às tuas amigas :-P

Mas se calhar também é fruto de saber destas coisas desde os meus 5/6 anos.


TNT @ 00:19

Sex, 12/09/08

 

Pois!
Tens a sorte de teres uma carrada de irmãs e sentes-te mais à vontade numa série de situações destas!
Sortudo!


Jorge Soares @ 01:19

Qui, 11/09/08

 

Será caso para perguntar?... e não estarias com os homens errados?

Generalizar é mau. Lembro-me de estar um dia numa mesa com 4 ou 5 mulheres, todas entre os 18 e os 30 anos e com diferentes graus de educação, passada uma ou duas horas, fiquei a perceber que o mais esclarecido num tema tão importante como a anti concepção era eu, será que as mulheres não sabem nada sobre anti concepção?.... ou será que eu fui parar ao grupo errado de mulheres?

Quando uma mulher diz ao seu marido que a coisa não está a correr bem e ele faz ar de boi a olhar para um palácio, significa o mesmo que quando é ele que diz e é ela que fica com o ar, alguém se enganou na escolha do principe ou da princesa.... nem mais nem menos.

Já agora, uma mulher que precisa de dizer que está com dor de cabeça para dizer que hoje não lhe apetece.... é porque não é capaz de falar do assunto.

Jorge


TNT @ 02:06

Qui, 11/09/08

 

Tenho quase 40 anos e poucas vezes na vida ouvi um homem falar abertamente de sexo. Da sua vida sexual.
Se calhar tenho-me dado com os homens errados... ou se calhar a maioria são assim na realidade e aqui armam-se em modernos!
Quem sabe?
E devo acrescentar que anticoncepcionais não são bem sexo... tem mais que ver com saúde... com as consequências do sexo e não com o assunto em si...


Jorge Soares @ 02:28

Qui, 11/09/08

 

Falar de sexo abertamente ou não, não tem a ver com a idade, tem a ver com a cultura e com o à vontade que se tem no grupo em que estamos inseridos, ainda que esperemos que à medida que as pessoas cresçam se tornem mais abertos nos assuntos.

Eu não acho assim tão estranho que poucas vezes tenhas ouvido um homem falar do assunto, pensa lá, com quantos homens tens a confiança suficiente para que isso aconteça?

Infelizmente vivemos numa sociedade de vicios privados virtudes publicas, em que o sexo é um tabu para a maioria das pessoas, homens ou mulheres.

Sim, é verdade que anticonsepcionais não são bem sexo, eu só estava a dar um exemplo de generalização.


Jorge Soares @ 02:30

Qui, 11/09/08

 

Só mais uma coisa, eu tenho mesmo 40 anos e poucas vezes ouvi uma mulher falar abertamente de sexo e da sua vida sexual, significa isso que elas também tem incapacidade oral?

Jorge


TNT @ 12:41

Qui, 11/09/08

 

Deixa-me dizer-te que penso que a idade também tem a sua influência porque se vai ganhando algum à vontade (para todos os assuntos) fruto da experiência.
Se quando se é mais novo há coisas que ainda nos podem parecer meias estranhas, com o passar dos anos, essas mesmas coisas vão-se clarificando.
Noto aqui um padrão relativamente aos comentários masculinos que, aparentemente, partilham das minhas preocupações em relação ao sexo oposto.
Querem lá ver que me tenho dado sempre com homens errados e, curiosamente, sempre com as mulheres certas?


TNT @ 12:42

Qui, 11/09/08

 

Ah! E faço 40 anos este mês!

Miguel @ 13:17

Qui, 11/09/08

 

Querem ver que a TNT é virgem? ou Virgem?


TNT @ 13:19

Qui, 11/09/08

 

Balança...
Safei-me por um ou dois dias...

Miguel @ 13:34

Qui, 11/09/08

 

Sou Sagitário!


anikin @ 22:49

Sex, 12/09/08

 

Logo vi que eras Balança! Muito equilibradinha, diplomática, imparcial...

