tsetse @ 14:26

Qui, 06/03/08

Sempre que ouço frases como "ele não me telefona há uma semana; está a testar-me" ou "ela não quer que a contacte; ela é que me contacta a  mim; tem muito mau feitio" ou outra do género só me apetece dizer: "Acorda! Ela não gosta assim tanto de ti. Basicamente, está-se nas tintas para os teus sentimentos. Estás a perder tempo e paciência com alguém que não o merece."
 
O problema é que, sempre que tentei dizê-lo, mesmo tendo razão e tendo usado as palavras mais simpáticas que me ocorreram, a minha opinião é quase sempre mal recebida. A verdade é que as pessoas que se deixam enganar com este tipo de jogos gostam de estar enganadas e não querem ser acordadas. Umas porque querem acreditar que estão numa relação complexa, quando estão apenas numa relação egoísta, com alguém que não tem o mínimo de respeito por elas. Outras porque estão cegas de paixão e não conseguirão ser objectivas enquanto a paixão durar. E ainda outras porque são umas frustradas com baixas expectativas, que nunca tiveram alguém realmente interessado nelas, por isso não conhecem uma alternativa.

Seja qual for o caso, jamais conheci uma pessoa que realmente gostasse de outra e a fizesse passar por jogos destes. E, mesmo das vezes que pensei que com aquela pessoa podia ser diferente, que se calhar ela era mesmo mais complicada que as outras, acabei por confirmar mais tarde a minha teoria.

Por isso, a minha mensagem a todos os que já ouvi queixarem-se e a todos os que ouvirei no futuro, é:
"Eles não gosta assim tanto de vocês. Nunca vos vão respeitar, porque vocês não se dão ao respeito. Move on!"

Tsetse



Inocêncio da Silva @ 14:57

Qui, 06/03/08

 

"Quando a noticia é má, mata-se o mensageiro".
Não queira ninguém ser o mensageiro da verdade...o mais certo é ser linchado na praça publica, onde lhe é arremessado pedras com a mensagem de "invejoso" ou "hipócrita"...
Todos temos que dar os nossos tombos, e o máximo que podemos ambicionar como amigos é ter a oportunidade de poder dar a mão quando for caso disso.

...mas que há muita gente ceguinho por aí, ah isso há!!!
Haja pachorra (as vezes...)

Quanto à ilusão...bom, a meu ver ninguém vive sem ilusão, é um requisito para a felicidade de muitos. A tranquilidade de quem desconhece dos perigos que por vezes assomam ás esquinas, banham a alma dos ignorantes.
Por isso mesmo ninguém tolera um amigo que retrata a verdade pura e dura, acabando desta forma com a ignorância e irremediavelmente com a sua tranquilidade também.

Vá lá um gajo perceber estas coisas, livra...


tsetse @ 15:13

Qui, 06/03/08

 

Mas não te custa? Estar a perceber o que se passa e, depois, ficar na dúvida se devemos ou não avisar o amigo? O que é pior: ser um mau mensageiro ou deixar um amigo ser enganado?

Estas são as vantagens de escrever num blog, pelo menos podemos ir alertando os amigos, através de posts...


Inocêncio da Silva @ 17:46

Qui, 06/03/08

 

aaaaaaaahhhhhhhh!!!!!!!!!!!!

Very clever!!!


JustGirl @ 18:03

Qui, 06/03/08

 

A questão é que se fores o "mau mensageiro", acabas logo com a ilusão do amigo (a)... e assim eliminas a possibilidade de que a teoria se comprove por si com o tempo...

Um dia ainda podes ouvir quaquer coisa do género:
"Se não tivesse desistido do X ou do Y aquilo com o tempo até podia ter dado certo..."
E se a dúvida ficar sempre "no ar"... não é nada bom!

É daquelas coisas que por mais que doa... temos mesmo que ser nós a bater com a cabeça...


Inocêncio da Silva @ 19:07

Qui, 06/03/08

 

...exactamente JustGirl, como eu disse "todos temos que dar os nossos tombos..." para poder saber o quanto doí e difícil é levantar novamente!

Miguel @ 09:14

Sex, 07/03/08

 

JG, por outras conversas havidas noutros lugares, levanta-se-me uma questão: até quando? quanto tempo se deve esperar? até deixar de doer? ou até a cabeça explodir?

