tsetse @ 15:42

Qui, 15/05/08

Um dia destes, estive a ver um programa sobre o O. J. Simpson e sobre o livro que ele escreveu ("If I did it: Confessions of the Killer"), em que descrevia como teria procedido se realmente tivesse assassinado a ex-mulher e um amigo dela, crime pelo qual foi realmente acusado e absolvido no fim.

Para além de terem discutido como este livro representa um óbvio desrespeito pela justiça e pelas pessoas falecidas, os convidados falaram sobre a forma como o autor do livro se referia à ex-mulher no texto e como era comum as pessoas que têm um "perfil de abusador" acharem sempre que são umas óptimas pessoas e que a abusada tem imensos defeitos e, por isso, merece os abusos.

Pelo que eu percebi do programa, este traço é reconhecido em quase todos os abusadores. Ora estive a pensar sobre o assunto e, efectivamente, pensando em casos de abusos que tenho presenciado (sejam eles físicos, psicológicos ou financeiros), reparo que todos os abusadores seguem este padrão. Todos acham sempre que a outra pessoa merece o que está a passar, nenhum respeita a pessoa que está a abusar e todos têm uma visão muito egocêntrica da situação.

O que é realmente assustador. Já não basta serem abusadores e ainda acham realmente que têm razão? Sendo assim, não há argumentação possível.

Uma vez abusador, para sempre abusador?

 

Tsetse



Lita @ 16:43

Qui, 15/05/08

 

Também vi esse programa, foi na "Oprah" e também me chegou a indignação! E o pior de tudo é saber que o indivíduo, depois do que fez, foi absolvido e ainda se vem gabar do que "teria feito"!

E quantos desses é que não andam por aí disfarçados de boas pessoas!

Gosto de vos ler!
Lita



tsetse @ 16:54

Qui, 15/05/08

 

Olá Lita

Exactamente, foi na "Oprah". Realmente também fiquei muito indignada. Principalmente pela forma como ele acreditava que a ex-mulher merecia os maus tratos e a morte dolorosa.

E o pior de tudo é que eu já conheci pessoas com comportamentos muito parecidos... Só ainda não mataram.


TNT @ 20:46

Qui, 15/05/08

 

Que tu saibas...

JustGirl @ 17:10

Qui, 15/05/08

 

Eu não vi o programa mas já ouvi algumas amigas minhas a falarem sobre ele! Acho que no geral, qualquer pessoa ficaria indignada... Esperemos que o livro não se torne best-seller e ele não ganhe dinheiro à conta do que supostamente fez!


tsetse @ 17:36

Qui, 15/05/08

 

Olá JustGirl

Segundo o que explicaram no programa, a família do homem assassinado colocou um processo para ser ela a receber o dinheiro da venda do livro. E ganharam. Sendo assim, mesmo que o livro seja um sucesso, ele não irá receber mais dinheiro.
(Claro que, entretanto, ele já tinha recebido dinheiro adiantado para escrever o livro...)

AM @ 17:34

Qui, 15/05/08

 

Não vi o programa de que vocês falam.
Mas, em nome de todas as pessoas que foram ou estejam a ser vítimas de abusos, deixo aquii uma palavra de esperança para que um dia possamos ver a justiça a funcionar na sua defesa.
De vez em quando passo por este blogue, mas é a primeira vez que deixo comentários, pois este assunto toca-me pessoalmente.
Os abusadores não vão deixar de existir, mas talvez um dia se faça justiça justiça...

ruben @ 20:27

Qui, 15/05/08

 

pergunta
"Uma vez abusador, para sempre abusador?"

resposta
sim!

Miguel @ 09:31

Sex, 16/05/08

 

E o pior é que eles nem se julgam abusadores. Afinal, se julgam que alguém merece apanhar, quem der essas porradas estará a fazer uma espécie de serviço público, não!?
Capados. Quem usa de violência sem ser em legítima defesa, devia ser imediatamente capado.

O_Alminhas @ 13:38

Sex, 16/05/08

 

E quando o suposto abuso não é mais que uma reacção ao abuso que o antecedeu? Noto que apenas nós, homens, aqui figuramos como abusadores. Não haverá mulheres abusadoras? Ou, pelo menos, que nos levem a fazer algo que não está na nossa natureza, num dia de cabeça perdida? Passaremos a ser os ogres e elas as princesas, a partir de então? Cuidado com os extremismos...


tsetse @ 14:05

Sex, 16/05/08

 

A principal característica de um abusador é precisamente achar que a abusada merece o que está a passar...

Se ela é suficientemente irritante para te dar vontade de ser um abusador, é porque está na altura de manter uma distância. Se ficas e a castigas, perdes a razão e passas a ser um abusador.