>:o)


Jorge Soares @ 16:41

Qui, 11/09/08

 

Não sei se ouvi algures que é mau dar os parabéns por adiantado.... de todos modos.

Espero que passes um bom dia de aniversário.



Jorge


TNT @ 16:45

Qui, 11/09/08

 

Obrigada!


anikin @ 22:47

Sex, 12/09/08

 

Estranho! Eu sempre falei mais à vontade sobre sexo com mulheres do que com homens.

...e não apenas com aquelas com que o queria praticar...

jacinto afonso @ 09:05

Sex, 16/05/14

 

eu não sou moderno pelo contrário mas a minha teoria é pratica e fala menos quanto ao pudor quando  era mais jovem era só saber quem tinha casa disponível e tinha-mos armada uma festa tudo ao molho e fé em Deus quanto se entra neste tipo de festas deixa de haver pudores.

Overrun @ 01:27

Qui, 11/09/08

 

Acho que te dás com os homens errados (no sentido do tema claro), pessoalmente sou um pouco mais jovem tenho apenas 20 anos, no entanto tanto eu como os meus amigos falamos frequentemente de sexo com as nossas amigas e somos nós que as chegamos a enojar.

Questionamos ainda o que elas gostam e não gostam, portanto volto a reforçar que esse tipo de conversa depende de homem para homem e muitas vezes de grupo de pessoas para grupo de pessoas.

Até pode ter a ver um pouco com as gerações, como é óbvio quanto mais novos e mais "recentes" mais abertos somos.

Ou então não.

Luís Miguel Silva @ 01:41

Qui, 11/09/08

 

Engraçado, a última vez que discuti sexo à mesa com um casal amigo a namorada do meu amigo ficou escandalizada por eu dizer que via p0rn e...por lhe ter dado a entender que o morcão do namorado também via :oP

Depois vens com estas conversas de ficarmos calados e embasbacados?

Possa...

Eu leio frequentemente as asneiras que escreves já que és agregada pelo Planetgeek e realmente não dá para entender? Onde moras tu e com que homens te dás? :o)

E já agora, fazer um blog dedicado a falar mal do sexo masculino é um pouco...lesbiano :o)

Lembra-te que tudo o que é em demasia é mau e ser extremista no que toca aos sexos também é.

Hugz,
Luís


TNT @ 02:02

Qui, 11/09/08

 

Meu caro Luís,
Quando digo que vocês não conseguem falar de sexo abertamente refiro-me a sexo real e não virtual.
Que os homens vêem porno, mails de gajas etc, isso eu sei. E disso falam. Eu referia-me à vossa vida sexual e não à vida da Jenna Jameson. Percebes a diferença?

Luís Miguel Silva @ 14:23

Qui, 11/09/08

 

Oh k, vou tentar explicar melhor :o)

Quando se começa a falar de p0rn e se introduz o tema de "sexo à mesa" e as pessoas não aceitam pornografia e acham que os homens que vêm são uma merda só pode levar a que os homens não se sintam à vontade para falarem dos seus gostos e / ou experiências.

Além de que, como já alguém aqui disse, há coisas que são pessoais e não se devem falar.

Tu deves pensar que és muito evoluída por falares de quantos gajos mamaste e como fizeste (ou como te foderam :oP) mas a verdade é que também não falas de outras coisas pessoais como, por exemplo, "no outro dia fui limpar o meu belo cú e a minha merda cheirava mesmo mal e estava muito acastanhada!"

E quem diz isto refere também que não falas sobre os tampões que usas e como os metes (espero eu)! :o)

Sem mais, termino com a célebre definição do que é o amor (para as mulheres):
"Amor é o que a mulher faz enquanto o homem a fode".


