tsetse @ 15:18

Qui, 29/03/07

Devem haver por aí alguns cientistas na dúvida sobre o que inventar a seguir, sem saber o que fazer para melhorar o mundo. Pois eu tenho uma boa ideia. Algo que iria melhorar a qualidade de vida de muita gente: Um aparelho inteligente, que detectasse o humor de uma pessoa e, conforme o seu estado, permitisse programar uma série de acções, que variariam de caso para caso. Assim grosso modo e como exemplo, estou a lembrar-me das seguintes acções:
1. Fechar o frigorífico e a caixa das bolachas, sempre que detectasse
um alto nível de ansiedade;
2. Não permitir grandes movimentos na conta nem empréstimos, quando a
pessoa estivesse apaixonada;
3. Não permitir fazer telefonemas ou enviar e-mails aos ex-namorados, quando estivesse deprimida ou bêbeda;

Acabariam, decerto, com metade dos males do mundo.

Há também outros aparelhos que dariam muito jeito como, por exemplo:
1. O teletransporte - ui, quantas férias maravilhosas eu não faria;
2. Um robot baratinho para nos ir buscar coisas enquanto estamos refastelados, e
3. Uma máquina eficiente que fizesse exercício por nós.

Depois não digam ah e tal, não sei bem o que hei de fazer. Ideias não faltam!

Tsetse


lovely @ 16:37

Qui, 29/03/07

 

Bem, o parelho de impedir movimentos na conta bancária fazia-me jeito todo o tempo, não preciso de estar apaixonada. ;-D
Ah! A máquina do exercicio... isso é que era assunto. Embora ;-DDD (lá vem asneira) existem umas quantas actividades fisicas que eu não me importo nada, mesmo nadinha, de praticar. Se é que me entendem...


tsetse @ 17:02

Qui, 29/03/07

 

Mas podias limitar os movimentos na conta como quisesses, Lovely. Aí é que está a beleza do aparelho! Seria programável, para se adaptar a cada indivíduo.

não posso dizer o nome @ 20:08

Qui, 29/03/07

 

eu gostava de ter um cyborg idêntico a mim que assegurasse a minha presença no emprego cada vez que tivesse de faltar, e que me substituísse no natal e na pascoa.


tsetse @ 14:47

Sex, 30/03/07

 

Pois é, hoje também precisava de um. Com o sono que estou...

Feiticeirazul @ 21:05

Qui, 29/03/07

 

Um robot que nos fizesse todas as tarefas domésticas sem termos de dar ordens ( se fosse esse o caso, já tínhamos os HOMENS, embora nem sempre estejam disponíveis para ajudar...); que soubesse o que nos preparar para o jantar e que nos recebesse com um caloroso sorriso ( aqui já tou a pedir muito que nem um cão consegue tanto, o máximo que consegue é abanar a cauda...), com um banho de espuma e uma taça de champanhe merecido, tratando-nos como seres especiais e extenuados após um longo dia de trabalho!!

Também dava jeito que alguém inventasse um sistema que nos retirasse da cama e nos levasse até ao chuveiro ( previamente aquecido), todas as manhãs, especialmente as de Inverno...

Já agora e visto haver a possibilidade deste texto ser lido por algum cientista sem ideias, aproveito que hoje sinto-me um pouco idiota ( pessoa com ideias) e sugeria também a criação de um sistema de teletransporte em que seria possível levar connosco diferentes tipos de roupa, casacos, guarda-chuva, sapatos e outras coisas que tantas vezes desejamos mudar ao longo do dia!

Espero que tenha sido útil!



cigana @ 23:45

Qui, 29/03/07

 

Quando estiver deprimida ou bêbeda é melhor nem mandar mensagens ao namorado, quanto mais aos ex!
Ah e tal, se o robozinho também nos limpasse e arrumasse a casa toda, passasse a roupa a ferro e cozinhasse refeições saudáveis, sem termos que pagar e aturar a chata da empregada, já agora agradecia!
Até posso ter mais ideias brilhantes...

