TNT @ 00:17

Qui, 28/02/08

Ultimamente tenho ouvido cada vez com mais frequência queixas de mulheres em relação à performance sexual dos seus homens. Não sei se anda para aí uma nuvem negra inibidora da testosterona, se os homens andam a trabalhar muito, se andam a gastar energias noutros lugares ou se, pura e simplesmente, deixaram de querer. O que sei é que cada vez há mais mulheres mal comidas, o que nos dias que correm é quase uma heresia.

Chega-me às mãos este artigo, onde o fenómeno procura ser explicado. Aparentemente o vírus espalhou-se pelo mundo inteiro e não é só em partes lusas que a falta se faz sentir! Provavelmente, até fomos dos últimos a sofrer deste mal, como de resto, acontece com quase tudo...

Na minha opinião, o artigo é exuberantemente machista, sublinhando efusivamente e em pormenor as falhas das mulheres como papel de fêmeas que já não conseguem que o macho sucumba aos seus encantos. Desde a toma de medicamentos, até ao excesso de peso, todos os defeitos femininos são apontados.

Não percebo isto!

Então eles é que não correspondem e nós é que temos a culpa? Era só o que faltava! Andamos pela rua e temos magotes de gajos a meterem-se connosco e apenas o idiota que temos em casa é que não nos liga nenhuma e a culpa ainda por cima é nossa?? A culpa é nossa se eles têm ejaculação precoce? A culpa é nossa, se de repente e sem acontecimento nenhum aparente, eles deixam de nos tocar e afastam-se quando lhes tocamos? A culpa é nossa se de um momento para o outro, eles passam a dormir à pontinha da cama? Esta agora!

Provavelmente, aconteceu algo exterior que nos ultrapassa por completo e somos confrontadas com a inutilidade do espécime, adquirido uns tempos antes.

Quando os jantares românticos já não resultam, quando as massagens com óleos de não sei quê orientais já não funcionam, quando a farda de colegial ou de french maid deixou de causar furor, acho que já não há nada a fazer, a não ser rifá-los!

A conversa, o diálogo e mais o raio que os parta a todos, já não é aplicável a estas situações. Solução? Como qualquer electrodoméstico que deixou de funcionar lá em casa, o mais prudente é substituí-lo... E anda aí tanta coisa em promoção!

Abram os olhinhos e deixem de ser humilhadas por aqueles que julgam amar-vos.
Porque quem ama, deseja. E quem deseja, corresponde!

TNT


Patti @ 00:39

Qui, 28/02/08

 

E no amor, não são precisos acessórios.


TNT @ 13:51

Qui, 28/02/08

 

Humm... Às vezes dá um certo jeito!


gomesh @ 09:14

Qui, 28/02/08

 


Andas em alta... depois de uns tempos sem posts dois posts brilhantes em dois dias!
De facto parece um pouco virado para a culpa feminina... o que nem sempre é verdade.. mas posso te dizer que por vezes é mesmo a mulher que diz "hoje não querido"... mas há sempre excepções ... ou se calhar é mesmo só comigo... por isso é que o óleo de massagens est á na mesa de cabeceira... sempre à mão de semear...
Facto é que ultimamente até eu tenho ouvido situações destas onde amigas estão desesperadas com os maridos no que diz respeito à falta de interesse em "consumar o casamento" (quem diz casamento diz relação) - tenho de admitir que o meu comentário foi rifa-o - é muito bonito dizer que amamos mas quando chega à fase de alimentar esse "amor" não estamos para aí virados... peço desculpa se não pareço muito romântico (ainda que penso que sim) - mas amor por si só não dura...


TNT @ 13:40

Qui, 28/02/08

 

Pois...
Deve andar para aí uma nuvem qualquer de inibição masculina!

Allie @ 09:41

Qui, 28/02/08

 

É natural que a culpa seja nossa... na mente deles. Afinal, qual é o ser que consegue lidar com 1001 coisas ao mesmo tempo e ainda apresentar-se atraente? Qual é o ser que aguenta com tudo e ainda apresenta um sorriso? :-D Nós, mulheres. Eles desmaiam à conta de um corte no dedo, nós nem com a perna partida paramos. E acham que nos importamos? Se este não quer, outro virá.