TNT @ 14:40

Qui, 11/09/08

 

Acho que te explicaste muito bem e que ficámos todos muito esclarecidos acerca do teu ponto de vista.
Lamento dizer que não o partilho, lamento a maneira desagradável que usaste para o expor, e lamento muitíssimo mais que penses desta forma.
Apresento, desde já, a minha mais sincera compaixão pelas mulheres que passaram e hão-de passar pela tua vida.


anikin @ 01:22

Sab, 13/09/08

 

Eu achei-o quase poético!

Só posso interpretar como um malabarismo literário aquela passagem do pudor pelas coisas pessoais para os parágrafos à Henry Miller...

Só estou admirado como tu, TNT, amante da arte das letras, não reconheceste o subtil virtuosismo do comentário do Luís!!!



TNT @ 12:24

Sab, 13/09/08

 

Tens razão...
De facto, a originalidade é sublime! A mim, jamais passaria pela cabeça pôr ao mesmo nível sexo e merda! Para ele, é tudo igual. É realmente fantástico o pensamento de alguns virtuosos praticantes de sexo virtual...

Ricardo @ 17:22

Qui, 23/10/08

 

looool!

Rebentou só....

sooty @ 19:48

Qui, 03/11/11

 

por acaso luis. descobri este blog na seguinte pesquisa no google : porque e que as mulheres sao cabras. e apareceu me este blog. esta senhora de certeza que, ou e lesbica, ou é fundadora de algum grupo de extrema- feminista ou entao deve ter levado com algum nao a uns anos a nunca superou o facto de o gajo nao a kerer para nada e agora vai de dizer mal dos homens. so pode... eu tenho pena porque so tenho 32 anos, ja tive com mulheres de 18, 14, 26, 41, e nunca me apareceu nenhuma com o cerebro tao retrocido como o cerebro desta senhora. pah... acho que ja existe cura p isso.


TNT @ 02:08

Qui, 11/09/08

 

Novos, meia-idade ou mais velhos...
Lamento, mas devo dizer que os mais novos ainda demonstram mais pudores. O que também é natural... digo eu!

EIA @ 02:53

Qui, 11/09/08

 

São coisas pessoais, que devem ser faladas com as parceiras. É normal que não goste de falar com gajas que nunca comi e que as tenho que as ver todos os dias... Com os meus amigos ainda é na boa (pois ouvem, gozam, mas não andam a espalhar).

Se as pessoas (leia-se "as senhoras") não fizessem juízos, e com isso nao reduzissem as nossas hipoteses....


TNT @ 12:44

Qui, 11/09/08

 

"Com os meus amigos ainda é na boa (pois ouvem, gozam, mas não andam a espalhar)"
Gozam porquê? Em que termos falam os homens de sexo?
Que a gaja era boa e fez um bom br*che? Que tinha umas grandes mamas? É disso que tu falas?
Se assim é... lamento!

EIA @ 19:39

Qui, 11/09/08

 

Se achas que o gozo tem a ver com isso (nem sequer tava a referir-me a gozar com as parceiras, pois não acontece), quem lamenta sou eu.... Enfim... depois ainda perguntam!

p.s.: Pensava que quando tavas a referir-te a falar de sexo, não era sobre quem faz ou não melhores broches (que por acaso é a vizinha do 5º centro, mais a menina do supermercado, e mais uma ou outra que se encontra na noite mas que não estejam podres de bebêdas!), ou a tua vida sexual esgota-se nisso? Ou é isso que interessa saber, saber qual das tuas amigas faz o melhor broche?



TNT @ 20:02

Qui, 11/09/08

 

Então gozam com o quê?
Tanta conversa e nada de responder ao que perguntei.
Previsível, mau feitio ou pouca capacidade de encaixe?

