TNT @ 17:55

Seg, 30/06/08

Confidenciava-me uma amiga, que a sogra deve ser bipolar.
Bipolar??
Embora a coisa até esteja na moda, eu inclino-me mais para a sogra dela ser uma grandessíssima fdp.
Aparentemente o tratamento à rapariga é completamente diferente, caso o marido/filho esteja ou não presente. Se o marido/filho está presente, o tratamento é por ‘tu’, efusivo, alegre, solícito e bem-disposto. Caso ele não esteja presente ou falem ao telefone, o tratamento é por ‘você’, frio, distante e antipático.

Ora isto não tem nada que ver com bipolaridade. Tem mesmo a ver com filha-da-putice!

Ela anda completamente louca com a situação da sogra. E, por isso, dá troco a conflitos, e ainda os facilita por cima. Dá o flanco. Não percebe que essa é uma batalha que nunca vai ganhar. Por mais que se esforce. Por mais que tente. Por mais que insista.

Como tenho alma de jogadora, só vou a jogo quando tenho francas probabilidades de ganhar. Se não as tenho, passo. Arriscar tudo até ficar com tudo no prego, não será muito inteligente. Arranjar confusão por causa de terceiros? Era só o que faltava!!

Embora não seja a primeira vez que falo neste tema aqui no blog, considero que nunca é de mais reforçar a ideia que só devemos dar a nossa atenção a quem merece. Só devemos dispender tempo e energia com quem nos deve alguma consideração. Quanto aos outros todos, o melhor é ignorar. Seja quem for!

Já diz o ditado... “os cães ladram e a caravana passa”.

 

TNT
 



Mir @ 21:58

Seg, 30/06/08

 

Viram o «Monster-in-Law»? Eu dava-lhe esse tratamento...

R. @ 23:08

Seg, 30/06/08

 

bipolaridade ou fdo ísse , talvez... mas TALVEZ seja outra coisa mesmo.. ver ( por exemplo) ->http://www.bookbrowse.com/author_interviews/full/index.cfm?author_number=1097


TNT @ 17:01

Qui, 03/07/08

 

Eu fico-me pela filha-da-putice.
Há pessoas que não aguentam... e segundo me apercebo, parece-me que os casos mães-filhos são bastante mais graves que as outras combinações.
Há sempre algo de muito edipiano nestas coisas!

Bzzzz @ 12:09

Ter, 01/07/08

 

Se ela, quando se sente vulnerável ao pé de alguém que tem medo de perder a estima (o filho), mostra uma faceta, mas, quando sabe que intimida (a nora), mostra outra faceta mais rude e sincera... é porque é um rato desprezível, não?

Realmente parece uma pessoa a evitar.


TNT @ 17:02

Qui, 03/07/08

 

E há tanta gente assim por aí....


Inocêncio da Silva @ 12:34

Ter, 01/07/08

 

Desculpa que te diga mas o marido/filho não está completamente isento de culpa!
Deve estar a par da situação e no entanto a coisa ainda rola? Por amor à Santa!!!
O que lhe vai acontecer é ter que escolher, pois duvido que a respectiva aguente isto a vida inteira.
O mais sensato é esclarecer a coisa já, pois estes dilemas são do género "bola de neve" com o péssimo habito de piorar com o tempo...


TNT @ 17:04

Qui, 03/07/08

 

É muito difícil rebelarmos-nos contra os nossos pais...
Principalmente quando as coisas são feitas pela calada.
Nada como ter provas físicas.... nunca se sabe quando podem dar jeito.


rosacuriosa @ 12:41

Ter, 01/07/08

 

esse ditado é mesmo o melhor a ser aplicado neste caso *

Páginas com Sentimentos @ 13:20

Ter, 01/07/08

 

Há sogras do pior....
Eu que o diga...
Mas é como diz, só devemos dispender tempo com quem realmente interessa, que merece a nossa consideração. Os outros, aqueles que se puderem nos pisam, é melhor ignorar.
Parabéns por este blog.


TNT @ 17:08

Qui, 03/07/08

 

Muito obrigada.
E de facto, gastar energia com quem não merece é um total desperdício.
Já há tanta coisa na vida que não podemos evitar. Chefes idiotas, impostos, contas mensais.... O que se puder evitar, é fazê-lo!
Sogros marados? Não temos de estar com eles, nem eles connosco.

Miguel @ 13:59

Ter, 01/07/08

 

A sogra e o sogro.
O cunhado e a cunhada.
Os amigos e as amigas da mulher.