TNT @ 13:36

Qui, 28/02/08

 

O artigo quase que não apontava qualquer falha masculina!
Acho o cúmulo!


Tiago Barros Rolo @ 11:08

Qui, 28/02/08

 

Uiii, ó Barra Dinamite, acordamos mal !!!!!

Bem, sendo dito que os homens estavam e estão sempre prontos para a coelhada, foi uma viragem de 180 graus.
Defesas expostas:
- As coisas não são tão lineares como referes. Uma mulher quando está cansada e se obriga à actividade, fica com umas dores de cabeça horríveis, sabias?
- Falas do sexo como se fosse red bull, mas é preciso algo mais...
- Eles tem de ter uma atitude "go with the wind", deixarem as coisas acontecer e tal para chegarem onde só alguns privilegiados conseguem!
- Porque a vida a dois já tem os problemas que tem em termos de assuntos exteriores: trabalho, contas para pagar, família, enfim...
- As minhas relações são mais estruturadas. E continuo plenamente convicta que o amor, só por si, não é suficiente. As rotinas esmagam-nos e temos de as combater. Há que saber viver lado a lado e acima de tudo, muito respeitinho.
- confesso que embora te compreenda me fazes rir! :) tu que pareces conhecer bem o sexo oposto, ainda tens esperança de ter um exemplar por catálogo?
- É preciso conversar para se chegar à melhor conclusão.

Citando alguém, “penso que há uma descontinuidade no ser vivo e uma descontinuidade na consciência”.


TNT @ 13:36

Qui, 28/02/08

 

E citando-me:
"Quando os jantares românticos já não resultam, quando as massagens com óleos de não sei quê orientais já não funcionam, quando a farda de colegial ou de french maid deixou de causar furor, acho que já não há nada a fazer, a não ser rifá-los!

A conversa, o diálogo e mais o raio que os parta a todos, já não é aplicável a estas situações. Solução? Como qualquer electrodoméstico que deixou de funcionar lá em casa, o mais prudente é substituí-lo... E anda aí tanta coisa em promoção!"

I rest my case...


Tiago Barros Rolo @ 15:42

Qui, 28/02/08

 

No meu tempo:

No meu tempo, enquanto houvesse arranjo para o "utensilio", não se deitava fora. Hoje em dia devido ao desenfriado consumismo, mesmo sem avariar deita-mos fora ou encostamos, porque queremos sempre o ultimo grito. Se calhar são voces mulheres tao descartaveis e futeis que depois fazem aparecer e citando "... homens que não prestam para nada, que são de durabilidade e consistência a prazo, e têm a etiqueta tão escondida, minúscula até, que só passados uns tempos é que se consegue perceber a bela aquisição. São cheios de bom aspecto mas depois é tudo de plástico. Muito bem intencionados mas depois o reservatório fica vazio num instante. Não há peças de substituição porque é tudo tão rasca que como se sabe, o melhor é sempre adquirir outro. Até as pilhas são made in taiwan, ou seja, não há recarregamento de energias."
Mas esta descrição não é mais do que a vossa imagem reflectida, e citando "Mulheres e os homens são como maçãs em árvores. As melhores estão no topo. por norma nunca tentamos alcançar as boas as melhores, porque temos medo de cair e magoar. Preferimos alcançar as maçãs podres que ficam no chão, que não são boas como as do topo, mas são fáceis de se conseguir. Assim as maçãs no topo pensam que algo está errado com elas, quando na verdade, nao estão erradas... Elas têm é que esperar um pouco mais para o homem ou mulher certos chegarem, aqueles que são suficientemente valentes para escalar até o topo da árvore."