JustGirl @ 18:33

Sab, 08/03/08

 

Miguel...
O até quando depende sempre da situação em si e das pessoas envolvidas... acho eu...
Há situações em que a "revelação" é rápida, e há outras em que leva mais tempo...
Cada caso é um caso...

Tété @ 17:59

Qui, 06/03/08

 

Tsetse ,
Apesar de, a quem está de fora ser mais fácil ser objectivo, tens a certeza que as pessoas vivem mesmo iludidas ou dão essa imagem? achas que as pessoas acreditam mesmo nesses jogos sem saberem que não estão a ser correspondidas e respeitadas de igual forma? acho que na maioria dos casos as pessoas sabem. Mas, é muito difícil assumiram isso e continuarem na mesma situação, dai ser mais cómodo darem a ideia de andarem iludidas. Neste caso, como boa amiga, oferece o teu ombro e não exijas atitudes que as pessoas ainda não estão preparadas para ter. Outras, sim, a paixão cega-as, e enquanto durar, deixa-as andar, podem andar cegas, mas felizes, sentindo-se amadas. Por isso em qualquer dos casos, e porque cada pessoa é livre de dar as cabeçadas que quiser, sou de opinião, que não sendo donas dos sentimentos e vida das pessoas, como amigas, temos, de igual forma, a obrigação de sermos sinceras com elas, como de dar-lhe liberdade para fazerem o que bem entenderem...quer seja bem ou mal, aos nossos (realistas?) olhos. Afinal, haverá alguém que nunca se tenha enganado e iludido a si próprio e aos outros?
Beijos


tsetse @ 00:27

Sex, 07/03/08

 

Sim, tens razão. Em alguns casos, as pessoas iludem-se porque lhes dá jeito. O exemplo mais flagrante é o da paixão. A pessoa até sabe que não está a ser bem tratada, mas não quer desistir da outra.

De qualquer forma, acredito que hajam outros casos em que as pessoas nem se apercebem do que se passa.

Por exemplo, tenha a impressão de que há pessoas que querem ter uma vida mais emocionante do que a que têm e acabam por interpretar as demonstrações de falta de interesse como complexidade de personalidade e/ou densidade de sentimentos.

laura @ 22:15

Qui, 06/03/08

 

Como te percebo! Não há paciência para estes jogos de causa-efeito, em que as pessoas gostam de se meter. O "tenho de fazer isto para obter esta reacção" ou algo do género. Porque diabo não podem as pessoas ser claras umas com as outras? E aí, se a pessoa estiver interessada, telefona à outra. Sem jogos ou intenções escondidas.As coisas acabam por correr muito melhor :)) Mas isso sou eu que penso...


tsetse @ 00:29

Sex, 07/03/08

 

Tenho a impressão de que, quando as pessoas realmente gostam uma da outra e se dão bem, nem se lembram de jogos desses...


Analu @ 22:26

Qui, 06/03/08

 

Olá Tsetse, faz tempo que me delicio com os teus posts e desta vez, só para variar, deste também.
Olha, eu sou como tu, inclino-me sempre para dizer o que penso às minhas amigas. Nem sempre sou bem entendida, mas fico melhor com a minha própria consciência. Elas são bem crescidinhas e têm o poder de decidir sobre as próprias vidas. Como tal, seja qual for as decisões que tomem, eu não me sinto responsável por nada. Só cumpro o meu papel de amiga ao dizer: olha tu vê lá...
Jinho doce pa ti


tsetse @ 00:37

Sex, 07/03/08

 

Que bom que gostas dos nossos posts , Analu .

Em relação a "acordar" ou não uma amiga nestes apuros, temo que nem sempre tenho a mesma opinião. Depende sempre de uma série de variáveis. Por exemplo, se vir uma amiga apaixonada pela primeira vez, mesmo que saiba que a história vai acabar mal e que o rapazinho não lhe liga nenhuma, acho que seria uma maldade priva-la desse primeiro prazer.


Analu @ 16:17

Sex, 07/03/08

 

Ahh sim, concordo contigo no primeiro amor de alguém. Todas temos o direito de nos sentirmos pelo menos uma vez "A Alice no país das maravilhas". Eheheh, seria até crime matar isso. Jinho


niu4esi @ 01:00

Sex, 07/03/08

 

Ola.
Tenho visto o vosso blog já há uns tempos e apesar de ser da equipa adversária, estou nesta situação mas inversa se é que me estão a compreender!