EIA @ 21:30

Qui, 11/09/08

 

Imagina que um amigo teu gosta que lhe derramem cera quente em cima dos ditos cujos (mas há coisas bem piores!), e pergunta-te se isso é normal. É evidente que vem a gozação, mas sempre tudo numa boa, no entanto isso nao sai dali do grupo de amigos.
Se for com gajas, não dá por várias razões:
1- Nao gostamos que nos tratem como tarados/preversos
2-Nao precisamos de compaixão
3-Não queremos que os "vizinhos" saibam
4-Se for sobre a performance sexual somos inseguros, pois perceber se somos grande coisa ou não, depende da nossa capacidade de interpretação. Logo ao não falarmos somos todos os melhores, ao falarmos vemos que andamos uma vida inteira enganados. Ignorância é felicidade! :D Por isso um gajo fala sobre a Jenna Jameson e não gostamos de falar sobre nós. Esclarecida? (nós até imitamos o que vemos nos filmes porno, por isso ao falar dos filmes pornos acaba por estamos a falar um pouco de nós.)

p.s.: A capacidade de encaixe é boa. O sarcasmo é que talvez não.


TNT @ 00:17

Sex, 12/09/08

 

Não custou muito explicares as tuas razões, pois não?...
Embora não concorde com algumas delas, aceito.

tpires @ 04:00

Qui, 11/09/08

 

Acho que te tens dado com os homens errados... Tenho bastante amigas e sempre que descai para o assunto ninguém foge e temos sempre conversas bastante agradaveis e que dá sempre para aprender qualquer coisa.. Foste para o grupo de amigos errado :P


TNT @ 12:45

Qui, 11/09/08

 

Estou feita com isto!
Espero que os meus amigos leiam isto e se purifiquem!

Luciana @ 04:53

Qui, 11/09/08

 

Adorei este texto, muito bom e engraçado. O meu texto de ontem fala mais ou menos do mesmo assunto. Será que dava pra vc dar uma passadinha lá e dar a sua opinião sobre ele? Thanks! Beijos, Lu


AlfmaniaK @ 11:08

Qui, 11/09/08

 

Curioso... a minha perspectiva sobre as mulheres e a facilidade em falar sobra a sua sexualidade, é exactamente a mesma que a tua...
Aliás, desde que comecei a ler este blog e de ler tantas vezes que vocês falam, debatem, comparam com algum detalhe e despudor, que comecei a indagar entre amigas até onde é que falam nisso de sexualidade. Surpreendentemente, ou vocês estão estão muito à frente, ou as fulanas que conheço e convivo são muito... humm... masculinas(?).

Eu próprio falo e exponho a minha vida sexual, seja com amigos ou estranhos... dando origem, claro está, a conversas dessa natureza.
Portanto, a conclusão a que cheguei, é que nem as mulheres, nem os homens falam mais abertamente de sexo. O que acontece é que há pessoas (onde me incluo) que conduzem a conversa a esse tema, sendo comum ser-se testemunha dessas conversas, ficando com a ideia que nas conversas onde participo são sobre sexo... e muito explícito!

A mim cheira-me que tens, também, essa tendência a levar a conversa para o sexo... seja com quem for, e quer-me parecer que estás a destacar o pudor masculino em deterimento do feminino.
Ou seja, a questão é: Quando afirmas que "As mulheres, entre si, falam de sexo com o maior desembaraço e prontidão", onde é que verificas isso? Em conversas iniciadas/conduzidas por amigas... ou por ti?

Bjs, abraços e afins!


TNT @ 12:49

Qui, 11/09/08

 

As conversas surgem naturalmente, mas não escondo que o tema me agrada. Creio que falar sobre o tema é salutar e que se pode aprender muito.
Eu aprendi muito com o comentário do Miguel e dou a mão à palmatória porque me fez ver como funcionam as coisas do outro lado. Mas é assim que se aprende.
Se estivermos todos fechados nas nossas conchas, com os nossos problemas ou dúvidas e nunca as expusermos, como vamos evoluir?
E, sim, o Interno Feminino foi criado como espaço para isto mesmo. Para as pessoas (homens e mulheres) abrirem os olhinhos.
Lamento profundamente quando as pessoas apenas dizem que estou errada, que sou isto ou aquilo, mas que não se atrevem a esclarecer.
Da discussão nasce a luz, e fico contente que haja homens com a coragem de falar e de se exporem, como é o teu caso....


anikin @ 01:32

Sab, 13/09/08

 

Já agora dou-te mais uma achega sobre o lado masculino:

O desempenho dos homens é avaliado de forma muito mais primária e impiedosa do que o das mulheres.