TNT @ 15:57

Qui, 28/02/08

 

No meu tempo, que é a actualidade, as pessoas têm de se esforçar se quiserem ser felizes.
Antigamente eras obrigado a "comer e calar" porque parecia mal querer mais e melhor.
O que me parece é que se calhar os homens nunca corresponderam muito bem em casa. Talvez a diferença é que as mulheres decidiram começar a dizer. Não posso afirmar, são meras conjecturas.
Parece-me também que as pessoas iniciam as relações com um desejo exacerbado que depois se vai diluindo. E, aparentemente, nem conversa, nem paciência, nem artefactos funcionam.
Sabes porque falo disto? Porque esta questão dá cabo de uma mulher... destrói-lhe a auto-estima... dilacera-lhe o coração... metralha-lhe a alma.
Porque a verdade, é que quando a nossa "cara-metade" deixa de mostrar desejo e interesse sexual, as mulheres tendem imediatamente a assumir culpas que provavelmente não têm! Desatam a fazer dietas, desatam a olhar para si de uma forma negativa, choram, anulam-se, deprimem-se... E isto não é bom para ninguém, pois não?
Porque será que os homens não podem assumir que estão a falhar porque andam entusiasmados com outras coisas ou pessoas? Porque não há-de ser culpa deles e há-de ser sempre delas? É injusto, percebes? É horrível ver amigas minhas que são lindas por dentro e por fora, estarem a passar por isto e acharem que são uma merda, percebes?
Sejamos honestos! Não querem? Digam porquê! Não desejam? Porque será?
Honestidade é a base mais importante de uma relação. Quando não há, não temos relação... Triste, não é?


Tiago Barros Rolo @ 16:44

Qui, 28/02/08

 

Antes de mais....

Barrinha de dinamite (deixa-me tratar te bem antes que me inundes de virus), tenho a certeza mesmo que sejas gorda, baixa e pelo no peito, és uma mulher com M grande. Admiro a tua personalidade, os desabafos que fases, apesar de muitas vezes utilizares personagens para disfarçar o que te vai atormentando e o que te vai acontecendo com muitos homens made em Taiwan, para os quais pelos vistos tens queda. Se deste o teu melhor numa relação, nunca deves lamentar ter acabado, faz como eu, vejo sempre o lado positivo, isto é, o que essa pessoa contribuio para o meu crescimento pessoal (exemplo: namorei muitos anos com uma rapariga a qual era muito, mas mesmo muito extrovertida e com uma personalidade forte melhor dizendo muito forte, o que ganhei com isso???? se a queria acompanhar tive que deixar as vergonhas de lado e tornar-me extrovertido - e consegui, se não hoje não parteciparia em blogs por exemplo. Ela quando achava que tinha razão lutava por isso, - eu aprendi que se não o fizer-mos ninguem o fará por nós, ainda tinha a ideia que o mundo era cor de rosa e que nao faziam de preposito, o que ganhei???? acordei para a vida). E podia continuar por ai fora a dar exemplos do que ganhei e do que dei a ganhar.
Deixando de merdinhas, e voltando ao meu papel:o meu tempo tb é a actualidade, tu deves ainda ter alguns resticios pre-historicos, ou achas que as mulheres sempre se calaram e consentiram. E se não o faziam directamente sempre arranjaram maneiras de o mostrar. E voês são eximias nisso. Voces fazem dietas, choram e diabo a quatro e nós???? Pegamos no carro com vontade só de parar em marrocos, andamos com a tensão alta é a nossa maneira de chorar, ficamos amarelos e com vós triste e arrastada,..."todos diferentes, todos iguais".
Cumplicidade, honestidade terá sempre duas partes depende como construimos a relação ou o que esperamos dela...incentivo/apoio sempre de ambas as partes, por mais que nos custe mesmo quando algo é contra a nossa vontade, por vezes é por inveja "pensamos nós saudavel", ou por querer ele/ela mais tempo connosco, ou para nós não ser importante e achar uma perda de tempo sem perceber que á outra metade isso lhe daria alegria e conforto, por mais ridicula que fosse a ideia.
Deixar-mos acumular frases infelizes, atitudes e maneiras de estar sem chamar a atenção....e quando há merda dizer tudo de uma só vez, levando a gritaria para outro patamar e uma coisa que era simples torna-se complicada.
Bem, se dizes que somos produzidos em linha, como podes tu espalhar-te tanto ao comprido. Já deverias saber o manual de instruçoes de tras para a frente.
O problema é que mesmo sendo produzidos em linha, seremos sempre a imagem de quem nos utiliza..."todos iguais, todos diferentes".