O_Alminhas @ 16:41

Seg, 19/05/08

 

You're so right...!

ruben @ 17:59

Sex, 16/05/08

 

elas abusam de maneira diferente, sem se ver, sem os outros detectarem, com planeamento sofisticado e subtil e por vezes bem mais cruel do que a violencia física, como por exemplo, enquanto os homens têm mais tendencia para usar armas brancas e de fogo para cometerem homicidos, as mulheres tendem mais para o envenenamento ou um agente que cause morte lenta e dolorosa ou vida em constante fofrimento. um abusador(a) não pára para ver o que está a fazer, o odio e a raiva impelem-no a continuar sem parar, até serem obrigados a isso, só depois de apanhados é que recorrem ao arrependimento. mais uma vez realço que não é uma questão unicamente masculina, o despeito nas mulheres é bem mais terrivel do que nos homens!!!!!!!!!!

AM @ 14:31

Seg, 19/05/08

 

No meu ponto de vista, não há dois termos e duas medidas... um abuso é sempre um abuso. Independentemente se vem de um homem ou de uma mulher. Há sempre um elo mais fraco, há sempre alguém que sai ferido, há sempre alguém que é rebaixado e outro que julga que tem toda a razão do mundo em abusar!

anónimA @ 01:27

Sab, 17/05/08

 

por acaso o ruben até que tem alguma razao. nós acabamos por matar lentamente, e de forma a doer mais. D facto, a natureza abencoou-nos com isso. O poder da linguagem e de ferir ali bem no ponto fraco! No entanto, poucas sao as mulheres abusadoras, ou em minoria, em relação aos homens. Nós nao temos esse instinto tao instintivo e tao animal quanto o vosso, somos mais ponderadas e não recorremos à violencia. Bem, sobre essa historia nunca tinha ouvido falar e, sinceramnte, preferia não ter lido... Isto realmnt o mundo ta perdido!! Pior pior é quem ler o livro... é um abuso de facto. Há pessoas para tudo, mesmo. E cda vez se vês mais disso! Assusta-me o mundo para o qual caminhamos a passos largos...

OGajo @ 23:54

Dom, 18/05/08

 

Pois... já deviam saber que o julgamento do OJ pouco teve a ver com o que realmente se passou. Aquilo que deveria ter sido um julgamento de um caso de homicidio, acabou por se tornar numa questão racial. Podemos até constatar em vários documentários e entrevistas que a comunidade negra (preta para os nacionalistas e afro-americana para os mais sensiveis) tem a opinião de que ele é culpado, mas no entanto quando foi ele foi absolvido, chegaram a ponderar o "home" para concorrer à presidência dos "estates" (hehehehe, esta ultima parte foi a brincar).
Em relação aos abusadores, deveriam ser capados e decapitados, mas uma questão me invade a alma... Porque c*r*lho as mulheres no século 21 ainda se sujeitam a estas merdas... enfim...
No entanto, Macho que é Macho arrefinfa sempre de vez em quando uma boa vergalhada na testa da femea (sempre a meia haste e nunca de verga feita).

Cumps
;-)


Inocêncio da Silva @ 13:47

Seg, 19/05/08

 

Triste, triste é ainda haver quem dê oportunidade a pessoas deste calibre de se manifestar...

Definitivamente o dinheiro é que dita as regras neste mundo imoral.
Desde que venda, até os criminosos podem escrever as suas alarvidades e horrores...e ainda ganhar dinheiro com isso!

Tété @ 16:36

Seg, 19/05/08

 

Ola Tsetse,
Sempre com temas interessantes na ordem do dia!
Segunda as estatisticas nos 1ºs 3 meses deste ano já morreram 17 mulheres às mãos de quem "as ama"! Um abusador, é uma pessoa doente e como tal deve ser tratado. Isso significa internamento ou prisão, consoante a gravidade do caso. E sim, existem maus tratos fisicos e psicologicos, vá-se lá estudar caso a caso para saber qual marca mais. E existem homens e mulheres abusadores. Só que normalmente as mulheres não matam! e se em ambos os casos existe a hipotese do afastamento, qd o abusador é o homem raramente deixa a vitima seguir o seu caminho sossegada. Pergunta-se aqui porque ainda existe quem o permita? é revoltante não é? porque uma pessoa abusada fica com uma tão baixa auto estima que se não for ajudada a tempo acaba por se convencer que se calhar quem está errada é ela(e), fica sem clareza de espirito, sem coragem ou vontate própria! Só nos resta, denunciar e tentar ajudar essa pessoa a ver que existe alternativa! e Claro não comprar livros de canalhas como O.J.S.!
Beijos

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D