o_inimigo @ 00:01

Sex, 19/10/07

Sou uma mulher independente, mas gosto que tomem conta de mim

Eu pessoalmente gosto de mulheres independentes, com uma boa auto-estima e que não tenham problemas em expressar a sua opinião e se possível mulheres com uma carreira de sucesso; regra geral são mais interessantes, cultas e capazes de manter conversas edificantes e nos dias que correm pelos vistos é moda dizer “Sou uma mulher independente – e não preciso de nada nem ninguém!”.
Será bastante comum ouvir por parte do sexo feminino que todas as tarefas domésticas são responsabilidade comum, que o homem tem também a obrigação de ajudar nas tarefas domésticas, mudar fraldas, participar nas limpezas da casa etc., etc.. Eu pessoalmente nem concordo muito com a ultima frase... acho que o termo ajudar vem mesmo da “nossa” mentalidade pequenina e antiquada... o termo mais correcto seria mesmo PARTILHAR as tarefas domésticas por isso senhoras não atirem ainda a primeira pedra...
Aquilo que não entendo e que oiço também por parte de muitas dessas senhoras de carreira, é a devida separação de tarefas que ainda faz parte APENAS do universo masculino... e passo a citar alguns exemplos:
1.    Lavar o carro;
2.    Cortar a relva do jardim;
3.    Bricolage na casa.
Defendo de unhas e dentes a emancipação feminina e a igualidade entre sexos... reconheço que fisicamente o homem tem tendência para ser mais forte (claro que existem excepçoes) – e provavelmente nunca permitiria que uma companheira minha realizasse tarefas tipo cortar lenha e outras tarefas mais pesadas... ao mesmo tempo...
1.    Se eu limpo a casa de banho, a minha companheira pode lavar o carro;
2.    Se eu passo o aspirador, a minha companheira pode aparar a relva;
3.    Se eu mudo uma fralda dou um banho à cria (se existe), a minha companheira pode instalar um candeeiro, reparar um interruptor, etc.;
Conheço casos extremos por sinal em que fulana ficou com o beltrano mais uns meses porque estava a renovar a casa e o beltrano até era prendado para a bricolage, assim ficou com uma cozinha nova em troca de favores sexuais 1 ou duas vezes por semana... (eu a isto chamo prostituição... LOL).
Outros em que a fulana pretende ser tratada como uma princesa (nada contra...), querendo toda a atenção do seu “mais que tudo” mas ao mesmo tempo nunca foi capaz de ser celibatária (para ser sincero em 12 anos que a conheço todos os seus namorados foram “enfeitados”) mas exigindo exclusividade do seu “ente querido”.
Estes dois casos aconteceram com “mulheres de carreira”, independentes, com um nível de vida acima da média e com uma educação razoável, mas em nenhum dos casos se prestam a lavar carros, arranjar o interruptor etc.; aliás... eu que nunca andei a comer nenhuma delas já fui chamado para pequenas reparaçoes... e qual foi a recompensa? Cozinham um jantar... parece-me uma recompensa bem tradicional ...
 “Bear in mind” que sou um “metrossexual” assumido... sou uma fada do lar, executo qualquer tarefa doméstica que for necessário, e serei por vezes mais “maníaco” em relação às limpezas que a minha presente “cara metade”. Ao mesmo tempo adoro mulheres... acho-vos uma maravilha da evolução e não sei como seria feliz se não tivesse a companhia se um tão maravilhoso ser no dia-a-dia...  talvez a unica vantagem seria o facto de acabar por ter braços bem musculados...
Assim sendo caríssimas com todo o respeito que merecem tentem não nos colocar de lado... parece que pelos vistos esta rivalidade nem deveria existir... temos mais uma relação simbiótica que qualquer outra coisa, para terminar passo a citar uma caríssima senhora:
“I’m an independent woman, but I like to be taken care of” (sou uma mulher independente mas gosto que tomem conta de mim”

(enviado por Gomesh)


LOCO @ 09:13

Sex, 19/10/07

 

Não somos "ninguem" para comentar/criticar mulheres de carreira, porque os "homens de carreira" comportam-se exactamente da mesma forma, não concordas? LOL

tasha @ 10:32

Sex, 19/10/07

 

Concordo plenamente! Sim, é verdade! Como podemos querer partilhar as tarefas domésticas, se só achamos que as tarefas domésticas são as comulmente chamadas de 'femininas' (lavar, passar, aspirar...)? Eu até tenho um maridão que partilha essas tarefas comigo. Porém, na hora de arranjar qualquer coisita lá em casa, se eu me atrevo a pegar numa chave de fendas, ui, que o tecto cai. Por isso digo: talvez muitas das ditas 'mulheres de carreira' (que coisa feia generalizar) não façam as coisas por que os comapnheiros não querem. Talvez eles achem que deixam de ser homens se a campanheira começar a lidar com um berbequim... ou talvez se sintam ameaçados ao ver uma mulher com uma 'arma' de grande porte...

ruben @ 14:17

Sex, 19/10/07

 

é verdade, eu sinto isso. não me importo de partilhar tarefas mas nas minhas ninguém toca. conheço uma "independent woman" que ainda é mais machista que qualquer alentejano que se preze, na cozinha e na lida da casa ninguém mexe senão ela. é difícil encontrar um padrão na dita "mulher independente" acho até que não existe nenhum .