Que ferro.
Só queria casar com uma pessoa, mas tive que levar com aquela tropa toda.

Daaassssseeee.

Com o acordo da minha mulher, ralhei com os meus sogros por estarem constantemente a entrar-me em casa e a telefonar às horas mais impróprias.
Zangaram-se. Comigo. Depois com a minha mulher, que me deu razão.

Veio o cunhado e a cunhada tirar satisfações.

Mais discussão. Acabei a desviar-me do gajo para não levar um murro, sendo ele levado para fora de casa pelas manas. Ele não voltou. A cunhada só pelo telefone me fala, se eu atender quando liga à irmã.

Um casal amigo da minha mulher quis fazer-lhe ver que a minha zanga com os sogros era a prova de que eu não gostava da família dela.
- O caraças - disse ela - a discussou começou com minha inteira aprovação. E vocês, rua, não voltem aqui sem pedirem desculpas. A mim e e a ele.

Já viram isto? É verdade. Por causa dos malfadados velhos estou zangado com a família e amigos da mulher.
Salva-se o casamento porque ela está de acordo comigo na causa e na consequência do problema.

Bipolaridade uma gaita. Só com muita sorte nos calha bons sogros. O normal é serem umas pestes.
Parecem ser destinados a pôr um casal à prova.
P... que os pariu.


TNT @ 17:09

Qui, 03/07/08

 

Completamente!

Joana @ 15:30

Ter, 01/07/08

 

O problema é que os pais querem sempre o melhor para os filhos e querem, ao mesmo tempo, ser tratados pelos genros/noras com grande simpatia e amizade. Querem tudo!

Se estão a baixo do que acham que os filhos merecem, irritam-se... Se estão ao nível mas não bajulam os sogros, irritam-se também...

Eu bem vejo a minha mãe sempre a tentar dizer mal do meu cunhado, que trata tão bem a minha irmã, que está ao nível dela, mas que simplesmente não tem feitio para grandes graxas. (É introvertido e prefere canalizar todo o amor para a mulher.)

Já para não falar da minha avó, que diz mal de quase todas as noras... (tem 5 noras e só não diz mal de uma que ficou em casa a tratar muito bem do marido e filhos e que é extremamente simpática com a sogra)

Eu bem tento chamá-las à razão, mas já percebi que é algo que elas não conseguem controlar.

Foram muitos anos a fazer escolhas pelos filhos e depois é difícil aceitar que já chega e que eles podem escolher alguém que elas não escolheriam.


TNT @ 17:13

Qui, 03/07/08

 

Pois...
As escolhas são das pessoas.
Nós é que temos de decidir e escolher com quem queremos passar os nossos dias... (e noites!)
Acho que tenho sorte nisso. Os meus pais não interferem nas minhas escolhas, mesmo que não concordem.
Sempre tiveram aquela filosofia que eu teria de aprender com os meus erros e escolhas. E se escolhesse mal, claro que me ajudariam a apanhar os cacos, mas sempre responsabilizando-me pela triste opção.
Para o bem e para o mal...!

mimi @ 11:44

Qua, 02/07/08

 

E a má noticia e que mesmo nos divorciando dos seus adorados filhos, quando há netos, não nos vemos livres ......das queridas sogras!:(

Miguel @ 15:16

Qui, 03/07/08

 

Com netos ou sem netos, quer nos divorciemos quer enviuvemos, os sogros são sempre sogros e os enteados são sempre enteados. Diz a Lei, na alínea c) do artigo 1602º do Código Civil (afinidade na linha recta).
Nunca os perdemos. Mas há um prémio. Aquele artigo da Lei é o que determina alguns dos impedimentos matrimoniais, ou seja, diz que não podemos casar com aquela gente.
Yeeessss. Não podemos por loucura, demência ou chantagem, ser por eles levados ao altar. E, já agora, nem por amor. Eh Eh, amor pela sogra? Dassse!


TNT @ 17:20

Qui, 03/07/08

 

Nem sempre as sogras são do pior!
Conheço pessoas que permaneceram mais tempo casadas por gostarem dos sogros!

Miguel @ 10:34

Sex, 04/07/08

 

São raros, mas há sogros que, sabendo o que lhes saiu de casa, têm tendência a proteger a nora ou o genro contra a própria descendência. O meu irmão mais velho tá sempre lixado: nunca os meus pais lhe dão razão numa discussão com a mulher.


anikin @ 01:45

Qui, 03/07/08

 

Querida TNT: Amen!

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D