tsetse @ 12:05

Sex, 05/09/08

Um dia destes, fui almoçar com um colega de trabalho que trazia uma t-shirt, patrocinada pelo "Microsft SQL Server", a dizer "as mulheres preferem os experientes". Depois de olhar alguns minutos para a frase, não consegui deixar de dizer "olha que não, nem sempre" e começou aí a ideia para este post.

A verdade é que:

1. Nem sempre a experiência é sinal de conhecimento de qualidade - um homem enfadonho e sem vontade de aprender que namorou 10 anos com uma mulher ainda mais enfadonha pode saber muito menos do que outro mais interessado que namorou um ano com uma rapariguinha que percebe do metier. Tal como no mundo de trabalho... Quem está habituado a entrevistar técnicos, por exemplo, sabe que um ano a trabalhar com os melhores da área pode implicar um conhecimento muito mais valiosos do que 10 anos a trabalhar de forma desinteressada numa empresa com baixos padrões de qualidade.

2. Para além disso, a experiência (mais o passar do tempo e o acumular de contrariedades) é, muitas vezes, acompanhada por um decréscimo de energia, de alegria, de vontade de aprender e, o pior de tudo, de vontade de agradar. O que, obviamente, é maléfico a qualquer relação.

Por isso, o que interessa não é a experiência, mas o que se faz com ela!

 

Tsetse




TNT @ 14:20

Sex, 05/09/08

 

Com os experientes corre-se o risco de eles terem a mania que já sabem tudo e que já não têm mais nada a aprender.
Eu... prefiro tenrinhos. Assim como assim, sempre são mais divertidos!
Tudo é uma constante surpresa!!


tsetse @ 23:49

Sex, 05/09/08

 

Eheh, "divertidos" é uma boa expressão!


Bzzzz @ 17:16

Sex, 05/09/08

 

Mas olha que também sem experiência nenhuma pode ser um aborrecimento... Nem sempre estamos com vontade de ser professoras e é sempre bom sermos surpreendidas com algo novo.

Concordo com a parte da energia e alegria, ahahahh!


tsetse @ 23:52

Sex, 05/09/08

 

Mais vale professora que sofredora...

Ser Perfeito @ 17:30

Sex, 05/09/08

 

Penso que tudo tem ver com a pessoa em questão e pelo gosto pela coisa. Pode-se melhorar ou piorar mas a "tendência genética" tem de estar lá... como em tudo

sql server? @ 19:26

Sex, 05/09/08

 

Sql server? Isso leva-me a crer que a senhora não é experiente, pois quem sabe do assunto não é isso que usa... :P


tsetse @ 23:28

Sex, 05/09/08

 

Ups, parece-me que o senhor também não é experiente... pelo menos em leitura. Quem usava a t-shirt era um colega, não eu.



tsetse @ 23:55

Sex, 05/09/08

 

Caro Ser Perfeito, essa ""tendência genética" é que eu gostava de compreender. Teorias?


Inocêncio da Silva @ 18:07

Sex, 05/09/08

 

O segredo da coisa é ter sempre algo para aprender e algo para ensinar!!!
Requere-se também algum jogo de cintura, pois tal como no poker temos que apostar de acordo com o adversário e não com o jogo que temos!!!


tsetse @ 23:56

Sex, 05/09/08

 

Muito bem dito!

AnónimA @ 20:40

Sex, 05/09/08

 

Eu acho que, em certas e determinadas circunstancias... já se nasce ensinado/a :D


tsetse @ 23:57

Sex, 05/09/08

 

Pois, já ouvi dizer que sim... Gostava era de perceber como e porquê....

Jameson @ 00:03

Sab, 06/09/08

 

Não acho que haja uma regra... Há momentos que nos sentimos preparados para aprender mais e partilhar a nossa curiosidade e outros em que tem muita graça "ensinar" e dar a conhecer o caminho...


Bolas até parece que saí agora de uma sessão com a Rhonda Byrne! Lol

Ser Perfeito @ 11:04

Sab, 06/09/08

 

Carissima tsetse

Tendência genética, aptidão para a coisa ou qq outra definição deste género, na minha opinião nasce com a pessoa.
O sexo é como qq outra coisa, ou se tem gosto ou não vale a pena ler, fazer ou imaginar pq nunca se chega lá...
Exemplo:
Imaginemos uma mulher com fetiche por sexo oral. Ela experimenta, descobre, e volta a experimentar e volta a descobir... enfim sabes melhor que eu.
O contrário disto é alguem que quer satisfazer o namorado/marido/amante , que até acha bom mas não acha BOM percebes ? ao fim de 5 minutos aquilo é quase como um frete... lá está, não adora de paixão e nunca vai adorar.... é que não vale mesmo a pena.


Ser Perfeito @ 11:07

Sab, 06/09/08

 

Isto baseado na minha modesta opinião/experiência :)

Anónimo @ 19:41

Sab, 06/09/08

 

A frase era "Elas preferem os mais experientes - Prepara-te para o mercado de trabalho". Elas = empresas, mas a conotação sexual deverá ter sido intencional.

De qualquer das maneiras acho que estás a confundir tempo com experiência. Ter 10 anos (tempo) não significa saber (experiência) mais que ter 1 ano.


tsetse @ 23:58

Sab, 06/09/08

 

Uma pessoa pode ter 10 anos de experiência, aprendendo sempre que tem um desafio novo e saber muito mais no fim do que no início, mas.... mesmo assim... escolher as opções menos interessantes por não conhecer todas as alternativas ou por não procurar o suficiente,

Nem toda a "experiência" é igual...

Joana Baptista @ 13:03

Dom, 07/09/08

 

Só mesmo um geek de informática é que poderia juntar a uma frase de engate a microsoft... enfim espero que daqui por uns anos não me aconteça o mesmo.

Quanto à experiência... acho que deve ter o q.b. de ignorância e o mesmo de experiência, assim sempre podemos aprender e ensina-los certo?

beijinhos


tsetse @ 11:15

Seg, 08/09/08

 

Pois, é uma ideia

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D