E as avaliações mais impiedosas que ouvi (*) foram feitas por mulheres - que os outros homens estão mais interessados em gozar e em dizer uns disparates.

(*) Felizmente que as piorzinhas eram sobre terceiros ou nem teria estômago para lembrar o assunto, de tão mal que me soaram.

Ainda assim, a esmagadora maioria das conversas abertas que tive sobre sexo foram com mulheres, e uma boa parte delas com mulheres com que nunca me enrolei nem me quis enrolar. E esta, hein?


TNT @ 12:28

Sab, 13/09/08

 

Acredito perfeitamente que as conversas sobre sexo se desenvolvam mais com mulheres. E, se forem mulheres com quem não te pretendes enrolar, tanto melhor. Sentes-te muito mais à vontade para isso, pois dali não há-de sair qualquer tipo de juízo ou avaliação.

JP @ 23:22

Ter, 02/08/11

 

desculpa TNT mas aqui tambem te acho errada. o assunto sexo é discutido de uma forma mais ou menos pornografica, mais ou menos erótica, mais ou menos brincalhona, mais ou menos cientifica, de acordo com o grupo de pessoas que se está.
ja por mais de uma vez que me expuseram as vidas sexuais. e digo-te... granda tesão que me dava ouvir aquelas histórias. posso dizer-te que uma vez uma amiga minha estava-me contar como o gajo com quem ela andava na altura lhe tinha penetrado (o mais simpatico possivel . ir ao pacote) o anús... no parque de campismo da ilha do pessegueiro (porto covo). sabes o que fiz eu??? teve que me ouvir a bater uma ao telefone a vir-me. opá... essas historias dependem de tanto. é como a "caçada"... lol
por vezes sou totalmente porno na abordagem. outras vezes erótico. outras levo a pele de cordeiro. sim... porque eu sei que ali a loba é sempre ela. so depende de me aperceber de como ela quer... ai +e o truque do nosso sucesso.

lunatik @ 11:22

Qui, 11/09/08

 

Viva
estou de acordo com alguns dos comentários que dizem que te dás com os homen errados, pelo menos alguns. É lógico que sem te conhecer de lado nenhum se calhar também não falava muito do assunto, e daí não sei..... agora com amigos e amigas com quem há confiança e conhecemos relativamente bem, não percebo o porquê de tanto pudor......... se for abordado de uma forma engraçada é um excelente assunto, e sem se falar e discutir ideias, não se evolui, nem se aprende mais nada...
Acreditem que se aprende mais com as amigas do que com o pessoal do futebol.
Just my 5 cents.
Bjs


TNT @ 12:50

Qui, 11/09/08

 

É isso mesmo. Falando, conversando, aprendendo e evoluindo.

jocaferro @ 11:27

Qui, 11/09/08

 

Também tenho lido os vossos posts através do Planet Geek e até ao momento nunca pensei em comentar mas desta vez não consigo ficar calado, ou melhor tec(a)lado!
Sinceramente, se ao longo de 40 anos nunca conheceste um ou mais homens que falassem abertamente, mesmo abertamente(!), da sua vida sexual (real) começo a compreender a razão da existência de um blog destes.
Grande pontaria em acertar em Homens!
Cada tiro cada melro!

Só para terminar, gostaria de acrescentar que em relação à minha experiência colocaria este post ao contrário e ao invés do masculino utilizaria o feminino. Acho engraçado as mulheres falarem entre elas, é quase o mesmo quanto aos homens com a diferença do super-ego masculino, mas será que algumas mulheres, felizmente não todas, falam abertamente com os homens?