Mickey Mouse @ 10:43

Sex, 19/10/07

 

Eu gostava de ver as mulheres a mudaram pelo menos uma lâmpada!

E a mudar um pneu? Alguem já viu? Eu não!

E defendem elas a divisão das tarefas domésticas como se não houve amanha...

LOCO @ 11:42

Sex, 19/10/07

 

Com certeza não é por falta de capacidade que as mulheres não mudam as lâmpadas lá de casa.( Sei que não era isso que queria dizer.) E não diga que não há mulheres que pegam na "ferramenta" e fazem milagres. Ou acham que isto da bricolage é algo que corre no sangue masculino! Pois conheço muito MACHO que não sabe para que serve uma chave inglesa! Poiiiis ÉÉ....! Não me diga que não conhece alguns.

Mickey Mouse @ 13:52

Sex, 19/10/07

 

Claro que conheço. Não à regra sem excepção não é verdade?

Eu aqui defendo os Homens de verdade e não as fotocópias.

eusoutiagorolo @ 13:47

Sex, 19/10/07

 

E aquelas que nao poem gasolina no carro por nao saberem pegar na mangueira......tenho um exemplo vivo aqui no meu posto de trabalho.....quando o carro dela esta na reserva tras o do marido......santo marido.....


sopro-do-coracao @ 19:43

Sab, 20/10/07

 

Quanto a isso, só tenho uma coisa a dizer...

Sou mulher e mudo lâmpadas e pneus, assim como mais um sem número de tarefas afins.

E da mesma forma que não cai nenhum bracinho ao meu marido por fazer a tarefas domésticas, também não me cai nenhum a mim por fazer estas tarefas.

Até porque em minha casa, se há alguma coisa para fazer, o primeiro a chegar faz.

Hailstorm @ 14:10

Sex, 19/10/07

 

Creio que por uma mera questão de justiça e respeito, que advogo, a divisão de tarefas deveria ser um dado adquirido num casal que divide cama e mesa...alem da troca dos fluidos.
Mas que tarefas? E agora penso que entro verdadeiramente na questão fundamental.
Tenho um amigo que diz, e passo a citar:
" Eu sujo e ela limpa; ela cozinha e eu como, portanto estão as tarefas divididas..." o verdadeiro machista, digo eu.

Mas em verdade se diga, e não chegando a extremos destes, as mulheres têm alguma preguiça em levantar pesos, por exemplo, mesmo que tenham força para isso. Limitam-se a argumentar a sua dificuldade em tal tarefa baseando-se na sua condição de mulher...frágil. Mas quando a conhecemos levantavam toneladas pelas escadas acima, dançavam a noite inteira, pedalavam tal qual o Lance A. na volta a França....e depois, de repente, não podem com uma gata pelo rabo.
Pergunto então:
Será que as mulheres, tal qual os homens, publicitam a sua excelente condição física quando andam no território da conquista, e esquecendo-a quando o alvo foi atingido?
Alguém me explica?...

eusoutiagorolo @ 14:33

Sex, 19/10/07

 

A vida dá muitas voltas....

1º Historia:
Antes de ir morar com a namorada (ela morava sozinha), frequentava a sua casa para os jantares e algumas dormidas, chegada a hora de levantar a loiça e lavar, oferecia-me, mas era sempre recusado esse trabalho....a sua desculpa era "não estou habituada a que façam isso, lá em casa o meu pai nao faz nada, literalmente nada". E eu pensei cá para mim, sorte a do pai, pois eu em minha casa faço tudo, obrigado pela minha mãe... o maior frete era lavar a janelas da marquise... quando levei as malas para a casa dela e acreditando que as tarefas devem ser partilhadas, recusei a recusa dela de nao poder participar nessas tarefas....qual fada do lar....o tempo passou....e virou-se o feitiço contra o feiticeiro....quem começou a apanhar a caca do cao ....eu......e acordar á noite para por o cao a mijar....eu.....a lavar a loiça....eu......a aspirar......a passar o soalho com a esfrgona.....eu...moral da historia.....nunca quebres as tradiçoes familiares