Ás vezes se calhar até sabemos no que nos estamos a meter, ouvimos os conselhos dos amigos, mas a verdade é que nesta altura a razão vai para vai para o quarto dos fundos...
Por mais que os "sinais" que recebemos sejam obvios - e eu sei do que falo - tudo é muito enublado na nossa cabeça, e é nestas alturas que pensamos mais com o coração do que com a cabeça...

Para concluir, a verdade é que nos estamos a iludir, mas nós gostamos de chamar isso de esperança...com o tempo passa e aí o ombro amigo ajuda.

Desculpem por me ter alongado, mas pronto.
Portem-se e continuem.

Tété @ 16:40

Sex, 07/03/08

 

Niu4esi
Se te serve de conforto, acredito que em qualquer altura da vida, quase toda a gente vive uma situação assim. Quase sempre o tempo é o nosso melhor aliado e professor. Por isso, não percas as forças e as esperanças...e tenta manter os amigos que apesar de tudo, estão a teu lado, te apoiam e respeitam. Fica bem...


gomesh @ 09:13

Sex, 07/03/08

 

De facto todos nós em dado momento das nossas vidas temos ilusões no que diz respeito às nossas relações , seja por inexperiência, seja por estarmos "cegos" por determinada pessoa - e regra geral não escutamos os nossos amigos quando nos dizem... "cuidado que vais dar-te mal"...
O que depois depende de cada é se cometemos o mesmo erro ou não... depende de cada um... há malta que deixa-se "andar a reboque", sempre à espera de um telefonema tipo "estou sozinha, não queres vir"... Há malta para tudo... mas tens razão... tens de ser frontal e tentar fazê-los sair desse estado mental... no fim, quando se magoarem acabarão por te vir chatear


tsetse @ 14:05

Seg, 10/03/08

 

Eheh, bem visto

Rita @ 10:10

Sex, 07/03/08

 

Meninas,
Mais uma vez tenho que concordar com vcs... para mim jogos, só do meu querido Manchester United, a quem perdôo tudo (é uma relação um bocado unilateral, convenhamos ...:P).
Entretanto, tsetse, ainda bem que não se mata o mensageiro :P, porque este post deixou-me a pensar seriamente sobre a orientação que vou dar à minha vida em certos aspectos...


tsetse @ 14:02

Seg, 10/03/08

 

Rita, acho muito bem que pare para pensar seriamente na sua vida. É sempre bom sabermos onde estamos e para onde queremos ir. Alguém disse uma vez algo como: "Nenhum vento é favorável a quem não sabe qual é o seu destino" (não me recordo do autor)

margarida @ 18:18

Sex, 07/03/08

 

se pensarmos bem é mais fácil continuar a viver no mundo da ilusão como a Alice no país das maravilhas, do que levarmos um grande estalo e perceber que aquele tipo que me põe doida (que por acaso é um toto , mas há alguém que tem de ficar com esse genero que nao se encaixa no prototipo) nao me quer ver mais á frente.. e depois vou ter de andar com uma crise existencial que nunca mais desaparece.


tsetse @ 13:58

Seg, 10/03/08

 

Nem sempre o caminho mais fácil é o mais correcto... E a tua futura desilusão será directamente proporcional ao tempo e bens perdidos com a ilusão.


Pedro G @ 21:39

Sex, 07/03/08

 

Olá Tsetse! ;)

Bom post.
Foi algo que aprendi nos ultimos tempos...
E vou passar a fazer o mesmo! :D
Cada vez me convenço mais que o amor e o respeito pelos sentimentos dos outros não existe.

Beijo grande para ti *


tsetse @ 13:56

Seg, 10/03/08

 

Existem, Pedro. Não podemos é aceitar que nos faltem ao respeito para os podermos encontrar.


cigana @ 01:14

Sab, 08/03/08

 

"Ele finge que não gosta de mim porque não gosta de mostrar os seus sentimentos"
"Ele ama-me loucamente mas tem receio de se comprometer"
"Ele quer dar um tempo à relação, o que mostra como está a levar as coisas a sério"
"Ele anda com outras só para me fazer ciúmes, mas não quer nada com elas"


tsetse @ 13:54

Seg, 10/03/08

 

Eheh, sim, também já ouvi umas dessas... Aliás, sou capaz de já ter dito umas dessas, o que ainda é mais deprimente.



cigana @ 23:31

Seg, 10/03/08

 

Todas nós já embarcámos nalguma dessas... A questão é admiti-lo!

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D