TNT @ 12:52

Qui, 11/09/08

 

Pois... deve ser isso.
É lamentável que a conclusão que tires disto tudo é que me tenho dado com homens errados.
Assim, é muito difícil evoluir. Mas isto, cada um sabe de si.


chicopereira24 @ 17:19

Sex, 02/10/09

 

Olá peço desculpa por me meter na vossa conversa pois eu acho que a maioria dos homens não fala de sexo abertamente porque Um homem nunca conta as suas aventuras sexuais em grupo porque.
1 – Quando contam maioria das histórias são mentira
2 – O calado vence sempre
3 – O segredo é a alma do negócio
Todos eles preferem fazer do que falar, na minha opinião os homens foram feitos para dar prazer e quando sentem que não o estão a conseguir ai sim falam de sexo com a parceira num relacionamento tem que existir dialogo entre o casal e não pode haver tabus ou esqueletos nos armários ambos devem confessarem os seus gostos e da forma que lhes dá mais prazer

Miguel @ 11:38

Qui, 11/09/08

 

Quando num grupo de homens e mulheres se fala de gostos e de perfomances sexuais, de posições e de orifícios preferidos, de tamanhos, de duração do acto e, principalmente, de atingir ou não o orgasmo, o homem raramente fica bem visto, por muito honesto e sincero e potente que seja; começa por não poder fingir que teve ou não prazer. Sim, porque ainda há quem acredite que só com "sumo" é que se gozou e que se o "sumo" veio é porque o prazer foi alcançado. Nada mais falso (digo eu).
Depois, as mulheres são mais desbocadas, enxovalham o companheiro em público com uma simples frase e casam o gajo com a culpa, mesmo que a culpa seja dela ou dos dois. E se o fulano, porventura com toda a razão, se atrever a dizer que ela poderá ter uma niquinha de culpa, vem logo o comentário "não há mulheres frígidas, há é maus preliminares".
E quem está aqui a escrever não é nenhum super-homem nem nenhum troglodita. Sou o tal gajo que quando não consegue dar prazer com a pila até começar a "esmorecer", tenta outras alternativas.
E já agora fixem bem isto: se há coisas que um homem quer e vocês não dão, têm ali à frente um gajo ressentido por saber que jamais vai ficar totalmente satisfeito convosco. Tenho a certeza que as meninas poderão dizer o mesmo.
Todas as vossas queixas são as nossas queixas: dura muito, dura pouco, é grande, é pequeno, só assim, só assado, muitas vezes, poucas vezes, quase nunca, etc, etc, etc, seja a culpa de quem for.
Se eu, por uma vez, for rápido demais, fico chateado porque fui rápido demais. Mas vocês são capazes de dizer isso numa conversa com outras pessoas, e nós não gostamos.
Daé que conversas de sexo deixam os homens incomodados, claro que sim.
Porquê? Lembras-te do "rápido demais" que disse atrás, não te lembras? Mas de certeza que esqueceste o "por uma vez" que escrevi antes.


TNT @ 12:20

Qui, 11/09/08

 

Muito bom Miguel! A sério!
Estou impressionada... I'm speechless, coisa que raramente acontece

Miguel @ 13:42

Qui, 11/09/08

 

Fiquei sensibilizado com a referência e a resposta que destes a este meu comentário.
Vou tentar merecer mais mimos desses; convenci-me a mim próprio que neste Blog vale a pena falarmos "com o coração nas mãos". Vocês expôem o ponto de vista feminino. Compete-nos a nós, homens, o contraditório. Não vale a pena criticar apenas por criticar, dizer mal apenas por dizer mal. Para isso vejo o canal da Assembleia da República.


TNT @ 14:21

Qui, 11/09/08

 

É esse o principal objectivo deste blog.
Embora nem todos se apercebam disso...


anikin @ 01:38

Sab, 13/09/08

 

Bingo!

As meninas em algumas coisas são muito primárias...

...um bocado trogloditas mesmo!

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D