TNT @ 15:35

Qui, 21/06/07

Em conversa com amigos, interrogamo-nos quais os tempos politicamente correctos entre o conhecimento, o beijo, os amassos e finalmente o sexo. Devo dizer-vos que não chegámos a conclusão nenhuma, mas ainda nos rimos a valer com as gritantes diferenças e o generation gap.

Percebemos, no entanto, que quando somos mais novos a coisa demora mais entre o beijo e o sexo ao contrário dos mais velhos. E que os mais velhos demoram mais entre o conhecimento e o beijo, mas depois é sempre a abrir, ao contrário dos mais novos que ficam ali a engonhar.

Fazendo bem as contas, acabamos por demorar os mesmos tempos. Demoramo-nos é em etapas distintas. A avaliação do risco é diferente.

Num jantar com amigas trintonas sai a seguinte bomba: “... eh pá, lá tive de me embrulhar com ele... já não temos idade para andar aos beijinhos, não é?... é esperável que saltemos logo para o step 3... mas pronto, lá dei uma abébia... também olha, que se lixe...”

Então afinal qual é o tempo social e politicamente correcto para o salto para a espinha? Quanto tempo nos devemos demorar em cada etapa?

Os mais novos têm o pudor de serem conotados como fáceis.
Os mais velhos não têm pudor. Foi-se com a idade e há pouco tempo a perder com coisinhas...
Os mais velhos têm medo de se meterem em alhadas. Muitos anos a virar frangos...
Os novinhos pelam-se por uma boa confusão! Saltam para o beijo logo a seguir ao conhecimento que é um mimo...!

O comportamento considerado “devasso” até aos 25/29, passa a ser normal a partir dos 30!
O comportamento considerado “decente” até aos 25/29, passa a ser anormal a partir dos 30!

Ora, havendo esta confusão toda de valores, e que depois ainda sofrem as variáveis geográficas e culturais, eu diria que o melhor é ser sempre devassa!
Sempre satisfeitinha, de barriguinha cheia, boa disposição e sorriso estampado na cara!

Pelo sim pelo não, antes comida, do que com uma lariquita... que a fome nunca trouxe alegria a ninguém!

TNT


gomesh @ 16:04

Qui, 21/06/07

 

Como sempre de acordo... estava a pensar em escrever algo como os teus dois ultimos paragrafos como resposta ao teu blog antes de os ler... uma vez mais em sintonia de pensamentos... bem dito!

E viva a devassidão

Elora @ 16:24

Qui, 21/06/07

 

Verdade, verdade.

Perignon @ 16:45

Qui, 21/06/07

 

Ausento-me por 9 dias e é quando o espaço cor-de-rosa mais conhecido do mundo dos blogs começa a mexer.

Perdoe-me Tsetse pela minha ausência para comentar o seu post das tarefas... Já cheguei tarde demais!

Quanto aos tempos aqui falados, acho que estamos de acordo TNT, vejo que se depara com as mesmas questões temporais que eu.
A imoralidade de outras gerações é o prato de forte de outras. O que é certo para uns, é errado para outros.

Tudo isto leva-nos a esta grande questão, para quê complicar se no fundo todos desejamos o mesmo?

Esta coisa dos valores dá-me fome, e a si minha querida?


TNT @ 17:01

Qui, 21/06/07

 

Welcome back!
Bom... já comia qualquer coisita... lá isso é verdade!
Um snack, vá...!

Perignon @ 17:42

Qui, 21/06/07

 

Late snack? Conheço um sítio óptimo...


TNT @ 17:49

Qui, 21/06/07

 

O que tem em mente?



(com menos conversa e já....)

Perignon @ 19:24

Qui, 21/06/07

 

Já enviei um mail para sua apreciação e consequente degustação.


Let's drink the stars?


TNT @ 19:27

Qui, 21/06/07

 

Let's do it!

Pat Mabellon @ 17:21

Qui, 21/06/07

 

Ora aí está! Satisfação acima de tudo! E orgulho nisso sem arrependimentos... Há aquelas relações relâmpago que são para ser assim mesmo...Os dois querem, falam, proporciona-se e acontece. É assim, porquê andar com rodeios? Depois há outras de outro género: aquelas que quanto mais tempo se passa no "reconhecimento", maior é a vontade para o "acontecimento". Não significa que tenhamos de rotular as pessoas como oferecidas, fáceis ou taradas. Digamos que os desejos e vontades poderão ser imediatos, a curto ou a longo prazo...
Sem censuras por favor!


