tsetse @ 13:22

Qui, 04/01/07

Já aqui disse várias vezes que acho que as mulheres têm as mesmas capacidades que os homens e que devem ter as mesmas regalias. Também já admiti que há diferenças físicas e sociais, causadas por uma série de coisas que agora não interessam para o caso.

Independentemente disso, tenho reparado que há características e comportamentos que são mais comuns aos homens e outros que são mais comuns às mulheres. Decidi então listar os defeitos mais chatos de cada género:

Os defeitos mais comuns aos homens são:

1. Idiotas
É muito mais fácil encontrar um homem idiota do que uma mulher. Há dezenas de homens idiotas, sem o menor senso comum, que por muito que se tente explicar uma coisa, aquela cabecinha bloqueia na teimosia insensata, que decide achar que sim só porque sim. Uma canseira.

2. Socialmente incapazes
Conheço muitos mais homens que não se sabem comportar socialmente, do que mulheres. Não sabem adaptar os seus modos à situação; não sabem manter uma conversa, sem serem inconvenientes; não sabem escolher o assunto certo à audiência, etc. Uma vergonha!

3. Porcos
Vejo muitos mais homens a não terem cuidados de higiene do que mulheres. Há uns a tirar macacos do nariz em qualquer lado (até já vi um, em família, a guardar os seus num cinzeiro); Há outros a chegar ao trabalho com um cheiro de quem não toma banho e não muda de roupa há dias; há outros que deixam restos de comida de vários dias dentro do prato (a ver se criam uma colónia de fungos); etc. Um horror!

E os defeitos mais comuns às mulheres do que aos homens são:

1. Desesperadas
É mais fácil encontrar uma mulher desesperada, que faz tudo para conseguir um homem, do que o contrário. Há muitas mulheres que acham que não podem ficar sozinhas e que são capazes de fazer as maiores trafulhices, só para arranjarem um homem. E nem precisam de gostar dele! Perdem todos os princípios e dignidade. Uma tristeza.

2. Falta de raciocínio lógico nas conversas
Já conheci várias mulheres que têm um tipo de discurso que dificilmente encontro num homem. Não planeiam o que querem dizer, esquecem-se de apresentar o contexto e depois não acabam as frases. Uma confusão!

3. Histéricas
Odeio berros. Odeio ainda mais berros esganiçados. E, infelizmente, é muito mais usual levar com uma mulher aos berros histéricos, do que com um homem. Para começar, há mais mulheres esganiçadas. Coisa da natureza... Depois, há algumas dessas que acham que berrar para chamar a família ou para se fazer ouvir é normal. Uma dor de cabeça!

Claro que nem todos os homens e mulheres têm estas características. Felizmente!

Tsetse


Micas @ 14:17

Qui, 04/01/07

 

ja li mtas vezes o blog, mas opto por ficar sempre no silencio (preguiça mm!). hj nao resisti, morri a rir com este post . sobretudo logo com o "idiotas" inicial :) claro q felizmente existem excepções a estes estereotipos , mas a verdade é que a tendência nota-se :)


tsetse @ 18:03

Qui, 04/01/07

 

Eheh! Que bom que fiz alguém rir hoje!
Só por isso, já valeu a pena escrever o texto.


Apple @ 14:57

Qui, 04/01/07

 

Eles têm tantos defeitos como nós a verdade é que reparamos mais nos das mulheres, os homens me encantam... lol
Mas tb os há histericos, com falta de bom senso, desesperados e ilógicos... E tb as há porcas, idiotas e com falta de charme social, mas que dizer destas?
Eu não quero igualdade, mas a superioridade.
Nós somos mais inteligentes, espertas, simpáticas e belas...
Parabéns pelo post...


tsetse @ 18:00

Qui, 04/01/07

 

Obrigada!

E sim, tem toda razão... Claro que os/as há. Só reparei que existe uma tendência.

não posso dizer o nome @ 15:21

Qui, 04/01/07

 

hilariante, revejo-me nalguns topicos, sim. na generalidade somos assim. quanto ás mulheres, gosto delas com as qualidades e os defeitos, não sei viver sem elas, nem sei viver sem os defeitos delas.


tsetse @ 17:57

Qui, 04/01/07

 

Ah! Que bom que é encontrar uma opinião masculina tão positiva a este post! Nem imagina o que já tive que ouvir dos meus colegas de trabalho (homens) por causa deste texto...

É também muito bom saber que gosta das mulheres, com defeitos e tudo!