AlfmaniaK @ 02:10

Sex, 30/03/07

 

A ideia de uma máquina para detectar o humor... nããã, gosto muito de ser independente nas minhas asneiras.
O teletransporte seria útil, e já falta pouco para o progresso nos presentear com um dispositivo desses.
A ideia do robot é deveras genial! Adorava ter um, lambão como sou, até daria um nome ao robot.
A ideia da máquina para exercitar por nós... bom, tá bem! Afinal este é o interno feminino.

Mas o que eu queria mesmo, mas mesmo mesmo, tipo mesmo, mas mesminho de todo, seria: que inventassem uma mulher a sério!

...prontos, tinha que vir disparate, e calhou ser aqui, enfim. Há dias melhores e outros assim...


tsetse @ 16:54

Sex, 30/03/07

 

Isso depende do que é para ti uma mulher a sério.

Não me digas que é uma que trabalhe como tu, para ajudar nas despesas da casa, mas que depois não se importe de ser (como segundo emprego não remunerado) tua empregada... Já agora que ainda tenha tempo para se manter bonita e que não se importe de engolir a sua opinião, para não te contrariar.

Por favor, surpreende-me e diz-me outra coisa qualquer, de preferência menos egoísta.

AlfmaniaK @ 17:16

Sex, 30/03/07

 

Claro que posso ser menos egoísta, aliás, até posso ser completamente favorável ao que queres ouvir e ainda complacente com o que quero mesmo dizer... a questão é: Queres que seja sincero ou que minta?


tsetse @ 17:28

Sex, 30/03/07

 

Nem precisas dizer mais nada, pois já percebi o que é para ti uma mulher a sério... E, com um bocadinho de sorte, nunca encontrarás tal ser (ou, por outras palavras, nunca arruinarás a vida a uma mulher) e farás então uma meditação que te levará a ver a luz! Tenhamos fé!

gomesh @ 14:05

Sex, 30/03/07

 

E um equipamento para trazer as roupas que queremos, nos tamanhos que queremos nas lojas??
Poupava-se um bocado de tempo...

Aragana @ 15:00

Seg, 02/04/07

 

Eu gosto do primeiro 3!
esse sim,, faria um verdadeiro serviço publico!

Anónimo @ 01:48

Sex, 06/04/07

 

Isso já existe, chama-se livre arbítrio e capacidade de autocontrolo

Ah! E dá para treinar e melhorar.

Agora uma máquina para explicar o que vai na cabeça das mulheres, isso sim!
Não existe e suspeito que se existisse não funcionaria por princípios racionais.

pipilongstrom @ 11:10

Seg, 09/04/07

 

Já existe aos anos!! Não sabias :O Chama-se bom senso ou maturidade


tsetse @ 11:56

Seg, 09/04/07

 

Oh meu amigo, o pior é quando estamos maluquinhos (vulgo, apaixonados) ou com uma ansiedade que não nos deixa ter bom senso...

Claro que não ter a quem ligar também ajuda... Com deve ser o seu caso.

pipilongstrom @ 12:14

Ter, 10/04/07

 

Pois, diferentes maneiras de enfrentar as situações e viver as relações, que por acaso as tenho renovado de década a década, mas sempre com alguém que me liga. Ah, já agora, eu sou uma amiga, se calhar, até admito, com bastante sorte :) embora goste de pensar que sou sábia ;)


tsetse @ 13:37

Ter, 10/04/07

 

Pois, com tanta sorte e bom senso, não precisa desta máquina... É só para nós, comuns mortais com defeitos.

Júlio @ 12:12

Qui, 19/04/07

 

Tsetse, aposto que ela nunca esteve apaixonada ou, pior, nunca conseguiu ficar com quem realmente lhe despertava a paixão. Só o facto de confundir "ter a quem ligar" com "ter quem lhe ligue" diz muita coisa.

Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D