TNT @ 17:50

Qui, 21/06/07

 

Aproveitar enquanto é tempo. Que a vida são dois dias...

monge @ 18:24

Qui, 21/06/07

 

...desde que não sejam o ontem e o amanhã...

monge @ 18:20

Qui, 21/06/07

 

...nem a propósito, TNT. Literalmente, adorei o teu "timming". Não poderia ter sido melhor.

Ontem adormeci a ver um filme chinês ("In the mood for love") em que dois vizinhos, um homem e uma mulher, se sentem atraídos um pelo outro e mesmo depois de saberem que ambos foram traídos pelos respectivos a coisa ainda demora, e muito, a pegar...(isto só mesmo em filme e na china!!!!). Aliás, demorou tanto que, como disse, adormeci antes de ter visto vias de facto e o filme já ía bem adiantado.......zzzzzzzzzzzzzz...

Pensei que era uma cena cultural chinesa mas agora fizeste com que percebesse tudo! Fui ver a classificação do filme... Maiores de 12! Deveria constar também: Menores de 30!!!

Love Life!


Love Life!


TNT @ 21:23

Qui, 21/06/07

 

Isso anda mesmo mau... filmes chineses... tsstss

O_Alminhas @ 10:51

Sex, 22/06/07

 

Diria que cada a velocidade da «coisa» depende imenso do interesse que a contraparte está a suscitar... e, quando não há química, bem se pode insistir...
Mas escrevo por duas razões: a primeira, para dizer que li uma expressão de antologia, e quero agradecer por isso: "Muitos anos a virar frangos!». Está muito à frente!!!
A segunda para perguntar se li bem: «comida»? Referia-se a TNT a si própria? Pergunto, apenas, porque a tonalidade passiva que empresta à coisa não liga com o que de sua autoria tenho lido, aqui.


TNT @ 13:33

Sex, 22/06/07

 

Comidinha... de barriguinha cheia... satisfeita... contentinha... bem disposta... enfim, vários sinónimos.
Creio ter-me feito entender!

Vitor @ 11:22

Sex, 22/06/07

 

Ainda que concorde que a fome é coisa má, e saciados somos sempre melhores pessoas, tenho a confessar-te que a idade trás-nos a exigência, daí precisarmos de conhecer alguém antes do beijo, o que é incoerente porque é no beijo que reconhecemos a química.

Tenho para mim que a idade nos dá em tolerância o que nos impôe em exigência, o que nos permite fazermos o que queremos, ainda que por vezes desconheçamos o que desejamos!


TNT @ 13:34

Sex, 22/06/07

 

Olha... agora é que disseste tudo!

i_believe @ 15:33

Qua, 25/07/07

 

Gostei em especial desta parte "a idade nos dá em tolerância o que nos impôe em exigência, o que nos permite fazermos o que queremos, ainda que por vezes desconheçamos o que desejamos".

Às vezes melhor do que sabermos o que queremos é sabermos o que NÃO QUEREMOS.

Fá @ 11:25

Sex, 22/06/07

 

Regime só mesmo alimentar, de sexo nem pensar. Nunca é demais...


TNT @ 13:37

Sex, 22/06/07

 

Sex diet always begins tomorrow...

Fá @ 14:19

Sex, 22/06/07

 

True!!! :)))

Bu @ 18:42

Sex, 22/06/07

 

:) :) :)


cigana @ 12:41

Sex, 22/06/07

 

Tem graça, escrevi algo deste género em particular a um amigo, defendendo esta diferença de atitudes...
Como estamos em faixas etárias diametralmente opostas, não cheguei a perceber se ele me tinha entendido.
Ora como não há ninguém como tu para explicar estas coisas, vou remetê-lo para aqui!
Alf, percebeste agora o que eu disse???


AlfmaniaK @ 14:27

Seg, 25/06/07

 

Por mais que me esforce e tente compreender, há sempre uma questão que me fica na calha: Porque é que as coisas ocorrem ou transformam-se nos 25/30?
Há porventura um "click" oculto que é suposto acontecer por essa idade? E porque não antes? Porque não querem, porque não sabem... ou porque (tal como se verifica no depois) acham que sabem o que querem?
...mulheres, mulherzinhas, etc! Acho que me falta virar frangos. Para quê? Não sei!

O_Alminhas @ 13:52

Sex, 22/06/07

 

Então não? Isto são muitos anos a virar frangos...!
(p*rra, agora não consigo parar de dizer!)


TNT @ 16:37

Sex, 22/06/07

 

Já vi que gostas de galináceos... Ah pois é!!

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D