Analycia @ 18:43

Qui, 04/01/07

 

Obrigada, tornas-te o meu dia mais alegre, continua!


tsetse @ 19:18

Qui, 04/01/07

 

Obrigada eu, pelo cumprimento.



cigana @ 22:05

Qui, 04/01/07

 

Aos homens falta apelidá-los de convencidos, armados em machos latinos, o que creio que é uma característica notória que merecia ser referida.
As mulheres, de uma forma geral, saiem-se melhor em tudo, são mais maleáveis, mais exigentes, esforçam-se mais para evoluir.
Continuo à espera do Manual da bomba na cama para homens!


tsetse @ 13:35

Sex, 05/01/07

 

Muito bem apontado, Cigana.
Em relação ao Manual, esse tem que ser feito pela Bee... Que tem muito mais jeito para essas coisas.

Dinis @ 22:36

Qui, 04/01/07

 

É verdade que há mais homens idiotas do que mulheres idiotas.

Há vários estudos que apontam para que homens e mulheres tenham em média um QI semelhante mas com diferentes distribuições. Os homens estão sobre-representados nos extremos e as mulheres sobre-representadas nos valores mais próximos da média. O efeito disto é que há mais homens muito inteligentes do que mulheres muito inteligentes mas também mais homens muito estúpidos do que mulheres muito estúpidas .

Source: http://en.wikipedia.org/wiki/Sex_and_intelligence

Dinis

VC @ 23:17

Qui, 04/01/07

 

"Há vários estudos que apontam para que homens e mulheres tenham em média um QI semelhante mas com diferentes distribuições."

Curioso o emprego de semelhante em vez de ligeiramente inferior que é o que a generalidade das estatísticas concluem.

Quanto a mim o QI é uma das maiores parvoíces que para aí andam por isso nem ligo muito, mas de qualquer forma a média de QI nas mulheres é inferior (tipicamente 1/3 do desvio padrão) à dos homens.
Também é verdade que a distribuição de QI nas mulheres tem uma variância inferior à dos homens o que deveria resultar em mais "génios" masculinos mas também mais "imbecis". Isto é capaz de ter um fundo de verdade.

Quanto à ineptidão social masculina, sinceramente que acho que em muitos casos os homens até se sabem comportar mas estão-se completamente a lixar para isso. Outros são pura e simplesmente estúpidos e inconvenientes.

Por fim, fico surpreendido por não ler mais estereótipos tipo:


  • as mulheres têm mais tendência a comportamentos obsessivo-compulsivos (ajustar a gravata do companheiro, arrumar a loiça de uma determinada forma, entrar no elevador sempre com o pé direito, espremer as borbulhas de outras pessoas, etc)


  • as mulheres terem variações de humor brutais sem qualquer nexo de causalidade (e não me venham com a história do ciclo que mesmo bem depois da menopausa continuam com o mesmo comportamento)


  • Os homens serem teimosos

  • Os homens serem mais infieis do que as mulheres



Dinis @ 01:20

Dom, 07/01/07

 

Caro VC,

Quanto à questão da diferença na média também a conheço mas julgo ser menos consensual do que tu dizes e por isso não a referi. De qualquer forma o termo semelhante não exclui pequenas diferenças.

No que respeita ao QI ser uma parvoíce tenho que discordar. A sua validade para ajudar a explicar e prever vários fenómenos é atestada pela significativa correlação existente entre resultados de testes de inteligência e indicadores de natureza académica, profissional e social.

O QI não é nem pretende ser uma resposta para tudo mas está longe de ser uma parvoíce.

E para quem não liga muito ao tema pareces estar bastante bem informado

Um abraço,

Dinis

VC @ 21:09

Seg, 08/01/07

 

"De qualquer forma o termo semelhante não exclui pequenas diferenças."



Eu também não disse que a sua afirmação era falsa, apenas achei curioso a utilização do termo semelhantes.



"No que respeita ao QI ser uma parvoíce tenho que discordar. "



Uma parvoíce no sentido em apelidar alguém de génio ou imbecil com base nele e no sentido de lhe ser dada uma importância desproporcionada ao seu real valor preditivo .



"O QI não é nem pretende ser uma resposta para tudo mas está longe de ser uma parvoíce."



Pouco longe. É um teste que avalia de forma verosímil a capacidade do avaliado "pensar" como quem fez o teste. Pouco mais.



"E para quem não liga muito ao tema pareces estar bastante bem informado"



Para criticar é preciso conhecer

Dinis @ 00:09

Qua, 10/01/07

 

Caro VC,

Só para terminar a minha participação nesta thread:

1 - Chamo-te à atenção do 2º parágrafo do meu comentário anterior onde eu me dou ao trabalho de fundamentar a minha opinião que o QI está longe de ser uma parvoíce.

2 - Em http://en.wikipedia.org/wiki/Iq, na secção “Practical validity”, podes confirmar que, embora longe de haver uma uniformidade de opiniões sobre todos os assuntos, os argumentos apresentados a favor da validade prática do QI são mais do que suficientes para não o podermos considerar uma parvoíce.