2º Historia:
O meu primo Fernando é um homem com "H" grande, isto porque, quando estava noivo e ia a casa da sogra para jantar, a sogra dizia sempre "já viste como a rosa cozinha tao bem".....casaram......para seu espanto nem cozer uma batatinha com nabiça sabia o raio da moça......nao havia nada a fazer nao atinava com a culinaria.....o Nando encheu o peito de coragem, pegou na mulher e levou a sogra e disse-lhe......esta menina só volta quando souber fazer aquilo que eu comia aqui.....moral da historia......nunca compres gato por lebre

Anónimo @ 22:15

Sex, 19/10/07

 

A experiência que tenho, é que não há tarefas domésticas especificas para homens ou para mulheres. Pois vivo sozinha com a minha filha e tenho que cozinhar, limpar, lavar o carro...só não corto a relva porque não tenho jardim ( com muita pena minha pois adoro jardinagem). A verdade é que no dia em que dividir a casa com mais alguém, espero que se consiga partilhar as tarefas de forma justa e civilizada, tendo em conta que há tarefas mais desagradáveis e outras menos, mas que têm que ser feitas. Uma vez que qualquer tipo de tarefa pode ser realizada pelos dois, a não ser que algum não tenha uma mão ou uma perna, o ideal era fazer tudo a meias, duas pessoas a lavar o carro ou a cozinhar é bem mais divertido!
Teresa

Sara @ 15:52

Sab, 20/10/07

 

Sou mulher e sei: mudar lampadas, trocar pneus, mudo os moveis lá de casa, corto a minha relvinha, resolvo os problemas electricos... tudo isso.. ... Ora só não faz quem não quer ou quem tem como certo que alguém irá fazer.. Existem é meninas muito comodistas que exigem que o namorado partilhe tarefas que "supostamente" seriam delas, mas depois partilhar as ditas de homem, "o que?? Isso é trabalho de homem".. bahhhh

X_Sunshine @ 22:31

Sab, 20/10/07

 

discordo numa coisa dita num post ai em cima!
axo k isso de ser mulher independente, ou ixu ser trabalho para homem ..um absurdo!!
eu tenho 17 anos, no entanto eu posso dixer que sou menina do papá e da mamã.
No entanto eu já mudei uma lampada... tb ja apanhei num martelo porke necessitava de por um quadro meu na parede e nao tinha ninkem ali !!
E digo nao tem nada k saber... acho k uma mulher sabe muito bem se desenrascar e fazer exas coisas.. claro ha umas k é necessario saber fazer, e os rapazes sabem mais porque enkuanto que nós nos intereessamos por moda, ou bonecas, ou outra coisa qualquer, os homens desde inicio se interessam sobre mecanica.. abrir as bonecas das meninas para verem como funciona, brincarem com carrinhos, lutas, armas,etc!
E claro, quando nós temos um homem ao nosso lado, nem tentamos nem nos mexemos para fazer algo a esse nivel, entao fazemos muitas das vezes que nem entendemos nada do assunto !
xD

;)

flor de lis @ 01:15

Ter, 23/10/07

 

Sou uma mulher independente, mas gosto que tomem conta de mim... esta frase combina comigo... Mas não pela relva, ou pelas lâmpadas, ou pelo bricolage...Pelo amor da santa, isso paga-se e há quem faça. Moro sózinha e aturar uma melga qualquer só porque sabe bricolage... não obrigada!
Sou independente, mas gosto de ser mimada, paparicada, apreciada.
Gosto de jantares, flores, poemas, atenções, beijos, ternura, bom sexo... Acordar com beijos! Receber telefonemas, sms, teclar... Enfim... Muita assistência!

ruben @ 16:36

Qua, 24/10/07

 

... técnica?

flor de lis @ 22:14

Qua, 24/10/07

 

O que é assistência técnica? Só conheço para carros, máquinas e outros aparelhos...

gomesh @ 13:01

Qui, 25/10/07

 

Havia a publicidade do gás à uns anos atrás... com o Herman...


cigana @ 03:07

Sab, 27/10/07

 

Tens toda a razão. Vou falar apenas por mim, nas tarefas que as mulheres se “esquecem” de partilhar. Não me importo nada de lavar o carro ou de aspirar os estofos, de aparar relva ou de podar roseiras, de ir pôr o lixo no contentor, de passear o cão ou de lhe dar banho. E até consigo fazer alguma bricolage muito básica, tipo pregar quadros ou aparafusar qualquer coisa… Não sou esquisita! Mas não me peçam para verificar o óleo ou os calços dos travões dos carros, fazer instalações eléctricas ou de canalização em casa… Se vocês conseguem cumprir todo o pack masculino e feminino, óptimo. Eu assumo que não. E avisei, portanto declino as responsabilidades!

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D