Tiago Barros Rolo @ 17:08

Qui, 28/02/08

 

Porque a verdade, é que quando a nossa "cara-metade" deixa de mostrar desejo e interesse sexual, as mulheres tendem imediatamente a assumir culpas que provavelmente não têm!
Muito lindo, lindo....e os homens no meio disto, não achas que se passará o mesmo. Podemos ter formas de reagir diferentes. É sempre a mesma treta, sempre a mesma treta, irraaaaaaaaaa.
Um gajo chega a casa mais cedo, pega na merda da receita e diz é hoje que lhe faço uma supresa, cozinha aquela merda, ela chega a casa olha para a cozinha e diz, quem vai limpar esta merda ontem passei a noite a limpar isto, e nem olha para a puta da mesa com o jantarzinho (1 sinal negativo), um gajo diz-lhe não te preocupes hoje é o teu dia e eu limpo tudo, e diz-lhe vamos ver se isto está comestivel, e ela num grande surto de inteligencia diz "estou mal disposta" vou comer só sopa se houver (2 sinal negativo), e um gajo pensa merda para a proxima telefono a maezinha e peço a sopa de ontem que ela nem vai dar conta. Passa este constrangimento todo, e nós burros sempre sorridentes pensamos é muito trabalho, o dia correu mal, chateou-se com uma amiga, nao nao é o periodo, é isso é o periodo, elas costumam ficar assim, será???? tiro já as teimas.
Na cama "amor" vamos dar uma cambalhota, fazer filhos, olha que dizem que alivia o stresss, e ela as coisas não são tão lineares uma mulher quando está cansada e se obriga à actividade, fica com umas dores de cabeça horríveis, sabias? (fosca-se, fonix, 3 sinal negativo).
No fim fazemos as contas e se virmos, deu tres, e um gajo diz, até nisto elas tem sorte, fonix, foi a conta que Deus fez.

Paloma @ 11:42

Qui, 28/02/08

 

UI ...bem deste mal ñ sofro..há mt que deixei de acreditar em um amor e uma cabana"e viveram felizes para sempre"adoptei um estilo de vida que é seguido por alguns dos meus amigos, relacionamentos ñ convencionais. Deste modo há sempre sexo ñ há compromisso nem "chatices" o pior é qnd aparece o dito "amor".... Mas TNT concordo plenamente ctg qnd dizes que os homens que temos em casa ñ reparam em nós, mas milhões de homens na rua o fazem...e resposta é exactamente esta: Já estão habituados ! e certamente qnd vão na rua são capazes de mandar uma boca à gaja mais feia que a morte que se aproximar...sente-se homens nesse caso, das duas uma ou se passa para a tal terapia de casal...ou então..cada um à sua vida...no fim de contas, quem perde é mesmo ele.


TNT @ 13:42

Qui, 28/02/08

 

Estão habituados.... pois, és capaz de ter razão!
As mulheres deixaram de ser novidade... se calhar é melhor começarem a tentar os homens! Talvez seja disso que precisam... Gaaaaaaaaaaaaaays!


gomesh @ 14:21

Qui, 28/02/08

 

Deixa-os virar todos.... mais fica para quem sabe o que quer...


Inocêncio da Silva @ 15:06

Qui, 28/02/08

 

Xiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii tens razão gomesh , ela hoje acordou com os pezinhos de fora, já vai na fase do insulto e ainda estamos a 10 comentários.