3- Por muito que considere o QI (ou outros indicadores menos controversos) relevante, reconheço que devemos ter sempre o cuidado de não o usar de uma forma redutora fazendo dele a única explicação para tudo e mais alguma coisa. Penso que nisto estaremos de acordo.

Um abraço,

Dinis


tsetse @ 13:23

Sex, 05/01/07

 

Olá Dinis

Eu quando usei a expressão idiota, não me referia apenas a pessoas com o Q.I. baixo. Estava a pensar mais em pessoas imbecis, que até podem ter um Q.I médio ou alto, mas que não têm o bom senso de compreender o mundo que os rodeia ou de aceitar que só se deve ser teimoso quando se tem a certeza do que se defende.

E obrigada pelo link! Este é sem dúvida um tema que me interessa.


Dinis @ 01:28

Dom, 07/01/07

 

Olá Tsetse,

As minhas desculpas pela interpretação incorrecta (acho que o meu QI não é grande coisa...). Mas ainda bem que gostaste do link.

Dinis

monge @ 04:07

Sex, 05/01/07

 

Monge
...e há sempre aqueles defeitos bi-sexo...
- ambos têm a mania de casar
- ambos têm a mania de ter filhos
- e ambos nunca o conseguem fazer sózinhos
(isto das relações a três é sempre uma complicação)

Quanto aos defeitos dos Metro-sexuais...
(depende sempre de qual a estação escolhida para o praticarem...)
P.S. eu aconselho particularmente as Laranjeiras. Fazem umas belas sombras e a vitamina C é um optimo anti-oxidante
Bjos


tsetse @ 13:28

Sex, 05/01/07

 

Eheheh! Rico Monge, sim senhora!
Já me fizeste rir.


Anónimo @ 12:22

Sex, 05/01/07

 

Hilariante....de verdade...

E aqules que coçam "naquelas partes" onde quer que seja???

Arghhhh!!!


tsetse @ 13:33

Sex, 05/01/07

 

Esses que se coçam por todo o lado em público podem entrar na categoria de "socialmente incapazes". Não têm o bom senso de perceber que há coisas que só devem fazer em privado.


não posso dizer o nome @ 12:51

Sex, 05/01/07

 

Eu acho que a inteligência de um indivíduo não pode ser só medida em testes psicotécnicos ou psiquiátricos. Os limites da mente e suas capacidades intelectuais vão muito para além do actual conhecimento científico. É possível obter alguns registos mas que não passam de referências incompletas e por isso insuficientes para a elaboração de conclusões abrangentes e exactas. Eu pelo menos não acredito nelas, podem informar solicitações específicas mas nada mais do que isso. Quando tenho duvidas seguro-me sempre nos registos e resultados de que disponho do que nas teorias ou deambulações cientificas que me oferecem poucas garantias. Assim, aquilo que vejo registado é que o sexo feminino é de longe mais inteligente que o masculino, e isso começa logo na infância e na adolescência na capacidade de expressão oral e escrita, na clareza de raciocínio e na sua precocidade. Mais tarde, na vida académica os números são irredutíveis. As mulheres são de longe em maior número e com as melhores classificações. A experiência profissional também me diz que as mulheres têm maior capacidade de coordenação de um grupo de trabalho do que os homens, isto porque as considero mais sensatas e conciliadoras, sem descurar o seu bom profissionalismo. Não tenho medo nem vergonha de afirmar que prefiro trabalhar com uma chefia feminina porque me sinto mais apoiado e destressado do que numa chefia masculina. Isto sem descurar a exigência profissional que é exigida numa actividade. Já encontrei homens permissivos e de trato extremamente difícil e mulheres exigentes e ao mesmo tempo flexíveis. A imbecilidade masculina é um dado científico adquirido e pode ser estereotipado também. Se isso nos empurra para a incapacidade social, é bem possível que sim. Pior do que isso é a capacidade que temos de esquematizar tudo o que nos rodeia profissionalmente. Considero isso um vírus social letal, que tem como consequência a exclusão social e suas assimetrias, outra é a violência, que ainda é pior e leva as sociedades à guerra, fome e desolação. Talvez se as mulheres tivessem mais protagonismo esses flagelos fossem minorados, quem sabe?

não posso dizer o nome @ 12:53

Sex, 05/01/07

 

éh pá, tou a falar bem ou pareço um policia bebado??????


tsetse @ 13:11

Sex, 05/01/07

 

Eu acho que está a falar muito bem. Pelo menos, gostei muito de ler o seu comentário.


Pesquisar
 
comentários recentes
meu caso é meio parecido,mas so houve beijo,mas ai...
Quando as variáveis filhos e questões financeiras ...
Boa Tarde,Depois de muito pesquisar na net sobre a...
Viva, gostei do tema e tem razão, as Portuguesas s...
Sim, eu sei. Mas o que dói nao é tanto o que se pa...
Ele não contou porque achou que, se a Anónima não ...
Posts mais comentados
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D