Tens alguma razão amiga TNT...
Muita parra e pouca uva.
Os bons estão velhos e a gravidade não perdoa.
O físico é o que está fora dos calções de banho, e esse é que impressiona.
Onde tudo é mau, ser péssimo é ser mais um.
O joystick passou mesmo a ser monopólio das consolas...longe vai o tempo onde o mesmo era traduzido á letra como "pau da alegria".

Enfim...


TNT @ 15:18

Qui, 28/02/08

 

Isso não sei... só sei é que há cada vez mais mulheres a queixarem-se!
Se é uma fase (má), ou se já começa a ser o instituído, não posso precisar. Mas que pelos vistos é um fenómeno abrangente e internacional, quanto a isso, não me parece que haja dúvidas!

Paloma @ 16:52

Qui, 28/02/08

 

Bem..ñ tenho nada contra a homossexualidade...seja feminina ou masculina,cada macaco no seu galho que eu gosto mt do meu na minha árvore só há homens!!
Mas que a homossexualidade masculina e bissexualidade tem aumentado ui...isso sim...ainda bem que ainda existem homens!!abençoados sejam!!!
E como ainda há alguns...podem ser substituidos

PM @ 19:55

Qui, 28/02/08

 

É bom, necessário, e saudável até, que as pessoas se preocupem com o seu funcionamento/comportamento sexual, mas nisto (como noutras coisas da vida)temos que dizer a verdade. Sim. Muitas mulheres sofrem de disfunção orgásmica (é assim que se chama, tá), mas existem muitos mais homens a sofrer de ejaculação precoce e disfunção eréctil. E isto não é baseado na experiência particular de alguém, mas em estudos sérios. É dizer, mesmo que se saiba que metade da população masculina sofre de uma inibição sexual massiva, selectiva, consideram-no como sendo um comportamento normal. Mas não é! Chamem-lhe ansiedade de castração, édipos mal resolvidos, impulsos incestuosos, conflitos inconscientes, stress ou medo, a verdade é que quem paga é mesmo o “berbigão”!
A verdade é que os homens acham que a função sexual é a grande representante da masculinidade, e qualquer falha nesse campo se pode tornar extraordinariamente constrangedora, intolerável até. Assim, é mais fácil evitá-la (à mulher, à relação, é claro!). Será que conseguem perceber ou imaginar sequer que existe um sentir e prazer único e subjectivo que pode ser vivenciado durante uma relação que vai muito para além da actividade (ou falta dela) sexual??? Estou a falar do flirt, da sedução, do desejo, da antecipação, do encanto, da atracção … usem a imaginação, tudo é possível. O resto vem naturalmente :)


TNT @ 13:02

Sex, 29/02/08

 

Com esta é que foram arrumados!
Ah pois é!

Miguel @ 20:12

Qui, 28/02/08

 

Cheiro.
O problema é o cheiro.
Está cientificamente provado que o que mais atrai o homen não é a bunda, nem a mamoca, nem a cara laroca. É o cheiro.
Históricamente, os maiores períodos de feritilidade humana foram nos períodos de fome (fome mesmo, falta de comida na mesa), de guerras, de calamidades.
E é durante o período fértil que a mulher tem o cheiro que mais atrai o homem. Aquele cheiro adocicado mas ácido, que nos faz olhar, primeiro com estranheza, depois com mais atenção e, finalmente, já com ânsias, pois que o corpo reage, a testoterona actua, etc.
Ora nos tempos que correm, as mulheres usam contraceptivos de diversa ordem - pílulas, pensos, aparelhos, tudo para cortar a fertilidade, perfumam-se, depilam-se (o que acho bem - mas altera os seus aromas), não há fomes de morrer nem calamidades "à antiga", e os homens, esses canastrões, cada vez mais trabalho, mais competição, stress acumulado, falta de imaginação e de inovação, e, como se não bastasse, as mulheres de repente começam a ser exigentes: na limpeza da casa querem ajuda, na cama temos que valer por dois, também é preciso levarmos os miúdos à escola e ir buscá-los, fazer compras, ganhar dinheiro, para isso trabalhar horas extras mas sem chegar tarde a casa...
E ainda ouvimos que o defeito tem que ser nosso!
NOSSO?
Vocês mulheres é que mudaram. Tornaram-se homens com mamas e vagina e querem continuar a ser mulheres. Querem viver como os homens e continuar a ser mulheres. Querem que sejamos como as mulheres mas que continuemos a ser HOMENS.
Saio de casa às 7 da manhã, trabalho que me farto para ganhar um bom ordenado, chego a casa às 9 da noite e vejo a minha linda mulher...
... de trombas.
Porquê?
Porque eu chego e tenho o jnantar feito, a casa arrumada, que só como, arrumo a cozinha, 1 hora de televisão e cama. MAS SE O DINHEIRINHO FALTA, isto é que é uma porra de vida, o fim do mês é ao dia 10, comprei um quilo de maçãs pela hora da morte...
E eu já estou quase sem olfacto.
Mas quando me dá o cheiro tá ela cansada, sem paciência, sem vontade...
A culpa é minha? É sim senhoras.
Mea culpa, mea culpa, mea máxima culpa.
Quando estou cansado, ela "estava à espera". Quando quero tá ela cansada.
Ando desfasado. Estou cansado, preocupado com a conjuntura económica, com as notas dos miúdos, com o Benfica, com o preço dos bens essenciais, mais os da internet e da TV Cabo, etc. etc. etc. etc. etc.
E sei que tenho de estar ali, de pau firme e hirto como uma barra de ferro quando ela quer. E se não consigo é porque tenho alguma culpa sim senhoras.
Sim, TNT, a culpa é vossa, e nossa também. Vocês passaram a ser mulheres com M grande. E nós homens. Apenas continuámos a ser homens, o que, como se sabe e está sobejamente confirmado, não é desculpa suficiente.
E tou cada vez mais deprimido.
E sem olfacto.


TNT @ 12:53

Sex, 29/02/08

 

Eh pá! Que grande chatice de vida! Até eu fiquei deprimida...

Filomena @ 14:03

Sex, 29/02/08

 

Cheira a qualquer coisa, sim...

sagitarios33@gmail.com @ 21:12

Qui, 28/02/08

 

Não estou aqui para defender os homens mas sim para apoiar as mulheres.
Adoro mulheres todas no geral, não só pela parte sexual, mas também pela coragem, determinação, bravura, maternidade e outras coisas mais.
Já fiz muitas loucuras mas à muito que sou fiel, mesmo.
Só tenho pena de não poder estar com minha companheira mais vezes, (trabalho fora).
Não vou dizer que nunca me aconteceu falhar em alturas que deveria estar em sentido.
Aconteceu e mais do que uma vez e nunca porque ela estava mais gorda ou mais magra ou porque sei lá o que se inventa na altura, acontece e eu fiquei com um grande tacho.
A culpa é sempre do homem pois se elas são a razão do nosso viver e nunca se deve deixar uma mulher insatisfeita. Se o nosso amigo não funciona agora damos a volta ao jogo com uns preliminares e voltamos a tentar mais tarde.
Força homens de Portugal.
Beijinhos para ELAS


TNT @ 12:48

Sex, 29/02/08

 

Haja alguém com coragem para admitir uma falha aqui ou ali e não sacudir a água do capote!
Parabéns! Temos homem!

O_Alminhas @ 11:14

Sex, 29/02/08

 

Eh pá, ´perem lá aí: então e as companheiras/mulheres/´miguinhas que estão sempre com dores de cabeça, ou de costas, ou ainda as que arranjam os pretextos mais foleiros para nos rechaçarem?


TNT @ 12:47

Sex, 29/02/08

 

Eu já percebi é que ninguém leu o artigo...

Filomena @ 14:14

Sex, 29/02/08

 

TNT,

Tu estás "lá"!
Para quando o livro?



TNT @ 14:26

Sex, 29/02/08

 

Oooops!
Ainda nada... nunca mais lhe toquei!

Filomena @ 15:46

Sex, 29/02/08

 

Pois vai pensando nisso!
Eu compro um, está garantido.

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D